Resources

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Vendor Management Office (VMO): o que é e como pode ajudar a sua empresa?

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

November 8, 2022

November 8, 2022

November 8, 2022

Vendor Management Office, ou simplesmente VMO, é uma unidade dentro de uma empresa que tem por objetivo verificar e melhorar as ações estratégicas do negócio, e diminuir os riscos que podem surgir com a contratação de fornecedores e prestadores de serviço terceirizados.

Em outras palavras, essa estrutura tem como foco gerenciar o valor da companhia, de modo que isso aprimore os resultados e reduza custos, entre outros resultados positivos relacionados.

O conceito de VMO é aplicável a diversos departamentos de uma empresa, tais como jurídico, segurança da informação, tecnologia, cadeia de suprimentos, entre outros.

No setor de compras e procurement, especificamente, uma das práticas de Vendor Management Office que pode ser aplicada é a strategic sourcing, que consiste em uma estratégia de aquisição mais técnica, que pondera sobre a complexidade do processo de compras e o impacto que os produtos e/ou serviços adquiridos geram para a empresa.

Ou seja, o VMO é uma forma de alinhar os interesses e as metas da empresa às suas ações, especialmente no que se refere à gestão de fornecedores.

Mas de qual maneira uma estrutura de Vendor Management Office pode ser montada? Siga a leitura deste artigo e confira agora essas e outras respostas sobre o tema.

O que é Vendor Management Office (VMO)?

Vendor Management Office (VMO) pode ser definido com um "escritório de gestão de fornecedores". Consiste em uma estrutura organizacional interna responsável por avaliar fornecedores de produtos e/ou serviços, supervisionar as interações e gerenciar os relacionamentos com esses parceiros.

Na prática, não se trata de identificar, qualificar e contratar fornecedores. Ou seja, não cabe a essa unidade fazer a homologação de fornecedores. O foco de atuação dos profissionais que compõem o VMO é gerar mais valor para a empresa, por meio de um alinhamento mais estratégico entre ações e objetivos.

Por exemplo, por meio da estruturação do VMO em uma empresa é possível encontrar maneiras de diminuir os riscos característicos relacionados aos fornecedores. Esse cenário inclui questões como:


  • negociação com fornecedores;


  • avaliação do tempo de duração do contrato;


  • controle de qualidade dos insumos e/ou serviços que estão sendo entregues;



Dica de leitura: "4 estratégias para fazer uma redução de gastos em compras e aumentar o faturamento da empresa"



Como o Vendor Management Office é estruturado?

O Vendor Management Office é estruturado em quatro pilares, que são:


  • governança;


  • pessoas e estrutura;


  • processos e ferramentas;


  • analytics e tendências.


Governança

O pilar governança no VMO tem por objetivo definir responsabilidades internas e internas no que se refere ao relacionamento com fornecedores. A ideia é, com essa abordagem, diminuir os riscos, melhorar a performance desses parceiros e garantir que a empresa esteja em compliance.

Além desses pontos, a parte de governança no VMO também tem como meta:


  • assegurar um engajamento colaborativos entre os envolvidos na cadeia de suprimentos;


  • buscar e sugerir inovações que ajudem a alcançar os resultados pretendidos;


  • alinhar os processos de contratação de fornecedores às políticas de risco da empresa para mitigar possíveis danos;


  • garantir que o portfólio de fornecedores contribua para o crescimento do negócio, impactando positivamente em pontos como aumento da lucratividade e vantagem competitiva;


  • formar comitês estratégicos e táticos que colaborem para a obtenção de mais e melhores resultados.


Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

Pessoas e estrutura

Este pilar chama a atenção para os skills que são necessário para atingir o sucesso com VMO, que são:


  • relacionamento;


  • reporte gerencial;


  • gestão de riscos;


  • contratos;


  • colaboração;


  • conhecimento técnico;


  • conhecimento em analytics;


  • direcionamento de resultados;


  • foco no cliente.


A formatação do dessa base do VMO pode ser centralizada, a qual comumente está sob o comando de executivos, ou descentralizada, com separação de responsabilidade e de resposta à superiores.

Processos e ferramentas

O objetivo deste pilar é identificar recursos que ajudem a gerar dados de qualidade, em pouco tempo, para servirem de base para tomadas de decisão. Dashboards automatizados e que possam ser acessados de dispositivos móveis são bem-vindos e facilitam alcançar esse objetivo.

No que se refere aos processos, a intenção é que eles sejam flexíveis e cada vez mais ágeis e dinâmicos. Paralelamente a isso, devem contribuir para mitigar os riscos característicos da contratação de fornecedores, e para alinhar a atuação desses parceiros aos resultados que o negócio quer atingir em curto, médio e longo prazo.

Não deixe de ler este artigo: "Como usar a tomada de decisão baseada em dados na sua empresa e ter resultados satisfatórios?"

Analytics e tendências

Este pilar remete à necessidade de usar bases de dados e informações externas para contribuir com as tomadas de decisão, conforme aumenta o nível de maturidade do VMO da empresa.

Por meio de fontes confiáveis, a ideia é cruzar dados internos e externos, para que seja possível gerar insights mais embasados que resultem em decisões mais estratégicas.

Mas, para isso, é bem importante utilizar bases de informações que se atualizam online e que possam ser atreladas às que são geradas internamente pela companhia.

Qual software pode melhorar a gestão de fornecedores?

Aprimorar a governança, gerar dados confiáveis e em tempo real, otimizar e automatizar processos. Esses e outros pontos necessários para a estruturação de um VMO na sua empresa você encontra na solução da Linkana!

A Linkana é o primeiro e maior software de gestão de fornecedores em rede. Nossa base de dados de perfis compartilhados permite que compradores analisem fornecedores ativos e novos em alguns cliques. 

Com isso, criamos e geramos valor com insights de informações comerciais, de risco, qualidade e diversidade, utilizados em processos de cadastro, onboarding, sourcing e análise de spend.

No sistema da Linkana você encontra as seguintes funcionalidades:









Somos o #SRMDoFuturo, feito para o #CompradorDoFuturo

Para levar a solução da Linkana para a sua empresa, basta preencher o formulário abaixo agora mesmo!


Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market