Resources

ESG

ESG

ESG

Sedex SMETA: o que é e como funciona essa auditoria?

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

October 27, 2023

October 27, 2023

October 27, 2023

A Sedex SMETA é uma auditoria social voltada para a verificação das condições de trabalho oferecidas por fornecedores aos seus empregados.

Na prática, consiste em um conjunto de ações e técnicas de auditoria que servem como um guia para os gestores direcionarem as ações e condutas da companhia de forma mais adequada.

Apenas para o conceito ficar mais claro, vale destacarmos que a auditoria social é um processo de avaliação formal dos processos adotados por uma empresa. O objetivo é analisar o impacto das ações da companhia e sua Responsabilidade Social Corporativa (RSC).

Nesse cenário, estão inseridas questões éticas que geram impacto na vida das pessoas e no meio ambiente, tais como a garantia da saúde e da segurança dos trabalhadores e o cumprimento dos direitos humanos de profissionais e clientes. 

Como você deve imaginar, ao compor a cadeia de abastecimento da sua empresa, é fundamental que os fornecedores contratados sigam os princípios. Do contrário, podem gerar, para o seu negócio, riscos reputacionais, de imagem, financeiro, entre outros relacionados.

Por isso, é tão importante você saber o que é SMETA e como funciona a auditoria social. E é justamente sobre isso que falaremos agora, neste artigo. 

Então, siga a leitura e confira! 

O que é Sedex SMETA?

Sedex SMETA é uma auditoria social criada com o objetivo de contribuir para que as empresas fornecedoras trabalhem de maneira ética, independentemente do porte ou ramo de atuação. Apesar de o nome remeter a uma marca conhecida, Sedex é uma organização global voltada para o fomento de práticas comerciais éticas e responsáveis na cadeia de suprimentos.

Abrangendo setores como agricultura, produtos químicos, vestuário, educação, finanças, energia, entre diversos outros, a Sedex disponibiliza uma das principais plataformas on-line do mundo de compartilhamento de dados de fornecimento responsável.

A solução é usada ​​por dezenas de milhares de companhias em todo o mundo como ferramenta para gerenciar o próprio desempenho no que se refere a questões como saúde e segurança, meio ambiente, direitos trabalhistas e ética nos negócios. 

Especificamente falando da sigla SMETA, traduzida para o português, significa Auditoria do Comércio Ético dos Membros Sedex. A instituição foi criada em 2004 com um acelerador de melhoria do ambiente de trabalho de empresas fornecedoras.

Aproveite e leia também: "Selo Pró-Ética: qual a importância na gestão de fornecedores?"

Quem pode utilizar a SMETA?

O Sedex SMETA é um direcionamento de auditoria que pode ser usado tanto pelos membros da entidade quanto por empresas que não fazem parte dela.

Aqui, vale destacarmos que não se trata de uma certificação, tampouco de uma metodologia obrigatória. Entretanto, a orientação é bastante válida e gera uma série de benefícios para as empresas fornecedoras.

Por exemplo, as que adotam a auditoria social podem gerar relatórios para apresentar o resultado de suas ações aos stakeholders. 

Sobre isso, vale destacar que a plataforma Sedex foi projetada para que os fornecedores compartilhem o resultado da SMETA com os seus clientes, contribuindo para a transparência de suas atividades de Responsabilidade Social Corporativa (RSC).

Entre os resultados que podem ser obtidos com a prática, os que mais se destacam são a melhoria da imagem da marca e o aumento do nível de credibilidade e de confiabilidade da companhia. Juntos, os retornos elevam as chances de a companhia gerar mais negócios e, com isso, aumentar a lucratividade.

Porém, é importante ter em mente que esse não deve ser o objetivo da empresa ao adotar o Sedex SMETA. Em seu lugar, a busca deve focar em garantir segurança, saúde e um ambiente de trabalho digno para os profissionais que compõem o ambiente corporativo.

Dica! Não deixe de ler este artigo: "Risco social: o que é e quanto afeta o sucesso do seu negócio?"



Como funciona a auditoria SMETA?

O Sedex SMETA tem quatro pilares, que são a base do seu funcionamento. Cada um conta com critérios baseados no SMETA ETI Base Code, que é um código estruturado sobre normas locais de trabalho e convenções da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Os quatro pilares do SMETA são:

  • saúde e segurança;

  • normas laborais;

  • meio ambiente;

  • ética nos negócios.

Ao avaliar essas áreas-chave das empresas fornecedoras, é possível verificar se elas estão atuando, ou não, em conformidade social. 

Pensando na realização de uma gestão de fornecedores eficiente, prezar por essa questão é fundamental para evitar uma série de riscos para o seu negócio, a exemplo do reputacional e de imagem.

Conjuntamente aos 4 pilares, o padrão de auditoria Sedex SMETA também é pautado em documentos que orientam os gestores sobre pontos como:

  • comunicação pré-auditoria;

  • calendário de aplicação;

  • experiência e formação necessária dos auditores.

A ideia é direcionar quais práticas devem ser executadas para a realização de uma auditoria social com esse formato.

Leia também: "Como fazer checklist de auditoria de fornecedores? Para que serve?"

Como obter o Sedex SMETA?

Como comentamos, o Sedex SMETA não é uma certificação, mas um conjunto de diretrizes para a realização de uma auditoria social de padrão internacional. 

Por isso, a obtenção do SMETA consiste em acessar as diretrizes e normas que precisam ser seguidas, a fim de adequar a empresa para ser incluída na plataforma da entidade. 

O processo pode ser feito com a ajuda de uma empresa de auditoria credenciada para esse tipo de análise.


Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.


Por que considerar resultados de auditoria social na gestão de fornecedores?

Consumidores e investidores estão cada dia mais exigentes e cientes dos impactos que as empresas podem causar em suas vidas e no meio ambiente. 

Negócios que não querem perder público, nem rentabilidade, precisam se ajustar ao cenário, adotando medidas para que suas atividades não gerem reflexos negativos na vida humana de maneira geral.

Contudo, não basta a empresa ter a iniciativa. Todos os agentes que fazem parte do seu fluxo produtivo precisam trilhar o mesmo caminho, e isso inclui os fornecedores.

Não existe outra forma de saber se as empresas fornecedoras estão em compliance com boas práticas sociais, ambientais e de governança do que avaliando seu cadastro e os documentos apresentados.

Obviamente, fazer isso sem ajuda da tecnologia é inviável, pois demanda de muito tempo, e por mais que os profissionais e compras e procurement dediquem atenção, há uma grande chance de cometerem erros.

Softwares de gestão de fornecedores, como o fornecido pela Linkana, otimizam o processo de homologação de fornecedores e ajudam a sua empresa a obter mais e melhores resultados.

Como funciona a Linkana?

A Linkana é a primeira fundação de dados de fornecedores compartilhada do Brasil. Nossa base de dados de perfis universais de fornecedores permite que compradores analisem e homologuem fornecedores em alguns cliques. 

Com isso, aceleramos radicalmente os processos de onboarding, de análise e de monitoramento de fornecedores — graças aos dados dos fornecedores já preenchidos por eles ou por outra empresa —, permitindo o uso de dados e insights compartilhados entre as maiores corporações do nosso país.

Nossa solução ajuda você a tomar decisões de fornecimento da mesma forma que as maiores corporações do Brasil: usando nossos Perfis Universais de Fornecedores e o Linkana Supplier Rating, com informações padronizadas de cadastro, risco, ESG e D&I.

No vídeo abaixo, Leo Cavalcanti, CEO e cofundador da Linkana, explica como tudo isso funciona. Confira! 

https://youtu.be/T4CMXDrgswQ

Quer saber como ter todas as funcionalidades também na sua empresa? Então, preencha agora mesmo o formulário abaixo e converse com um dos nossos especialistas!


Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market