Saving de compras: o que é, como calcular e quais as vantagens

O que é saving em compras?

Em resumo, saving de compras é o valor que o comprador consegue reduzir em uma aquisição ao negociar o pedido. Pode ser considerado como uma economia de recurso financeiro feita pelo setor de procurement com os fornecedores da empresa.

Economia de recursos é um dos grandes objetivos de um departamento de compras bem estruturado. Por isso, saber como calcular saving de compras e manter-se atento a este indicador é uma estratégia tão válida.

De modo geral, ele contribui para identificarmos a oferta da cadeia de suprimentos que traz realmente o melhor custo-benefício. Como sabemos, a relação custo-benefício é determinante para uma boa compra, muito mais do que simplesmente comprar o item mais barato.

Veja no decorrer deste artigo qual a real relevância desse indicador e veja como calcular o saving de compras na prática e os benefícios de adotar essa medida para as negociações com a rede de fornecedores. Continue lendo.

Importância do acompanhamento do saving de compras

Podemos entender o conceito de saving como o ganho obtido pelo comprador entre o valor que orçado e o que foi negociado para o fechamento do pedido junto do fornecedor. Ao lado de outros KPIs do setor de compras, é um indicador de grande importância.

Ligado à eficiência financeira dos processos de aquisição, é interessante observar como calcular o saving de compras pode também fornecer insights sobre sua performance, tal como podemos ver em cálculos de lote econômico de compras, lead time e outros.

Seu impacto pode ser notado ao elevar o custo-benefício e reduzir os gastos previstos no orçamento inicial, contribuindo para uma estratégia otimizada e ganhos elevados para cada investimento realizado.

É importante destacar que o saving de compras demanda um bom relacionamento com fornecedores, promovendo a abertura para negociações, o que por sua vez pode se beneficiar infinitamente quando a empresa se destaca pelas práticas de governança corporativa e conduz processos de qualificação de fornecedores com uma conduta ética e transparente.

Como calcular saving de compras?

Para saber como calcular saving de compras, é preciso entender que essa prática e o indicador em si tem grande presença no strategic sourcing, que é uma modalidade onde se faz uma avaliação técnica e estratégica sobre as demandas e ofertas de suprimentos.

Ideal para economia de recursos e garantia de uma eficiência operacional elevada, a matriz estratégica de aquisições conta com o indicador de savings para comprovar sua efetividade ou identificar a necessidade de melhorias.

Dessa forma, vejamos como calcular saving de compras na prática. Para isso, precisamos antes entender alguns termos importantes, sendo eles o valor negociado e o valor base, também chamado de baseline.

Valor negociado é aquele obtido através da negociação, ou seja, quanto o comprador realmente irá pagar pelo pedido após as interações com o fornecedor.

Baseline é o ponto de partida que servirá de referência no processo de negociação. Ele pode ser tabelado, anunciado em catálogos, obtido a partir de pesquisas em diferentes fornecedores, orçamentos iniciais, histórico de aquisições, entre outros métodos.

Dessa forma, temos a opção de calcular saving de compras em valor financeiro ou em porcentagem, o que se daria da seguinte forma:

cálculo de saving de compras

Para facilitar a compreensão, vamos considerar o exemplo de um item orçado com valor base de R$ 300,00 e negociado por R$ 200,00. Nesse caso, teremos um saving no valor de R$ 100,00, equivalente a 33,33% de saving.

Vale destacar, no entanto, que este exemplo compreende apenas a aquisição de um único item, o que raramente acontece em uma empresa de grande porte. Dessa forma, em um exemplo mais realista, com pedido de 1000 unidades, o valor de saving seria em torno de R$ 100 mil.

Para atingir esse nível de capacidade de negociação, é essencial contar com fornecedores homologados e um bom relacionamento com eles. 

Além disso, adotar um planejamento de compras assertivo e estruturar o departamento de compras com base nas práticas mais modernas do mercado são estratégias muito indicadas.

Benefícios de acompanhar o saving de compras

Ao aprender como calcular o saving de compras e proceder com a aplicação prática desse indicador, podemos notar os seus principais benefícios. 

Primeiramente, destaca-se a mensuração de economia gerada, diretamente ligada ao desempenho do comprador e da estratégia definida no planejamento.

Depois disso, temos o melhor controle de finanças da empresa, facilitando também a gestão de riscos na cadeia de suprimentos. 

Por fim, podemos perceber que acompanhar o saving de compras fornece um dado confiável e sólido, extremamente importante para analisar a eficiência das estratégias adotadas pela empresa na gestão de fornecedores.

Como melhorar o saving em compras

Além de mostrar como calcular saving de compras, reunimos aqui 3 dicas para otimizar esse indicador na sua empresa, baseado nas técnicas e recursos mais modernos que o mercado oferece. Confira:

1. Tenha bons fornecedores

O primeiro passo é contar com bons fornecedores, obtidos a partir de um processo ágil e consolidado de qualificação e homologação. Desde o início das análises de compliance e primeiros contatos, o comprador deve avaliar a qualidade do potencial fornecedor.

Assim, além de obter uma lista de fornecedores homologados e seguros para se fazer negócio, é possível identificar aqueles que têm um potencial de negociação mais favorável.

2. Faça um bom planejamento de compras

O planejamento de compras é essencial para obter um saving satisfatório. Isso porque o documento define a estratégia de procurement e as diretrizes sob as quais o comprador deve agir na tratativa com fornecedores.

3. Agilize o processo de negociação

Para finalizar, a dica é ficar atento ao tempo gasto no processo de negociação e aos indicadores de estoque. Quanto mais rápido for concluída essa etapa, mais impactante a economia gerada para a empresa.

Nesse ponto, desde a qualificação de fornecedores, investir em recursos modernos e inteligentes é uma aposta interessante, comprovada ao analisar os efeitos da transformação digital no setor empresarial.

Tecnologia na qualificação de fornecedores

Os investimentos feitos pelo departamento de compras podem trazer melhores savings e retornos mais assertivos quando a saúde financeira do fornecedor é conhecida. Por isso, um processo de homologação é o primeiro passo para gerar economia e aproveitamento.

A Linkana conta com ferramentas especiais para a gestão de fornecedores, que auxiliam o setor de compras a identificar parceiros com estratégias mais vantajosas, essenciais para criar uma proposta com o melhor custo-benefício na hora da negociação.

A começar pela consulta automatizada de dados públicos, que utiliza bots inteligentes e machine learning para levantar dados e documentos para a análise de compliance a partir do CNPJ da empresa, garantindo um ganho de tempo crucial para formação da rede de fornecedores.

Veja como funciona. Preencha o formulário abaixo e receba gratuitamente um diagnóstico de CNPJ:

Leo Cavalcanti

Leo Cavalcanti

Advogado, especialista em Planejamento Tributário e Finanças, soma mais de 05 anos de experiência com rotinas de auditoria empresarial e tributária, além de conhecimento em controladoria e práticas de departamento jurídico corporativo. Atualmente é CEO e um dos co-fundadores da Linkana.