Resources

ESG

ESG

ESG

ESG no setor de logística: saiba como aplicar e utilizar as vantagens

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

December 28, 2022

December 28, 2022

December 28, 2022

Todos os indivíduos, de alguma forma, têm participação na transformação do planeta com suas ações, seja contribuindo para aumentar ou diminuir a poluição, seja com a alta demanda dos bens de consumo. De todo modo, hoje, existem movimentos, como a cultura ESG no setor de logística, que engloba práticas ambientais, sociais e de governança.

Com os conflitos no meio ambiente e na sociedade, o conceito de ESG se tornou sinônimo de igualdade, credibilidade, responsabilidade socioambiental e transparência.

Na logística, a prática de ESG pretende minimizar os riscos no meio ambiente, construir uma sociedade mais justa e igualitária, e implantar processos administrativos adequados.

No artigo de hoje, vamos mostrar os principais desafios para aplicar o ESG no setor de logística e como fazê-lo. Continue com a gente!

O que é ESG? 

A sigla ESG (Environmental, Social and Governance) tem como tradução para o português meio ambiente, sociedade e governança corporativa.

O termo surgiu em 2004, como uma iniciativa do Banco Mundial em parceria com a ONU, em um evento que reuniu 50 instituições financeiras com a ideia de discutir a integração de um modelo de ESG no mercado de capitais.

Durante o projeto, ficou evidente que a prática de ESG poderia medir o impacto das ações de sustentabilidade nas empresas, identificando resultados benéficos nas três diretrizes, as quais têm as finalidades listadas abaixo.

  • Ambiental: integra processos de sustentabilidade e redução de interferências negativas no meio ambiente. Entre as ações, destacam-se a economia de água, o menor efeito na emissão de carbono e a melhor qualidade energética.

  • Social: trata-se das responsabilidades trabalhistas e sociais das corporações, como diversidade e segurança do trabalho, além dos impactos em relação à comunidade do entorno.

  • Governança: refere-se à implantação de procedimentos competentes de administração com foco na ética e na transparência, bem como a prevenção de corrupção.

Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

Os benefícios do ESG no setor de logística

Uma cadeia de suprimentos sustentável transmite essa responsabilidade social e ambiental aos clientes. Isso também fortifica a competitividade e o potencial de crescimento das operações de uma empresa. 

Entre as principais qualidades do ESG no setor de logística estão:

  • redução de custos: impulsionada pela economia de água e energia elétrica;

  • atendimento pessoal: cuidado com o bem-estar dos clientes, colaboradores e fornecedores;

  • transparência na prestação de contas: a tendência é conquistar mais investidores com aportes futuros para a empresa;

  • otimização e produtividade: com recursos de automatização de processos, é possível otimizar o fluxo logístico sobre tarefas que demandam mais tempo e dedicação.

Assista ao nosso LinkLunch, uma conversa impressionante sobre as boas práticas de ESG na cadeia de fornecedores:

https://www.youtube.com/watch?v=A2RqLyibUdI&t=161s

Como aplicar ESG no setor de logística?

Implementar um modelo de ESG no setor de logística exige o mapeamento e o registro de atividades e processos. Diante disso, as empresas devem discutir soluções para diminuir o uso abusivo de água, energia elétrica e impressão de documentos, o que também pode ser modificado pela digitalização.

Outra questão diz respeito à logística reversa, ou seja, é quando o consumidor devolve a mercadoria e a organização precisa usar sua expertise para assegurar o descarte adequado, de forma segura e sustentável.

Tratando-se do relacionamento com os colaboradores, é importante ficar ciente sobre a alta taxa de turnover (rotatividade de pessoal). Caso aumente o índice, talvez seja o momento de corrigir o processo usando as práticas de ESG.

Principais indicadores

Uma dica para aplicar o ESG no setor de logística é contar com um responsável focado em acompanhar ações e indicadores, seguindo as diretrizes de sustentabilidade.

Isso significa que é relevante fazer as seguintes perguntas abaixo para entender como sua empresa pode se adaptar ao ESG. Confira:

Ambiental 

  • Minha empresa está comprometida em diminuir a emissão de poluentes?

  • A empresa consegue reduzir o uso de papel, energia e de outros recursos?

  • É possível priorizar o uso de energias renováveis?

  • Como realizar a logística reversa dos produtos?

  • Como faço a gestão dos resíduos?

  • Que tipos de softwares de gestão logística são importantes para automatizar os processos?

Social 

  • Os colaboradores têm boas condições de trabalho?

  • Como minha empresa valoriza as pessoas que integram seu ecossistema?

  • Tenho realizado programas de treinamento e capacitação?

  • A empresa tem instrumentos para medir a satisfação dos clientes?

  • Meus fornecedores são diversos? Eles têm práticas alinhadas aos valores ESG?

Governança

  • Minha empresa é transparente em favorecer dados financeiros e contábeis?

  • Seguimos as normas da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados)?

  • Existe uma política de compliance?

  • Existem medidas para gerenciamento de riscos?

Com todos os dados em mãos, você está pronto para estabelecer metas, alcançá-las e definir os parâmetros para medir o sucesso das suas ações.

Principal desafio do e-commerce 

O e-commerce segue em ascensão no Brasil, tendo sido elevado pela pandemia da Covid-19. Com base no levantamento da CupomValido, somente em 2022, o país liderou o ranking de crescimento em vendas online com 22,2%. Estima-se um crescimento de compras online de 20,73% até 2025.

Mesmo assim, um dos grandes desafios do setor é garantir que as ações logísticas emitam menos poluentes, sem encarecer o processo.

Nesse contexto, a roteirização segue como solução sustentável para promover a otimização da cadeia logística. Trata-se de um processo de avaliação da rota das entregas, evitando que os motoristas passem por trajetos desnecessários levando produtos ao destino final.

Logo, ao adotar práticas sustentáveis, o e-commerce minimiza os impactos da logística na natureza.

Leia também: Fornecedores sustentáveis: saiba como identificá-los

Como a Linkana pode ser útil para implementar ESG no setor de logística? 

Na logística, não basta apenas conhecer o termo ESG, mas estipular estratégias, visando promover uma cultura sustentável. Nesse aspecto, o setor conta com diferentes tipos de fornecedores e, muitos deles, o mercado sequer sabe sua procedência.

Ao ingressar em um modelo ESG, é importante ter colaboradores, parceiros e fornecedores diversos, que abracem ou sejam adeptos às causas sociais e de inclusão.

Logo, a plataforma da Linkana certifica e classifica fornecedores de acordo com boas práticas internacionais em temas como diversidade, inclusão, sustentabilidade, social e governança corporativa.

Fazemos isso por meio de modelo proprietário de ESG Rating, criado para classificar e analisar fornecedores quanto aos critérios ambientais, sociais e de governança. Veja alguns exemplos:

  • conformidade com as leis e normas ambientais;

  • autuações de trabalho forçado ou análogo ao escravo;

  • não discriminação racial, de gênero e/ou opção sexual;

  • situação falimentar, processo falimentar e/ou recuperação judicial;

  • sanções internacionais ligadas à empresa e seus representantes;

  • e muitos outros pontos. 

E mais: temos nossa própria certificação de diversidade e inclusão (D&I) para empresas pertencentes a mulheres, pretos, pardos, PcDs, indígenas e pessoas LGBTQIA+.

Quer um exemplo de sucesso?

A Mondelez Brasil recebeu uma missão de implementar o Programa de Diversidade de Fornecedores, ocasião em que o Gerente de Procurement, Gilson Alencar, tornou-se o Líder de Diversidade & Inclusão de Fornecedores. 

Com o projeto Linkana Insights, nossa empresa foi aprovada pela auditoria global da Mondelez como a plataforma oficial de identificação e certificação de fornecedores diversos e de economia inclusiva no Brasil. 

Com isso, fornecedores diversos certificados contam oficialmente para a meta de spend diverso global da empresa, que, por sua vez, pretende gastar um bilhão de dólares por ano com fornecedores diversos até 2024.

Tenha a Linkana como sua parceira para implementar o ESG no setor de logística.

Somos o #SRMDoFuturo, feito para o #CompradorDoFuturo.

Quer saber como funciona? Preencha os dados do formulário abaixo e receba um primeiro diagnóstico ESG e D&I gratuito de sua base ativa de fornecedores:

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market