Resources

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Inteligência Artificial Generativa: como funciona em procurement?

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

May 11, 2023

May 11, 2023

May 11, 2023

Inteligência Artificial Generativa é um tipo de IA que tem a capacidade de criar algo novo e inédito a partir de grupos de informações e dados preexistentes.

Nos últimos tempos, um dos tipos de Inteligência Artificial Generativa que ganharam  muita popularidade e adeptos foi o ChatGPT, chatbot desenvolvido pela empresa OpenAI que tem a habilidade de criar histórias, responder perguntas, resolver problemas matemáticos e muito mais.

O sucesso dessa ferramenta foi tanto que, apenas dois meses após seu lançamento, o ChatGPT já tinha atingido a marca de 100 milhões de usuários ativos, segundo publicação da Forbes.

Somente para você ter uma ideia do potencial desse número, a mesma reportagem destacou que o TikTok levou, aproximadamente, nove meses para alcançar essa quantidade, e o Instagram, dois anos e meio — lembrando que essas são duas das maiores redes sociais do mundo na atualidade.

Então, se a adesão ao ChatGPT foi tão expressiva e rápida, esse é um indício de que a IA Generativa tem vantagens e entrega soluções que as outras categorias de Inteligência Artificial não fornecem, concorda?

Trazendo esse contexto para a área de procurement, de quais maneiras essa tecnologia poderia ser aplicada? 

É justamente sobre isso que falaremos neste artigo. Por isso, siga a leitura deste artigo e confira tudo sobre esse tema agora mesmo!

O que é Inteligência Artificial Generativa? 

A Inteligência Artificial Generativa é uma categoria de IA capaz de criar diversos itens exclusivos e originais, sem repeti-los, a partir de conjuntos de dados e informações já existentes.

Explicando de outro modo, a IA Generativa, como também pode ser chamada, gera novas peças (que podem ser textos, imagens, vídeos, músicas, entre diversos outros) tomando como base grandes bases de dados usados para "ensinar" essa tecnologia a construir itens únicos, os quais, por sua vez, geram novos dados.

No meio corporativo, essa tecnologia pode ser utilizada em inúmeras atividades, tais como:


  • automatizar tarefas repetitivas;


  • realizar análise de dados;


  • ajudar no desenvolvimento de soluções;


  • reduzir o tempo gasto para criação de projetos, entre outras. 


Como funciona a IA Generativa?

A IA Generativa funciona a partir das redes neurais generativas adversativas — GANs, na abreviação do termo em inglês — que são recursos tecnológicos capazes de aprender algo e, com base nesse aprendizado, gerar novos dados.

Para isso, são usados dois tipos de redes neurais: a geradora e a discriminadora. A primeira tem a capacidade de criar dados, enquanto a segunda consegue avaliar os dados gerados pela anterior.

Assim, as redes neurais geradoras e discriminadas trabalham por ciclos, da seguinte forma:


  • a rede geradora cria os itens, que são melhorados com base na avaliação feita pela rede discriminadora;


  • essa atividade se repete até que a qualidade do que está sendo criado seja considerada boa pelas redes GANs.


Essa característica faz com que a IA Generativa aprenda por conta própria, gerando cada vez mais dados sobre cada ciclo de aprendizado.

Além disso, esse tipo de IA se difere da Inteligência Artificial não generativa por ter a capacidade de aprender por meio da identificação de grupos e padrões apresentados em conjuntos de dados.

Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

Quais são os impactos da Inteligência Artificial Generativa?

Os impactos da Inteligência Artificial Generativa podem ser mensurados se tomarmos como base suas vantagens e desvantagens.

Assim, entre os principais benefícios desse recurso, estão:


  • ajuda a reduzir, consideravelmente, o tempo gasto em atividades que eram realizadas por humanos;


  • contribui para diminuir custos operacionais, em decorrência do motivo anterior;


  • auxilia os profissionais a lidarem melhor com temas, assuntos, e até mesmo outras tecnologias que não dominam;


  • colabora com a personalização dos produtos e/ou serviços entregues pela empresa.


Por outro lado, os malefícios que podem acontecer são:


  • há um grande risco de a IA Generativa gerar conteúdos maliciosos, com informações falsas, ou análises incorretas, comprometendo tomadas de decisão;


  • dependendo da aplicação, pode levar a companhia a ficar dependente dela para realização de processos;


  • pode comprometer o relacionamento entre empresa e colaboradores, que esses considerarem que seus talentos estão sendo substituídos por máquinas.


Em resumo, o que queremos dizer é que o impacto da IA Generativa em um negócio tem seu lado positivo e seu lado negativo. O peso de cada um depende de fatores como:


  • aplicabilidade da tecnologia;


  • extensão do seu uso na rotina da companhia;


  • resultados pretendidos de serem alcançados, entre outros critérios relacionados.


Como funciona a Inteligência Artificial Generativa em procurement? 

Todavia, há alguns setores que se beneficiam fortemente do uso da IA em seus processos, como é o caso da área de procurement.

A Inteligência Artificial em procurement ajuda a melhorar atividades, como:


  • extração e análise de dados;


  • busca e identificação de fornecedores capacitados para compor a rede de abastecimento do negócio;


  • automatização e otimização de negociação com empresas fornecedoras;



Falando especificamente da IA Generativa, ela tem o potencial de melhorar as tomadas de decisão baseadas em dados devido à sua principal característica, que é a capacidade de gerar novos dados a partir dos usados nas criações.

Como levar IA para a área de procurement da sua empresa?

Para levar IA para a área de procurement da sua empresa é preciso usar um software que conte com essa tecnologia.

O sistema da Linkana, por exemplo, utiliza a Inteligência Artificial para aprimorar o contexto de aprendizado de máquina, gerando uma base de dados interna com milhões de informações que são compartilhadas entre os usuários do nosso sistema.

Essa funcionalidade é oferecida por meio do Linkana Network, ferramenta de busca de perfis universais de fornecedores.

Com essa solução você e seu time de compras e procurement têm acesso aos perfis de fornecedores compartilhados da Linkana, com dados e documentos de fornecedores reaproveitados em rede, e compartilhamento de informações atualizadas entre múltiplos compradores,  acelerando processos de forma automatizada e sem burocracia.

Outros diferenciais da Linkana são:


  • MELHORES INSIGHTS → Nossos scores, ratings e certificações proprietários são construídos e compartilhados com a inteligência das maiores corporações do Brasil, garantindo aderência às melhores práticas e exigências de mercado.


  • PLUG N' PLAY →  Conecte seu sistema legado, ERP ou e-procurement com nossa fundação de dados de fornecedores, tornando-a sua fonte única de verdade, dinâmica e 100% integrada em questão de minutos.


A Linkana é a primeira fundação de dados de fornecedores compartilhada do Brasil. Nossa base de dados de perfis universais de fornecedores permite que compradores busquem, analisem e homologuem fornecedores em alguns cliques. 

Quer ter tudo isso na sua empresa? Então converse com um dos nossos especialistas agora mesmo! Basta preencher o formulário abaixo.

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market