Saiba como implementar uma logística de suprimentos eficaz em 5 passos

A sua empresa tem uma logística de suprimentos bem estruturada e implementada? Esse processo, que faz parte da supply chain management, é essencial para a eficiência da produção, para o aumento da produtividade das equipes envolvidas e para a redução de custos no planejamento de compras. 

Ela impacta diretamente no dia a dia de todo tipo de negócio, desde o pequeno empreendimento até as grandes corporações, por abranger a relação direta com fabricantes, transportadores e clientes. Por conta disso, ela não deve ser negligenciada e precisa ser muito bem organizada. 

Entenda em detalhes o que é a logística de suprimentos e aprenda 5 passos para colocá-la em prática de maneira eficaz na sua organização. 

O que é a logística de suprimentos?

O conceito de logística de suprimentos indica um processo que envolve a aquisição, o transporte e o armazenamento adequado de matérias-primas ou insumos necessários para a operação da sua companhia.

Para entender adequadamente o seu papel, é interessante compreender a distinção entre:

  • matéria-prima: todo material que sofre alteração para ser transformado em um produto;
  • insumo: cada componente utilizado na produção de mercadorias. Isso pode ser um material, uma máquina ou um equipamento.

Portanto, o seu principal objetivo é atender as necessidades práticas para a operação, garantindo a integridade dos produtos e os devidos prazos de entrega para os clientes. Ou seja, ela está presente desde o momento em que a sua organização planeja as compras até a venda final para o consumidor, fazendo parte de toda a cadeia logística. 

Por conta disso, a logística e a cadeia de suprimentos têm uma relação direta, pois a primeira é responsável por gerenciar e planejar a aquisição de itens necessários para a atividade empresarial, tendo uma importância estratégica para a segunda

Os prejuízos que podem ocorrer caso a logística de suprimentos seja má administrada são: 

  • paralisação na produção;
  • escassez de mercadorias para vendas;
  • necessidade de compras emergenciais gerando custos extras;
  • atrasos nas entregas. 

Em contrapartida, os benefícios que uma logística de suprimentos eficaz traz são os seguintes: 

  • processos melhores estruturados;
  • setores mais ágeis;
  • redução de custos, por meio de um bom relacionamento com fornecedores;
  • otimização dos recursos, devido ao aprimoramento da estruturação dos processos e da prevenção de falhas na produção;
  • diminuição de perdas materiais;
  • aumento da produtividade por meio da sincronia entre os setores.

5 passos para implementar uma logística de suprimentos eficaz

A sua empresa com certeza já tem uma logística de suprimentos, mas ela é de fato eficaz e mantém em sintonia todos os setores que fazem parte dela?

Pensando nisso, separamos 5 passos para implementá-la de maneira ágil e eficiente. 

1 – Mapeamento e planejamento dos processos

O primeiro passo é o mapeamento dos processos já realizados dentro da organização, da aquisição das mercadorias até a entrega. O objetivo é entender os pontos fortes e fracos desse caminho, para então planejar uma logística de suprimentos mais efetiva.

Mapeie as atividades e o fluxo de trabalho relacionado às compras, produção, despacho de mercadorias, para então identificar os gargalos.

Assim, a sua instituição conseguirá fazer um melhor planejamento de aquisições e saberá identificar a quantidade de insumos e matérias-primas necessárias, otimizando a utilização destes e evitando futuros prejuízos.

2 – Escolha de tecnologias e metodologias adequadas para o controle do estoque

Para o fluxo logístico estar em perfeita sintonia, é indispensável escolher as tecnologias e metodologias adequadas para o controle do estoque e da cadeia de abastecimento.

Uma metodologia comumente aplicada é a just in time, que significa ter o produto certo, na quantidade ideal, na hora exata. Na prática, ela permite manter um volume de estoque mais baixo e programar a aquisição de novos itens apenas quando há demanda da produção ou entrega. 

Já as tecnologias podem ser usadas para rastrear o suprimento em estoque e automatizar tarefas manuais. Assim, você pode aperfeiçoar o fluxo de comunicação, gerar dados mais precisos e aumentar a assertividade das decisões.

Quando os colaboradores passam muito tempo realizando tarefas manuais que poderiam ser automatizadas, a sua empresa perde tempo, aumenta a chance de erros e não tem estratégias tão satisfatórias. Por isso, é interessante automatizar o que for possível dentro da cadeia logística.

3 – Treinamento dos colaboradores

A integração entre as equipes implicadas na logística de suprimentos é vital para o sucesso dessa estratégia.

Integre as informações por meio de softwares de gestão e invista na padronização de ações e políticas internas. Além disso, tenha um fluxo de trabalho muito bem documentado para que os colaboradores tenham autonomia na tomada de decisões.

Por fim, invista em treinamentos das equipes para aumentar a eficiência dos agentes e manter todos bem informados sobre os processos em andamento.

4 – Seleção de bons fornecedores

Os fornecedores são os maiores aliados de uma estrutura enxuta e para colocar a metodologia just in time em prática na logística de abastecimento. 

Para isso, é fundamental contar com parceiros comerciais confiáveis e criar uma relação próxima, com o intuito de negociar prazos e as condições de negócio, sincronizar demandas e evitar atrasos e problemas.

Essa boa relação e consequente fidelização de fornecedores tem como objetivo gerar um impacto positivo na logística de suprimentos e é indispensável para uma boa gestão de recursos.

Para selecionar os melhores fornecedores, a sua empresa conta com o software da Linkana, que automatiza o cadastro, a qualificação e a homologação de empresas terceirizadas. 

A Nivea, por exemplo, reduziu em 65% o tempo de homologação dos fornecedores, aumentou em 70% a volumetria de informações coletadas sobre os parceiros comerciais e zerou as inconsistências nos dados levantados utilizando a Linkana.

Quer ter essa experiência na sua instituição? Agende uma demonstração gratuita do software da Linkana. 

5 – Acompanhamento de indicadores para avaliar o desempenho

Por último, o sucesso de qualquer estratégia interna depende do monitoramento das ações e isso pode ser feito por meio do estabelecimento de KPIs (indicadores) adequados à logística de suprimentos.

Priorize métricas de fidelização dos consumidores, por meio de pesquisas como a de satisfação dos clientes e o uso do NPS.

Assim, a sua empresa conseguirá fazer análises constantes e promover as melhorias necessárias a partir das demandas levantadas pelos consumidores. Também será possível avaliar e identificar períodos em que as vendas são maiores ou menores, para adequar o estoque.

Como otimizar a sua logística de suprimentos?

Ao implementar e saber como otimizar a sua logística de suprimentos, a instituição tem inúmeros benefícios, como os listados no começo do texto. 

A maneira ideal de fazer isso, é estreitando a relação com os fornecedores, afinal, eles são parte crucial da cadeia logística.  

Por meio de um relacionamento fortalecido, a sua empresa consegue melhores condições de negociação e garante o uso de metodologias efetivas como a just in time

Mas para isso, é preciso fazer negócios com os parceiros comerciais mais confiáveis do mercado. A sua instituição já faz isso? Nessa empreitada, você pode contar com o software de e-procurement da Linkana. Ele agiliza e torna mais eficiente todo o processo de cadastro, qualificação, homologação e monitoramento dos fornecedores. 

Além de realizar consultas públicas e emissão de certidões corporativas dos fornecedores, ele também efetua o monitoramento de dados, armazenamento em nuvem e alerta de inconsistências e irregularidades nas operações. 

Dessa forma, o gerenciamento da sua logística de suprimentos se torna ainda mais eficiente! Fale com um de nossos especialistas e veja como o seu negócio pode se beneficiar do nosso software. 

Leo Cavalcanti

Leo Cavalcanti

Advogado, especialista em Planejamento Tributário e Finanças, soma mais de 05 anos de experiência com rotinas de auditoria empresarial e tributária, além de conhecimento em controladoria e práticas de departamento jurídico corporativo. Atualmente é CEO e um dos co-fundadores da Linkana.