Resources

ESG

ESG

ESG

Auditoria ESG: por que e como realizar na gestão de fornecedores?

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

September 29, 2023

September 29, 2023

September 29, 2023

A auditoria ESG consiste em uma análise aprofundada da atuação de um negócio perante os três pilares relacionados ao conceito. Em outras palavras, significa verificar, detalhadamente, como está a atuação de uma empresa no que se refere a boas práticas ambientais, sociais e de governança.

Do ponto de vista da estruturação de uma rede de fornecedores confiável, esse tipo de auditoria ajuda a proteger a sua companhia de uma série de riscos. 

Por exemplo, imagine que, durante a auditoria, você identifique que um fornecedor em potencial apresenta falhas no processo de descarte de resíduos, ou que não está em divergência com leis trabalhistas. 

Nesse caso, você tem a chance de lidar com as questões levantadas antes da contratação, evitando que afetem a dinâmica e a imagem do seu negócio ao fechar a parceria.

Além disso, pode ponderar sobre o que vale mais a pena: assumir os riscos ou buscar outra empresa fornecedora para abastecer a sua.

Sendo assim, é certo dizer que realizar uma auditoria ESG evita que a sua companhia passe por diversas outras ameaças e problemas no relacionamento com os fornecedores, tais como financeiros, reputacionais, jurídicos, de desabastecimento, entre outros.

Então, como realizar a verificação precisamente e, com isso, diminuir as ameaças características desse tipo de contratação? 

É sobre esse assunto que falaremos neste artigo. Por isso, siga a leitura e confira tudo sobre a auditoria ESG!

O que é uma auditoria ESG?

A auditoria ESG é um processo de análise pontual e aprofundado dos processos adotados por uma empresa, bem como dos resultados obtidos, no que se refere a boas práticas voltadas para os pilares ambiental, social e de governança.

Explicando de outro modo, trata-se de um estudo minucioso, sistemático e cuidadoso das atividades ESG que um negócio adota, que tem por objetivo verificar se essas práticas estão de acordo com as ações esperadas para o ramo de atuação e legislações vigentes.

Para chegar a essa constatação, a auditagem mensura, analisa, verifica e valida documentos e processos como:

  • relatórios de sustentabilidade;

  • KPIs socioambientais, econômicos e de governança;

  • aderência dos pilares ESG nas atividades corporativas;

  • existência e aplicação de códigos de conduta, políticas e demais diretrizes que ajudam na implementação do conceito;

  • entre outros pontos relacionados.

Dica! Aproveite e leia também: "O que é a auditoria de compliance e por que ela é tão importante?"

Por que fazer uma auditoria ESG nos fornecedores?

Incluir a auditoria ESG na gestão de fornecedores do seu negócio é uma forma de mitigar os riscos inerentes do modelo de contratação. Tais riscos incluem as ameaças geradas pelos parceiros que podem afetar diretamente a dinâmica do seu negócio e, consequentemente, o crescimento e a lucratividade.

Alguns bons exemplos de riscos relacionados aos pilares socioambiental e de governança que podem estar relacionados aos processos e práticas dos fornecedores são:

Em resumo, é possível dizer que realizar uma auditoria com foco no conceito ESG é uma medida de segurança a favor do seu negócio. Afinal, o processo permite identificar, previamente, riscos como os que acabamos de citar.

Ao ter a informação nas mãos, você tem a chance de ponderar sobre o que é mais interessante e seguro para sua companhia, conforme o grau de ameaça identificada — por exemplo, trazer o fornecedor para a sua cadeia de suprimentos mesmo sob algum risco, ou buscar por outro que se mostre mais preparado e alinhado aos 3 pilares.

Leia também: "Gestão de riscos de fornecedores: TUDO sobre como mitigar ameaças!"

Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

Quais são os critérios de auditoria ESG? 

Os critérios de uma auditoria com foco ESG estão diretamente vinculados às bases socioambientais e de governança

Quanto a isso, é importante destacar que cada empresa pode determinar seus próprios fundamentos e parâmetros de auditagem, de acordo com o segmento, modelo de negócio e forma de atuação.

Entretanto, em linhas gerais, os critérios ESG que entram na verificação são:

  • ambiental: tem, por objetivo, verificar a relação da empresa com o meio ambiente, o impacto das atividades realizadas na natureza e quais medidas adota para minimizá-los;

  • social: esse é um ESG rating que mensura a postura e as condutas da empresa perante seus stakeholders, a exemplo de: cumprimento de leis trabalhistas, adoção de programas de diversidade e inclusão, e outras práticas relacionadas;

  • governança: essa parte da auditoria é voltada para a gestão do negócio, por isso, inclui a verificação da transparência dos processos, o combate a fraudes, a responsabilidade corporativa e outras condutas similares.


Como fazer uma auditoria ESG? 4 passos + 2 dicas

Para fazer uma auditoria socioambiental e de governança nos fornecedores atuais e futuros da sua empresa, há alguns passos que devem ser seguidos. Entre os principais, estão:

  • definir o escopo da auditoria: ou seja, determinar o objetivo do processo e quais áreas serão envolvidas;

  • coletar os dados: levantar dados e informações relacionados ao conceito ESG que contribuirão para a auditagem realizada;

  • avaliar as informações: analisar o que foi levantado anteriormente para identificação dos pontos positivos e negativos das condutas ESG adotadas pelo fornecedor;

  • gerar o relatório final: registrar todas as percepções para, a partir daí, tomar a decisão sobre a contratação ou não da empresa fornecedora.

Empresas como a DNV oferecem serviços de auditorias em fornecedores, tornando a atividade muito mais prática, rápida e eficiente. 

A Linkana, software de gestão de fornecedores em rede, ajuda no processo com o Linkana ESG Exposure Index, ferramenta que determina automaticamente o nível potencial de impacto ambiental, social e climático da empresa fornecedora conforme as atividades econômicas realizadas.

Quer entender melhor como a ferramenta funciona e o quanto ela pode contribuir para aprimorar a gestão de fornecedores do seu negócio? Então preencha agora mesmo o formulário abaixo!

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market