Como usar a tomada de decisão baseada em dados na sua empresa e ter resultados satisfatórios?

A tomada de decisão baseada em dados se tornou uma prática corriqueira nas empresas. Esse tipo de atitude, também conhecida como cultura data driven, fortalece as estratégias, facilitando para firmar negociações e resultados mais assertivos.

Bons gestores utilizam informações precisas para criar soluções benéficas à empresa, aos clientes e funcionários. Afinal de contas, viver de achismo não é uma saída palpável, tornando-se um agravante para o andamento de qualquer negócio. 

Mas como tomar decisões baseadas em dados? Ao longo deste artigo vamos mostrar a importância desse método e como aplicar no dia a dia.

Qual a importância da tomada de decisão baseada em dados?

As decisões baseadas em dados têm como premissa colher informações verificáveis que possam ser avaliadas pelo gestor. Isso mostra que as empresas não dependem somente de colaboradores capacitados para identificar os números e estatísticas, e interpretá-los.

Atualmente os próprios executivos e profissionais conseguem avaliar esses indicadores com a ajuda de plataformas apropriadas.

Os dados inteligentes entregam conteúdos assertivos, com menor possibilidade de erros do que a intuição. De certa forma, as decisões baseadas em dados são racionais e objetivas, elas independem de emoções, por isso, têm maior poder de persuasão, apresentando realmente o que acontece em determinado momento.

Outro ponto é que os dados são benéficos porque trazem um turbilhão de oportunidades para qualquer negócio, como, criar novos ramos, geração de receita, previsão de tendências futuras, produção de insights, e muito mais.

O mundo digital segue em extrema evolução, e poder aproveitar os dados só reforça a importância da tecnologia. Desse modo, é possível evoluir e conquistar o melhor lugar de forma segura e ágil.

Logo, a tomada de decisão baseada em dados é fundamental para que qualquer projeto se desenvolva a partir do planejamento. Essas análises possibilitam que as escolhas sejam realizadas de forma concreta, e não por impressões, em muitos casos, infundadas e rasas.

Como são as decisões baseadas em dados no mundo?

Um relatório de 2020 feito por Capgemini Research Institute intitulado “The data-powered enterprise: Why organizations must strengthen their data mastery” (Empresa movida a dados: por que as organizações devem fortalecer seu domínio de dados”) comprovou que empresas que se baseiam em dados obtém 70% mais receita por funcionário e 22% mais lucros.

Outros dados da pesquisa também são bastante relevantes. Confira:

  • 50% das organizações colocam os dados como prioridade para a tomada de decisões;
  • a tomada de decisão baseada em dados é mais relevante nos Estados Unidos (77%), seguido de Alemanha (69%) e Reino Unido (69%);
  • em segmentos setoriais, os bancos (65%) e corretora de seguros (55%) são os que mais investem na metodologia;
  • 51% das empresas ainda utilizam dados históricos;
  • 23% usam abordagens preditivas, ou seja, a utilização de dados tendenciosos.

Como tomar decisões baseadas em dados?

Confira algumas dicas simples para você avaliar porque vale a pena implementar a tomada de decisões baseada em dados.

Identifique o problema

Você já passou por uma situação em que tentava resolver determinado problema, porém nunca achava a solução ideal e, mesmo assim, continuava insistindo em tal direcionamento?

Isso é mais comum do que se imagina.

Para fugir desse círculo vicioso, a tomada de decisão baseada em dados foca no conhecimento do problema, usando as informações necessárias para achar a maneira mais adequada de solucionar o caso.

Estabeleça indicadores

Após identificar o problema, definir indicadores é um passo que irá direcioná-lo a decisões mais concretas. Para isso, é importante você se autoquestionar fazendo as seguintes perguntas:

  • O que devo avaliar para resolver o meu problema?;
  • Como vou mapear?;
  • O quanto um dado é essencial para me ajudar?

Agrupe informações

Nem sempre os gestores terão tempo para coletar e agrupar os dados manualmente. Por isso, implementar ou contratar ferramentas especializadas que classifiquem os dados de forma padrão pode ser uma ótima saída.

Que software usar para a tomada de decisão?

Um software confiável tem como benefício monitorar as atividades de uma empresa apresentando indicadores em tempo real.

Por isso, plataformas desse tipo utilizam o modelo de tomada de decisão baseada em dados, o que facilita a vida dos gestores e equipe para alcançar os resultados esperados.

A Linkana, por exemplo, é uma plataforma de e-procurement que processa dados para oferecer as recomendações para tomada de decisões de aprovação de fornecedores.

Nosso objetivo é diminuir riscos, agilizar a pesquisa de fornecedores e garantir que eles não ofereçam ameaças à imagem e operação da sua empresa.

Nesse sentido, para você tomar decisões mais assertivas sobre os fornecedores, acompanhando a evolução de suas metas de gastos de maneira automática, use a plataforma de Spend Analysis da Linkana. Nós entregamos relatórios personalizados cruzando gastos de fornecimento com nosso poderoso banco de dados de perfis de fornecedores. Vai ficar de fora?

Preencha o formulário abaixo para que possamos te ajudar com as decisões de fornecimento da sua empresa: 

Leo Cavalcanti

Leo Cavalcanti

Advogado, especialista em Planejamento Tributário e Finanças, soma mais de 05 anos de experiência com rotinas de auditoria empresarial e tributária, além de conhecimento em controladoria e práticas de departamento jurídico corporativo. Atualmente é CEO e um dos co-fundadores da Linkana.
logo linkana

Ferramenta

Consulta de CNPJ

Encontre o CNPJ e mais 10 outros dados de fornecedores em segundos.

logo linkana

Podcast

Procurement Hero

Líderes e referências do mercado de procurement batem um papo sobre tecnologia, dados e tendências.

logo linkana

Ebook

Gestão de Fornecedores

Descubra como fazer um gestão de fornecedores inteligente e guiada por dados na sua empresa!