Resources

Compras

Compras

Compras

9 tendências de procurement para 2023 do ponto de vista de especialistas

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

October 22, 2022

October 22, 2022

October 22, 2022

Os últimos anos foram marcados por mudanças significativas na vida de todos e também nas rotinas e formas de trabalhar de empresas dos mais variados segmentos ao redor do mundo.

Por exemplo, a cadeia de suprimentos na pandemia foi fortemente impactada devido a questões como:

  • aumento ou a diminuição da demanda;


  • déficit de mão de obra (funcionários afastados por conta da doença);


  • dificuldade de cumprimento de prazos de entrega;


  • quantidade de terceiros que fecharam definitivamente as portas.


O fato é que, ainda que esse período tenha sido repleto de desafios, muitos aprendizados foram colhidos, os quais agora ajudam a definir  as tendências de procurement para 2023, visto que todos os setores estão em um processo muito mais claro de retomada econômica.

Para saber o que podemos esperar do futuro do procurement, a Linkana entrevistou grandes especialistas do segmento. Eles trouxeram seus pontos de vista sobre o rumo da área e deram dicas bem bacanas para os gestores  do segmento. 

Siga a leitura deste artigo e confira tudo o que está por vir para os setores de compras e procurement no próximo ano. 

Quais são as principais tendências de procurement para 2023?

Do ponto de vista dos nossos entrevistados, as nove principais tendências de procurement para 2023 são:

  • chegada da era do ecossistema;



  • uso maior de dados analíticos para tomadas de decisão;


  • busca de um crescimento sustentável para o negócio;


  • adoção de práticas sustentáveis ao longo da cadeia de suprimentos;


  • implementação de um modelo de gestão mais eficiente e flexível;


  • maior contratação de fornecedores diversos;


  • discussão de planos conjuntos de retomada focado em cash in e cash out;


  • aplicação do uso de boas práticas de ESG;


  • aumento do engajamento dos profissionais dessa área.


Era do ecossistema

Da Linkana trouxemos a opinião do CEO Leo Cavalcanti, que acredita que a principal tendência de procurement para 2023 é a chegada do que ele chama de "era de ecossistema", que muda a maneira como as companhias enxergam os sistema voltados para essa área.

"A era de 'ecossistema' já aconteceu em outros segmentos. Essa visão faria com que as empresas e organizações de compras abandonassem uma percepção antiga dominante de grandes sistemas de gestão e seus silos de informação, direcionando seu processo de transformação digital para soluções modernas focadas em boa governança e compartilhamento de dados".

Dados analíticos e crescimento sustentável

Para Douglas Marques Ferreira, CEO do Café com Comprador, plataforma de mídia colaborativa com canais de conteúdo, relacionamento e negócios, as duas principais tendências de procurement para 2023 são o uso amplificado de dados analíticos e a busca por um crescimento sustentável.

"As empresas terão que adotar ferramentas para avaliar dados, e por consequência disso, tomar decisões mais rápidas e assertivas.

Quanto ao crescimento sustentável, me refiro à sustentabilidade de negócio, crescer com foco, com honestidade, com respeito, com processo e com estratégia, garantirá mais tempo de vida às empresas. Agora, quem cresce desrespeitando algum elemento desse ecossistema, pode e vai cair no dia ou no ano seguinte".

Sustentabilidade e novo modelo de gestão

Já para Ernandes de Castro, Diretor de Suprimentos da Lock Engenharia, empresa da área de construção civil, há outras duas significativas tendências de procurement para 2023.

"Além de reforçar as pautas voltadas para práticas sustentáveis ao longo da cadeia, temas cada vez mais presentes nas agendas dos executivos de suprimentos, acredito também que muitas organizações de compras deverão se voltar novamente para os seus processos internos e em como eles se conectam com a sua cadeia de fornecedores.

Entender se o modelo de gestão é eficiente e flexível o suficiente para se adaptar a demandas que possam surgir, considerando um ambiente de negócios cada vez mais desafiador e instável, será crucial. 

Processos eficientes, integrados, suportados por uma plataforma tecnológica que de fato otimize a gestão, que entregue automatização e produtividade, além de uma base de informações íntegra e consistente para tomada de decisão e gerenciamento de riscos, serão fatores mandatórios para os tempos difíceis que ainda virão pela frente.

As organizações de suprimentos que conseguirem, de fato, se tornarem "data driven", que tenham dados que suportem a estratégia e a tomada de decisão, e não apenas indicadores operacionais, serão as mais estratégicas para a organização.

Não será mais suficiente saber quantos pedidos de compras são gerados por comprador, mas, sim, o quanto esses pedidos de compras contribuíram para a sustentabilidade e inovação, o quanto a cadeia é resiliente, quem são seus fornecedores, que riscos e oportunidades eles trazem".



Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.


Fornecedores diversos 

Ian Nunjara, especialista em ESG no Nubank e Fundador do Instituto Black Office, trouxe outra visão sobre tendências de procurement para 2023 que agrega às que acabamos de comentar. 

Na verdade, trata-se de um tema  que já está sendo trabalhado pelas empresas, mas que, ao que tudo indica, terá mais evidência no próximo ano, que é a diversidade de fornecedores na cadeia de compras.

"Como tendência para área, entendo que é um setor que, enquanto pessoas, vai se tornar mais diverso e um tanto quanto menos processual e burocrático. Hoje, temos muitas ferramentas que facilitam e potencializam o trabalho de procurement.

E sobre focar, acredito que as empresas se focarão cada vez mais em fornecedores diversos e diferentes, porque primeiro, querem fazer e falar sobre diversidade. Segundo porque é uma oportunidade de aumentar a performance e, muitas vezes, encontrar melhores preços. Terceiro, é um movimento sem volta. 

Ou seja, ter empresas mais conscientes, inclusive, pensando na cadeia de fornecedores, é uma vantagem competitiva!"


Cash in e cash out

Jamil Syrio, Partner | Head of Procurement na XP Inc, traz um apontamento que faz paralelo com o que comentamos logo na abertura deste artigo. 

"Podemos dizer que superamos o período de pandemia e, por mais que a Covid-19 continue presente, ela está em um ritmo menor e desacelerado. 

Entretanto, a consequência das ações tomadas impactou quase todas as indústrias, gerando uma demanda reprimida e uma falta de oferta que resultou na disparada de preços, em todo o mundo. 

Por conta disso, muito se discutiu sobre soluções alternativas, métodos ou metodologias para alavancar saving ou eficiência, estudo de logística e supply chain, formas diferentes de se fazer, avaliação mais precisa e minuciosa do 'nice to have' e 'must to have''. 

Mas, na minha opinião, discutiu-se pouco sobre planos conjuntos de retomada focado em 'cash in' e 'cash out', que é tendência  não somente para o próximo ano, mas para os que vierem depois

Qual o plano de conversão de fornecedor em cliente? Quais são as linhas desenvolvidas por procurement para micro, pequenos e médios fornecedores que permitem a continuidade, crescimento e margens saudáveis, mas gerando resultado para ambas as pontas? 

Esse é um tema muito amplo, pouco discutido, mas que permite pensarmos fora o core business da área e mais sobre o TCO exato, dado que ignoramos somente a variável de custo, despesa e retorno sobre o investimento, mas alavancas de resultados gerado e capturado ‘on top’ ao projetado em uma linha até então pouco explorada.

Vejo painéis de metas de CPOs com complexidades absurdas que fogem a um conceito  simples do básico bem-feito. 

Precisamos, enquanto companhia, de forma simplista, aumentar receita, reduzir despesas, ampliar margem — o saving deve ser calculado de acordo com o que o CFO enxerga no P&L e, voltando ao que descrevi acima, como que nós, enquanto área que se relaciona com milhares de fornecedores, temos alavancas para abordar os três temas e criamos uma tríade sustentável de fornecedor, parceiro e cliente".

Boas práticas de ESG

Já para Murilo Benjamin, Gerente de Excelência de Supply Chain da Comgás, o futuro de procurement contempla a amplificação de boas práticas de ESG, as quais devem ser  melhor exploradas no próximo ano.

"É uma agenda horizontal e procurement precisa assumir sua responsabilidade para com ela. Somos responsáveis pela qualidade do material e serviço que contratamos e pelos parceiros que fazem parte da nossa operação. Logo, somos também responsáveis pelo impacto de nossa base de fornecedores e por todo o contexto que circunda aquele material, serviço e parceiro até chegar a nós".

Aumentar o engajamento dos profissionais da área 

Para Thaís Silva, Sourcing Specialist e Supplier Diversity da Meta, o futuro do procurement está em: 

"Garantir o engajamento de clientes internos nos processos de compras, por meio de uma comunicação clara de políticas e dos ganhos ao se assumir que as aquisições devem ser sempre executadas de forma consciente e sustentável.

Além disso, cabe à área de procurement não somente se comprometer a encontrar bons fornecedores, mas também avaliar as empresas e manter um processo de recomendação que facilite o acesso no momento da tomada de decisão e escolha por serviços e produtos".

Como implementar essas tendências no seu negócio?

Para trazer todas as tendências que os especialistas citaram para o seu negócio, a utilização das ferramentas certas é fundamental. 

Afinal, seja para uma tomada de decisão baseada em dados, para identificar fornecedores diversos, ou fazer um gerenciamento mais sustentável da cadeia de suprimentos, um sistema próprio para a gestão de fornecedores faz toda a diferença.

A Linkana é o primeiro e maior software de gestão de fornecedores em rede. Nossa base de dados de perfis compartilhados permite que compradores analisem fornecedores ativos e novos em alguns cliques. 

Com isso, criamos e geramos valor com insights de informações comerciais, de risco, qualidade e diversidade, utilizados em processos de cadastro, onboarding, sourcing e análise de spend.

Somos o #SRMDoFuturo, feito para o #CompradorDoFuturo

Não espere para 2023. Preencha agora mesmo o formulário abaixo e tenha a solução da Linkana na sua empresa!


Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market