Resources

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Relacionamento com fornecedores: 9 dicas para aprimorar parcerias

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

December 20, 2022

December 20, 2022

December 20, 2022

O surgimento da cadeia de suprimentos 4.0 ou mesmo indústria 4.0, trouxe a tecnologia como aliada e coadjuvante nas parcerias comerciais. No entanto, esse avanço não pode eliminar a preocupação em manter um bom relacionamento com fornecedores.

É um conceito simples, formado por boas práticas e, sobretudo, transparência. Envolve cobrar com razão, compreender o período de adaptação e fazer exigências ao fornecedor que sejam éticas, coerentes e funcionais.

A rede de fornecedores influencia a qualidade final dos seus produtos e/ou serviços, e na eficiência da sua operação. 

Mas como estabelecer um relacionamento com fornecedores que seja concreta e benéfica para ambos os lados? Neste artigo, você verá nove dicas fundamentais para isso, e conferir quais são os benefícios dessa prática para a sua empresa. 

O que é gestão de relacionamento com fornecedores? 

A gestão de relacionamento com fornecedores pode ser descrita como a adoção de boas práticas que resultem em uma relação positiva entre esses parceiros e a sua empresa. 

A ideia é estabelecer um vínculo saudável , de modo que isso contribua para o atendimento das necessidades do seu negócio e crescimento de ambas as companhias..

Qual a importância do relacionamento com fornecedores para a supply chain?

O sucesso da operação de uma empresa está diretamente ligado à qualidade dos fornecedores da sua cadeia de suprimentos — quanto a isso, não há dúvidas. 

Entretanto, o relacionamento com fornecedores é um ponto que é, geralmente, negligenciado. Isso acontece porque é comum que o foco do time de compras e procurement seja o preço, prazo de entrega, entre outros pontos práticos relacionados.

Porém, é fundamental ter em mente que não zelar pela formação de uma boa relação com os fornecedores pode custar caro para o seu negócio.

Mesmo durante os processos de qualificação e homologação dos fornecedores — essenciais para a gestão de relacionamentos de qualidade — manter uma tentativa amigável e transparente contribui para melhorar a qualidade das informações trocadas na prospecção de uma parceria.

Isso fica ainda mais evidente quando o fornecedor está homologado e ativo na rede de abastecimento da empresa. Um bom relacionamento, nesse caso, não diz respeito apenas a uma parceria mais amistosa, mas, sim, à estruturação de uma relação mais rentável e promissora para ambos.

Por meio dessa interação mais ativa e com vínculo fortalecido, a empresa contratante ganha prioridade, desfruta de melhores condições de negociação e mantém, com maior tranquilidade, o padrão dos produtos. Por outro lado, também atua como facilitadora da evolução e crescimento do fornecedor.

Quais são os benefícios da gestão de relacionamento com fornecedores?

Os benefícios de um bom relacionamento com fornecedores, por si só, já demonstram a importância de dar atenção a boas práticas nesse segmento. 

Uma política transparente e justificada garante, por exemplo, a compliance, que por se tratar de uma exigência clara desde o início, certamente será priorizada pelo fornecedor que valoriza a parceria.

Outras vantagens de estabelecer uma relação sólida e benéfica com os fornecedores são:

  • fortalecimento da mentalidade "ganha-ganha", considerando que os pontos positivos que podem ser obtidos com um relacionamento desse tipo não são unilaterais;

  • diminuição do risco de desabastecimento;

  • aumento da eficiência dos processos da cadeia de suprimentos;

  • aumento do nível de competitividade da empresa;

  • consolidação da rede de abastecimento do negócio, decorrente da diminuição da rotatividade de fornecedores. 

Como melhorar a gestão de relacionamento com fornecedores? 9 dicas 

Para empresas que visam fortalecer a gestão de relacionamento com fornecedores, podemos afirmar que elas estão no caminho certo! Afinal, como vimos no tópico anterior, valorizar a relação com a cadeia de suprimentos traz uma série de benefícios.

Agora, se você tem dúvidas de quais práticas adotar, reunimos neste guia nove dicas para otimizar o relacionamento com fornecedores. Veja:

1. Alinhamento claro em todas as etapas

Como já é conhecido, uma política interna clara, metas estabelecidas, e uma gestão colaborativa, contribuem para que seus colaboradores entendam as expectativas da empresa e sigam o código de conduta com mais empenho e dedicação.

O mesmo vale para o relacionamento com fornecedores, contemplando alinhar expectativas, deixar claro as políticas da empresa, manter uma posição transparente sobre os possíveis ganhos e cobranças dessa relação.

Ações como essas permitem filtrar os candidatos, sendo que aqueles que participam do processo de qualificação de fornecedores estão mais empenhados em participar do empreendimento, conhecendo qual será a demanda.

2. Valorize qualidade sobre preço

O custo ideal de uma aquisição é a soma de diversos fatores, os quais envolvem preço, qualidade e nível de riscos. 

Obviamente, é possível que o menor preço seja a melhor opção, mas valorizar a qualidade geral, do produto e fornecedor, em relação ao preço é altamente recomendável.

Isso garante a qualidade final do seu produto, que é algo avaliado constantemente pelo mercado e pelo consumidor. Por outro lado, a prática também faz com que fornecedores tenham mais liberdade para adotar práticas que elevam o custo de produção, mas garantem melhores benefícios em contrapartida.

3. Canais de comunicação abertos

Entre os critérios de seleção de fornecedores mais importantes, cobrar parceiros com um plano de comunicação aberto é sempre relevante. O mesmo vale para sua empresa melhorar a gestão de fornecedores

A qualidade dos relacionamentos depende de uma boa troca de informações, o que é uma via de mão dupla. 

Para se cobrar respostas rápidas e precisas, deve-se estar pronto para retornar informações solicitadas com o mesmo empenho cobrado.

Leia também: Software de gestão de fornecedores e veja as vantagens de implementar.

4. Estude e honre detalhes de cada proposta

Conhecer e deixar claro os detalhes de cada proposta é muito importante, já que isso prepara sua empresa para cobrar o fornecedor e comparar as particularidades de cada negociação. Esse cuidado dá mais certeza para a escolha dos fornecedores.

Além disso, ressaltamos a importância de honrar a proposta fechada no que diz respeito às obrigações como contratante. 

Realizar os pagamentos nas condições acertadas e receber  os produtos conforme combinado, por exemplo, são práticas que tornam o relacionamento com fornecedores mais interessante para ambas as partes.

5. Acompanhe indicadores de desempenho (KPI)

A avaliação de fornecedores é uma prática essencial para manter a qualidade da cadeia de suprimentos e mitigar riscos. Ela é feita pela definição e acompanhamento de KPI, indicadores de desempenho dos fornecedores.

Nos KPI para compras, que envolvem prazo, aproveitamento, preço e lead time, entre outros, eles permitem que você identifique os melhores fornecedores e priorize tais relacionamentos. 

Os dados dos indicadores de desempenho servem ainda de argumentos incontestáveis para negociar propostas e cobrar melhorias. Não se esqueça de deixar claro para o fornecedor sobre os indicadores e níveis esperados, para manter a transparência da relação.

Quer saber mais sobre avaliação de desempenho de fornecedores? Leia o e-book gratuito e aprenda tudo sobre.

6. Prefira trabalhar com vários fornecedores simultâneos

Incentivar uma concorrência saudável faz parte do negócio. Ao manter diferentes fornecedores diminui a dependência da contratante de uma única fonte de suprimentos, o que é um grande risco para qualquer operação.

Sabendo que essa é a política da sua empresa, o fornecedor sabe que precisa oferecer vantagens se quiser melhorar a sua participação e os seus ganhos.

Saiba como comprar com qualidade de bons fornecedores, confira esses três passos e alavanque sua rede de suprimentos.

7. Divida o planejamento de produção

Todo o material fornecido pelos parceiros deve ser comercializado ou utilizado na cadeia de produção da empresa contratante. Por isso, deixe claro para os fornecedores quais são os seus planos de produção.

Isso vale para o momento da contratação e para metas futuras. Ou seja, se o seu objetivo é aumentar a produção ou vender mais de um produto, compartilhe essa informação com seus fornecedores, uma vez que isso implica em aumentar a demanda para eles também.

8. Valorize mentalidades compatíveis

É muito mais fácil manter um bom relacionamento com pessoas que têm valores similares aos seus. O mesmo vale para o relacionamento com fornecedores. 

Para manter uma gestão da cadeia de suprimentos promissora e em constante evolução, selecione fornecedores com mentalidade e ambições compatíveis às suas.

9. Use a tecnologia como aliada

E por último, mas não menos importante, o uso da tecnologia está cada vez mais dentro dos setores das empresas e principalmente no relacionamento com os fornecedores. 

A utilização de softwares e ferramentas tecnológicas facilita a relação entre empresas tornando as parcerias mais assertivas e efetivas para ambas as partes.

Isso inclui o uso de ferramentas de gestão de fornecedores, como a Linkana, que automatiza as consultas públicas de compliance e governança corporativa para mitigar riscos e diminuir a burocracia no processo de qualificação, entre outras vantagens.

Por outro lado, também temos a tecnologia para integrar sistemas de gestão de fornecedores, que contribui para melhor alinhamento e acompanhamento das entregas. 

Dessa forma, o status e performance de cada pedido fica muito mais claro, facilitando o alinhamento de expectativas.

Recomendação de leitura: Como a inteligência artificial em supply chain ajuda a aprimorar toda a cadeia de suprimentos.

Por que manter bom relacionamento com fornecedores?

Um dos principais motivos pelo qual a sua empresa deve manter um bom relacionamento com fornecedores, é que esses agentes devem ser vistos como um dos pilares de crescimento do seu negócio

Quanto a essa constatação, partimos do princípio que sem fornecedores confiáveis e alinhados com as necessidades da sua empresa, as chances de haver impactos negativos no seu fluxo de trabalho são enormes.

A linha de raciocínio a ser seguida sobre isso é bastante simples: sem a base necessária para a fabricação dos seus produtos, ou para a entrega dos serviços, o seu negócio não consegue atender os pedidos feitos pelos clientes.

Isso contribui para elevar o nível de satisfação do consumidor, que pode migrar para um concorrente, gerando perda de vendas e, por consequência, de faturamento.

Por razões como essa é tão importante manter uma boa e sólida relação com os fornecedores, preferencialmente estabelecendo um relacionamento estratégico, que induza a aderência desse parceiro e o fortalecimento dessa troca, que é extremamente benéfica para todas as partes envolvidas.

Como trazer melhoria no relacionamento com os fornecedores?

Existem duas formas de trazer melhoria nesse tipo de relacionamento, que são o uso de indicadores (KPIs) da gestão de relacionamento com fornecedores e a utilização de bons sistemas voltados para esse fim.

Indicadores (KPIs) da gestão de relacionamento com fornecedores

No caso dos KPIs, como dissemos, tratam-se de indicadores que ajudam a mensurar, por exemplo, a performance dos fornecedores, o que permite avaliar se estão de acordo com as expectativas da sua empresa ou não.

Outros KPIs do setor de compras que podem ser usados para essa finalidade são:

  • lead time dos fornecedores: que é o tempo médio entre o pedido e a entrega do item ou serviço pelo fornecedor;

  • evolução do preço das mercadorias: que aponta os gastos para aquisição de insumos, matérias-primas e serviços terceirizados;

  • taxa de devolução: percentual de itens que precisaram ser devolvidos aos fornecedores decorrente de erros, avarias, ou outras condições que inviabilizam o uso.

Sistemas de gestão de fornecedores

Um sistema de gestão de fornecedores é uma ferramenta que ajuda a aprimorar esse relacionamento por automatizar as operações pertinentes a esse tipo de gerenciamento.

A Linkana, por exemplo, é o primeiro e maior software de gestão de fornecedores em rede, que otimiza o sourcing, onboarding e análise de spend com uma base de dados unificada de perfis de fornecedores certificados para cadastro, risco, qualidade e diversidade.

Somos o #SRMDoFuturo, feito para o #CompradorDoFuturo

As funcionalidades que você encontra na nossa solução são:

Quanto aos diferenciais, são:

  • PERFIS DE FORNECEDORES CERTIFICADOS → O Supplier Open Profile da Linkana padroniza a definição de dados relevantes de fornecedores de acordo com as melhores práticas de mercado, trazendo efeito de rede para o envio e análise de dados entre vários compradores, com informações ESG e de D&I.

  • BASE DE DADOS VIVA E UNIFICADA → Devolvemos o controle dos dados para os fornecedores de maneira inteligente, onde dados públicos são atualizados automaticamente ou enviados uma única vez, evitando informações incompletas, obsoletas ou duplicadas.

  • FUNDAÇÃO DE DADOS INTEGRADA → Impulsionamos o retorno do investimento (ROI) de ferramentas de e-procurement, centralizando dados de fornecedores em uma fonte única de verdade, dinâmica e 100% integrada com todos os sistemas de gestão.

Achou interessante? Então preencha agora mesmo o formulário abaixo, fale com nossos especialistas e impulsione suas parcerias com fornecedores!

Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market