Resources

Compras

Compras

Compras

Sourcing x procurement: qual a diferença entre eles? Entenda!

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

May 23, 2022

May 23, 2022

May 23, 2022

O setor de compras possui um papel fundamental nos resultados financeiros do negócio. Mas, para que ele funcione de forma estratégica, é necessário coordenar as áreas de sourcing e procurement.

Elas possuem responsabilidades e processos diferentes, que, na verdade, se complementam. Todo o ciclo de compras precisa estar alinhado para garantir a eficiência de todas as operações relacionadas a fornecedores.

Para garantir a excelência no setor de compras da sua empresa, aprenda agora qual é a diferença entre sourcing x procurement e a importância das técnicas e ferramentas de cada um deles. Boa leitura!

O que é procurement?

Procurement significa adquirir. No meio corporativo, é a maneira estratégica de enxergar o processo de compras e aquisições, que envolvem diversas atividades para garantir uma perfeita gestão dos recursos externos que uma empresa precisa para funcionar.

Por meio de sistemas e processos, a área de procurement busca organizar e padronizar informações e ainda analisar métricas para tornar as decisões de fornecimento melhores e mais assertivas.

O procurement é também o responsável pelo bom relacionamento com os fornecedores, já que ele é quem realiza os processos de registro de compra e do histórico do fornecedor, além de analisar fatores das empresas terceirizadas que contribuam para a vantagem competitiva do negócio.

Ele realiza a gestão financeira das transações com fornecedores, analisando, por exemplo, a qualidade de entrega, a variação de preços e ainda a quantidade de compras por períodos de sazonalidade.

Entenda melhor sobre essas funções do procurement no setor de compras.

Registro de compras

A maior diferença entre sourcing x procurement é que o procurement gerencia as transações realizadas com os fornecedores. Registrando, portanto, todos os pedidos e o histórico de operações com esses parceiros.

A partir do registro de compras e de contratos, que o procurement avalia a quantidade comprada a cada mês ou estação do ano, variações de preços e qualidade das entregas.

Esse processo deve ser feito por meio de sistemas inteligentes que integrem dados e forneçam indicadores de desempenho. O trabalho fica muito mais rápido e estratégico.

Recebimento de pedidos

Como que o procurement consegue analisar métricas da qualidade de entrega dos fornecedores? É ele quem recebe os pedidos realizados e confere se estão dentro dos critérios estipulados por contrato.

Como a quantidade, a qualidade, os extravios e o cumprimento de prazos. Mais uma vez, o uso de ferramentas digitais contribui para a excelência desse processo.

Pois, além de coletar e conectar dados, o sistema consegue analisar se houve o cumprimento de todos os requisitos determinados nos contratos.


Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

Análise de fatores externos

Outra função do procurement é avaliar alguns aspectos dos fornecedores que ajudem a melhorar a competitividade corporativa. Quanto mais seus fornecedores adotarem processos sustentáveis, melhor será a reputação da empresa que vende os produtos e os serviços para os clientes finais.

Mas, quais são esses requisitos? Confira:

  • ambientais: o fornecedor possui tecnologia verde, economiza recursos naturais e reduz o seu impacto no meio ambiente? Quais são as regras de sustentabilidade determinadas pela empresa ao contratar empresas terceirizadas?;

  • sociais: qual o impacto social que o fornecedor tem na comunidade que se relaciona? Como o parceiro reduz o impacto social, como excesso de barulho no local da sua fábrica? Quais são as condições de trabalho oferecidas aos seus colaboradores? Quais são as normas de segurança adotadas?;

  • tecnológicos: seu fornecedor utiliza softwares que integrem dados com as empresas compradoras? 

Ou seja, a maior diferença entre sourcing x procurement é a quantidade de ações realizadas por cada um deles. O procurement tem uma visão geral e mais estratégica da logística de forma mais ampla. Ele estabelece regras entre a relação da empresa com os fornecedores.

E essas regras incluem todos os processos, que vão desde a elaboração de contratos até ao recebimento de pedidos. Entre outras responsabilidades do setor, destacamos mais algumas:

  • criação de mecanismos flexíveis para contratos;

  • padronização de processos para garantir um ciclo de compras eficiente e coordenado.

Leia mais: O que é e-procurement? Vale a pena adotá-lo em sua empresa?

O que é sourcing?

A distinção entre sourcing x procurement, como falamos acima, é que o procurement tem uma visão mais ampla da cadeia de suprimentos. Já o sourcing analisa aspectos mais pontuais, que também são fundamentais para o bom funcionamento da supply chain

Ele pesquisa, avalia, negocia e contrata fornecedores. É essa área que garante compras vantajosas para a empresa com foco em atender também às necessidades dos terceirizados. Isto é, o sourcing busca:

  • redução de custos;

  • agilidade no processo de compra;

  • diversidade de propostas e orçamentos;

  • compras assertivas com a demanda do negócio.

O sourcing é o responsável por todos os elos da cadeia de aquisição de insumos e matérias-primas. Ele garante o funcionamento da empresa, sem atrasos na produção e na entrega para o cliente final.

Veja quais ações e atividades incluem a estratégia de sourcing:

  • pesquisa e análise de fornecedores;

  • avaliação das propostas recebidas com base nas regras estipuladas pelo procurement;

  • busca por tendências do segmento de atuação da empresa;

  • negociação com fornecedores.

Continue aprendendo: Etapas de strategic sourcing: evite 4 erros na implementação em sua empresa

Sourcing x procurement

Percebeu quais são as funções e as diferenças entre as áreas de sourcing x procurement? Uma tem o foco mais reduzido e a outra, mais amplo. Por isso, esses dois conceitos se complementam.

Para que as operações de sourcing sejam colocadas em prática, é preciso entender quais foram as regras e os limites determinados pelo procurement. Com o alinhamento estratégico entre o sourcing e procurement, a empresa só tem a ganhar.

Todos os profissionais envolvidos nos processos da cadeia de suprimentos se comprometem a encontrar parceiros qualificados, acompanhar a qualidade das entregas e analisar métricas de desempenho para tornar o setor de compras ainda mais estratégico.

Todas as responsabilidades de sourcing e procurement podem ser otimizadas e potencializadas com o uso de sistemas tecnológicos. Por exemplo, o sourcing pode adotar recursos que recebam propostas de fornecedores a fim de encontrar as melhores cotações do mercado.

Já o procurement pode implementar softwares que façam a armazenagem de contratos e documentos e acompanhem todas as etapas do fornecimento.

Gostou de aprender a diferença entre sourcing x procurement? Percebeu que quando essas áreas estão harmonizadas, a empresa consegue reduzir custos, melhorar e agilizar processos e garantir a satisfação do cliente final?

Aproveite para começar a digitalizar todos os processos de sourcing e procurement com a Linkana. Preencha o formulário abaixo e entenda como nossa solução pode ajudar sua empresa tomar mais decisões de fornecimentos inteligentes e orientadas a dados:

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market