Resources

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Os 7 erros na gestão de fornecedores mais comuns e como evitá-los

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

March 19, 2023

March 19, 2023

March 19, 2023

Cometer erros na gestão de fornecedores pode resultar em significativos problemas para a sua empresa. Um dos mais importantes é o impacto negativo que falhas na rede de abastecimento podem gerar no fluxo de entrega de produtos e/ou serviços ao cliente final.

Como sempre comentamos nos nossos artigos, atrasos nas entregas ou a redução da qualidade das soluções comercializadas, são condições que refletem na imagem da sua companhia e no relacionamento com os consumidores. 

Consequentemente, o faturamento é prejudicado, bem como o potencial de crescimento futuro e a relação com outros parceiros de negócio e investidores (esse último, se houver).

Uma boa notícia quanto a isso, é que a maioria dos equívocos que abalam esse gerenciamento são facilmente resolvidos, especialmente quando se usa recursos tecnológicos específicos para essa área.

Mas para saber como resolvê-los, o primeiro passo é conhecer quais são os erros mais comuns ao gerir fornecedores e por quais motivos eles acontecem. É justamente sobre isso que falaremos agora. Por isso, siga a leitura e acabe de vez com as falhas da sua gestão!

Quais são os maiores erros na gestão de fornecedores?

Na lista com os erros na gestão de fornecedores que tendem a ser mais cometidos pelos profissionais responsáveis por essa atividade, estão:

  • considerar apenas o preço na hora da contratação;

  • não analisar o histórico do fornecedor;

  • não confirmar a capacidade de entrega;

  • esquecer de analisar o atendimento de leis e normas;

  • deixar de montar um banco de fornecedores robusto;

  • negligenciar a estruturação de um relacionamento estratégico;

  • realizar processos de verificação manualmente.

Considerar apenas o preço na hora da contratação

Preço é um critério importante na hora de contratar um fornecedor. Afinal, o valor a ser pago pela prestação de serviços ou abastecimento de insumos afeta diretamente a quantia cobrada do cliente final e a margem de lucro da companhia.

Entretanto, buscar saving a todo custo e negligenciar a qualidade do que será entregue pode ser tão impactante quanto. 

Nesse caso, o mais indicado é analisar o custo-benefício, verificando pontualmente a oferta de cada fornecedor em potencial, a fim de confirmar se o valor cobrado é compatível com o que está sendo oferecido. 

Não analisar o histórico do fornecedor

O histórico de um fornecedor diz respeito ao relacionamento dele com outras empresas. Em outras palavras, qual a percepção de quem já o contratou ou ainda mantém contrato ativo.

Solicitar que o fornecedor apresente cases de sucesso é uma boa maneira de fazer essa análise. Consultar o CNPJ e outros documentos de identificação ajudam a verificar se o futuro fornecedor tem ou já teve relação com marcas e companhias envolvidas com fraudes ou outros delitos.

Deixar de analisar esse histórico é um dos erros na gestão de fornecedores que pode comprometer a imagem da sua empresa no mercado de atuação, visto que o nome da sua companhia poderá ser relacionado a práticas ilegais, ainda que indiretamente.

Não confirmar a capacidade de entrega

Outro dos erros mais comuns ao gerir fornecedores é deixar de confirmar a capacidade de entrega. Ou seja, esquecer de se certificar se o contratado tem competência e experiência para entregar ao seu negócio o que você precisa, na quantidade certa e no prazo acordado.

Essa capacidade está relacionada ao porte do fornecedor, quantidade de funcionários, número de clientes atendidos, localização, sistema de logística, modelo de trabalho, entre outros relacionados.

Desse modo, ainda que ele atenda diversos outros critérios, ter a confirmação de competência, por meio da análise desses fatores que acabamos de citar, é fundamental para evitar problemas após a assinatura do contrato.

Esquecer de analisar o atendimento de leis e normas

Para manter a sua empresa em compliance, é fundamental que seus fornecedores também estejam. 

Quanto a isso, um dos maiores erros desse tipo de gestão é deixar de avaliar, pontualmente, se os fornecedores estão atendendo todas as normas e leis relacionadas ao ramo de atuação.

Por esse motivo, na hora de qualificá-los, é fundamental verificar se estão em:


Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

Não montar um banco de fornecedores robusto

Manter relacionamento com apenas um fornecedor para cada tipo de abastecimento ou serviço que precisa para o fluxo de trabalho da sua empresa é um grande erro. O motivo é bem simples: se esse fornecedor tiver algum imprevisto ou problema, consequentemente, o seu negócio também terá.

Por isso, é imprescindível ter uma base de fornecedores robusta, formada por diversos nomes qualificados prontos para atender o seu negócio tão logo seja necessário

Dessa forma, você tem mais uma garantia que o andamento dos seus trabalhos não será interrompido por falhas na cadeia de suprimentos.

Dica de leitura! Confira também este artigo: "5 técnicas de qualificação de fornecedores para não errar"

Negligenciar a estruturação de um relacionamento estratégico

Um relacionamento estratégico com fornecedores consiste em ver essa parceria com um dos pilares de crescimento da sua empresa. Por conta disso, as contratações devem ser feitas tendo como base o quanto elas podem contribuir para o crescimento do negócio.

Contar com bons fornecedores é uma das maneiras de aumentar o potencial competitivo da marca, conquistar bom posicionamento no mercado, reduzir perdas financeiras, melhorar a relação com clientes, entre outras vantagens.

Todos esses pontos, juntos, ajudam a elevar o faturamento da companhia.  Por esse motivo, não inserir os fornecedores no planejamento estratégico da empresa é considerado uma falha importante de gestão.

Realizar processos de verificação manualmente

Atividades feitas manualmente são as mais passíveis de erros. Isso porque pode acontecer uma série de falhas humanas que levam a resultados insatisfatórios, incompletos ou pouco seguros.

No caso da gestão de fornecedores, além dos equívocos que podem ser cometidos, há também a questão do tempo necessário para a conclusão das diferentes atividades pertinentes a esse setor.

Por exemplo, a homologação, quando realizada de forma manual, demanda de muito mais tempo e pode levar a erros de análise importantes que afetarão o relacionamento futuro com o fornecedor.

Por razões como essas, informatizar as tarefas dessa área é uma forma de otimizar o tempo e reduzir, quando não eliminar totalmente, os erros que podem ser cometidos.

Como evitar erros na gestão de fornecedores?

Seguindo o que acabamos de comentar, uma das melhores maneiras de evitar erros na gestão de fornecedores é contar com o apoio da tecnologia. 

Sistemas voltados especificamente para essa área evitam que processos manuais sejam feitos — o que aumenta o risco de falhas —, ou que algum ponto de análise seja esquecido. Quanto a isso, a Linkana pode ajudar você!

A Linkana é a primeira fundação de dados de fornecedores compartilhada do Brasil. Nossa base de dados de perfis universais de fornecedores permite que compradores busquem, analisem e homologuem fornecedores em alguns cliques. 

Com isso aceleramos radicalmente processos de onboarding, análise e monitoramento de fornecedores, utilizando dados e insights compartilhados entre as maiores corporações do nosso país.

As funcionalidades que você encontra na nossa solução são:

Além do Linkana ESG Rating, que realiza a análise de risco dos indicadores ambientais (ESG) dos seus fornecedores por meio de um sistema de pontuação.

Entre em contato agora pelo formulário abaixo, aprimore sua gestão de fornecedores com a solução da Linkana e evite uma série de erros!

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market