Resources

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Inovação na cadeia de suprimentos: 7 soluções para ficar de olho!

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

July 2, 2023

July 2, 2023

July 2, 2023

A inovação na cadeia de suprimentos é um conceito que envolve tecnologia e digitalização, a fim de aprimorar o fluxo e os resultados da rede de abastecimento de um negócio.

Partindo desse princípio, é possível dizer que um dos principais objetivos de inovar na cadeia de fornecedores é buscar e garantir a eficácia operacional de todas as etapas desse processo.

Ao otimizar essas atividades, as empresas conseguem um fluxo operacional muito mais funcional e disruptivo, o que colabora para evitar desperdícios de insumos e, consequentemente, de tempo e de dinheiro.

Para isso, a tecnologia se tornou uma forte e importante aliada. Diversas ferramentas podem ser utilizadas, indo da  validação do fornecedor, passando pelo acompanhamento do recebimento de matéria-prima e chegando à gestão de estoque de produtos prontos, e muito mais.

Neste artigo, falaremos em detalhes o que é inovação na cadeia de suprimentos, porque ela é importante, benefícios que podem ser obtidos e sete soluções que você pode utilizar para isso.

Assim, para ficar por dentro de tudo sobre esse assunto, basta seguir com a leitura!

O que é inovação na cadeia de suprimentos?

A inovação na cadeia de suprimentos pode ser definida como o aprimoramento dos processos que formam essa dinâmica, com o objetivo de alcançar mais e melhores resultados.

Porém, para inovar na cadeia de valor, é fundamental usar as tecnologias certas, especialmente as que fazem parte das tendências desse setor. Portanto, esse conceito está diretamente relacionado à transformação digital na cadeia de suprimentos.

Na prática, significa a utilização de sistemas que transformam atividades manuais em automáticas. Com isso, é possível reduzir falhas operacionais, aumentar a produtividade, diminuir gastos, entre outras vantagens relacionadas.

Por exemplo, o uso de softwares de gestão de fornecedores ajuda a inovar a cadeia de suprimentos, pois contribui para encontrar empresas fornecedoras qualificadas em menos tempo.

Inclusive, se utilizar uma solução de compartilhamento de dados, essa etapa se torna mais rápida, eficaz e precisa.

Uma ferramenta de fundação de dados de fornecedores, como a oferecida pela Linkana, é um banco de dados externo compartilhado entre os usuários do nosso sistema. Esse recurso de inovação gera benefícios como:

  • redução de tempo empregado na busca por bons fornecedores;

  • otimização da gestão de riscos;

  • realização do onboarding de fornecedores mais rapidamente;

  • obtenção de diversos insights provenientes do reaproveitamento de dados.

Por que é importante inovar na cadeia de suprimentos?

Adotar medidas para promover a inovação na cadeia de suprimentos é importante por diversos motivos. Nessa lista, os que mais se destacam se relacionam ao enfrentamento correto de vários desafios pertinentes a esse tipo de gestão.

Quanto a isso, uma pesquisa sobre tendências digitais em supply chain, realizada pela PwC, companhia voltada para o setor de serviços profissionais, destacou a busca das empresas por soluções que ajudem a aumentar a resiliência e a eficiência dos seus processos, bem como melhorar e manter as entregas feitas aos clientes finais.

No que se refere aos obstáculos que precisam ser superados para chegar a esses resultados, alguns dos citados no levantamento foram:

  • perda de boas oportunidades para gerar valor em sustentabilidade, digitalização e transformação;

  • ausência de alinhamento entre talento e tecnologia para digitalizar as cadeias de suprimentos;

  • falta de habilidades digitais dos profissionais, gerando aumento da rotatividade dos times;

  • atendimento às mudanças regulatórias para seguir boas práticas ESG, identificar e mitigar os riscos socioambientais e de governança que podem ser gerados pelos fornecedores.

Dica! Aproveite e leia também este artigo: "Linkana ESG Rating: o que é e como funciona essa ferramenta?"

Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

7 benefícios da inovação na cadeia de suprimentos

Ao superar desafios como esses que citamos, por meio da inovação na cadeia de suprimentos, é possível alcançar diversos benefícios, tais como:

  • modernização e otimização de processos de compras e procurement;

  • aumento da produtividade dos times;

  • aprimoramento da gestão de fornecedores;

  • redução de gastos, incluindo a diminuição de perda de insumos;

  • adequação ao novo mercado econômico e tendências;

  • facilidade para atender as atuais expectativas e necessidades dos stakeholder;

  • aumento do potencial competitivo do negócio.

Quais soluções de inovação na cadeia de suprimentos utilizar?

Como você pôde perceber, o conceito de inovação na cadeia de suprimentos vai ao encontro de uma importante necessidade das empresas: alinhar o seu fluxo operacional às demandas de produção.

Essa gestão, também conhecida como supply chain ou cadeia logística, é essencial para garantir que não haja nem desabastecimento, nem acúmulo de insumos.

Considerando essa questão, uma das melhores maneiras de conseguir bons resultados é contando com a ajuda de recursos tecnológicos, como já mencionamos.

Diferentes soluções podem ser utilizadas para promover a inovação na cadeia de suprimentos do seu negócio, tanto separadas quanto em conjunto.

As mais indicados para isso contam com os seguintes recursos tecnológicos:

  • IoT — Internet of Things

  • RFID — Radio Frequency Identification

  • SRM — Supplier Relationship Management

  • SaaS — Software as a Service

  • Software de gestão de estoque

  • Software de rastreamento de carga

  • Sistema de automação de homologação de fornecedores

7 recursos que promovem a inovação na cadeia de suprimentos

Confira, agora, detalhes sobre cada uma dessas tecnologias que ajudam a inovar em supply chain

IoT — Internet of Things

A IoT, Internet das Coisas, consiste na interconexão digital de objetos, por meio da incorporação de sensores, softwares e outros recursos relacionados.

Essa tecnologia tem se tornado cada vez mais importante e presente nos processos de automação das empresas, especialmente no supply chain.

A Forbes confirmou esse ponto de vista, por meio de uma pesquisa realizada com 700 executivos, a qual constatou que:

  • 27% estão utilizando esse recurso para aprimorar suas operações de manufatura;

  • 22% para conseguir mais transparência em sua cadeia de suprimentos;

  • 16% para melhorar os processos de logística e armazenamento;

  • 38% visam aprimorar sua capacidade operacional.

A ideia com a utilização da IoT é conseguir rastrear de maneira mais precisa e clara qualquer estágio da cadeia logística.

Com isso, gestores têm a oportunidade de identificar rapidamente pontos no processo que requerem atenção e/ou melhorias, contribuindo para aprimorar o desempenho, aumentar a produtividade e reduzir custos.

RFID — Radio Frequency Identification

A RFID, em português, Identificação por Radiofrequência, é uma solução para inovação na cadeia de suprimentos que realiza a identificação de cada item que entra e sai de uma fábrica.

Esse mecanismo de identificação ajuda na rastreabilidade de cada item e contribui para aprimorar o processo de controle de matérias-primas e de insumos, bem como de produtos finalizados.

SRM — Supplier Relationship Management

A tradução para SRM, Supplier Relationship Management, é Gestão de Relacionamento com Fornecedores. No entanto, esse sistema também pode ser nomeado como “Software de Gestão de Relacionamento com Fornecedores”.

Com funcionalidade principal semelhante a de um CRM, a principal diferença é que o Supplier Relationship Management tem foco no relacionamento entre a empresa e seus fornecedores.

Essa inovação na cadeia de suprimentos permite centralizar, em um único ambiente, todos os dados e informações pertinentes às empresas fornecedoras. 

Entre as funções que costumam fazer parte de um Supplier Relationship Management estão:

  • certificação e homologação de fornecedores;

  • integração com outros sistemas, por exemplo, os utilizados para consulta automatizada de certidões;

  • painel gerencial que permite ao gestor uma visão clara de todos os seus fornecedores, indicando, inclusive, os que apresentam alguma pendência legal.

Como resultado dessas funcionalidades, o SRM é uma solução que contribui para que o gestor consiga fazer um acompanhamento mais pontual do desempenho dos fornecedores da sua empresa.

Além disso, otimiza o processo de qualificação de fornecedores, aprimorando esse relacionamento.

SaaS — Software as a Service

O modelo SaaS, Software as a Service, consiste na disponibilização de softwares por meio de assinaturas. Isto é, sem a necessidade de comprar, instalar ou atualizar, diferentes sistemas podem ser utilizados pela empresa contratante do serviço.

No que diz respeito à inovação na cadeia de suprimentos, especificamente, o modelo SaaS pode ser utilizado em ERPs (Sistemas Integrados de Gestão Empresarial), SRMs, soluções voltadas para gerenciamento de fluxo de pedidos, entre outros.

Como todos os dados são armazenados na nuvem, a empresa que utiliza o Software as a Service tem, entre outras vantagens, a redução de custos, especialmente os voltados para TI (Tecnologia da Informação).

Além disso, a solução SaaS ainda contribui para, entre outros fatores:

  • promover a digitalização da cadeia de suprimentos;

  • aumentar a segurança dos processos, visto que todas as informações e dados que circulam pelo sistema são criptografados;

  • manter os softwares utilizados sempre atualizados, sem a necessidade de preocupar com essa questão, já que tudo fica sob responsabilidade da empresa provedora do serviço;

  • ter uma gestão de processos centralizada;

  • aumentar a conectividade e a mobilidade do negócio.

Software de gestão de estoque

Com relação à gestão de estoque, ter um software que automatiza com essa atividade é essencial para melhorar o rastreamento dos itens já fabricados, identificar os produtos obsoletos e aprimorar os processos de auditoria.

Além disso, a utilização de uma ferramenta para esse tipo de controle permite que a empresa se prepare melhor para períodos de aumento de vendas. 

Isso porque fica mais fácil identificar o que está “parado” no estoque e produzir somente o que for necessário, reduzindo gastos e desperdícios.

Software de rastreamento de carga

Os softwares de rastreamento de carga são soluções que contribuem bastante para mensurar o lead time de um negócio.

Incluindo tecnologias como GPS, radiofrequência, telemetria, entre outras, o monitoramento das cargas em tempo real — sejam insumos, matérias-primas ou o produto final — é essencial para otimizar os processos e para aprimorar o relacionamento com o cliente final.

Sistema de automação de homologação de fornecedores

O processo de compra e recebimento dos itens necessários para a fabricação de um produto ou entrega de serviço também depende da escolha de bons fornecedores.

Para definir qual o melhor parceiro para o seu negócio, não basta se atentar ao preço, é fundamental analisar e considerar diversas informações públicas que comprovem a legalidade da empresa escolhida.

Por exemplo, é necessário ponderar sobre riscos ambientais, fiscais, trabalhistas, reputacionais, entre outros, que esse relacionamento pode gerar.

Porém,  fazer isso manualmente demanda tempo e, dependendo do porte da sua empresa, é preciso analisar diferentes fornecedores simultaneamente.

Assim, no processo de inovação na cadeia de suprimentos, utilizar um sistema de automação de homologação de fornecedores faz toda a diferença — a Linkana, por exemplo, automatiza essa tarefa. 

Extra! Não deixe de conferir este episódio do podcast Procurement Hero que fala sobre novidades do mercado de procurement e o que vem pela frente.

https://open.spotify.com/episode/24gkfzvkWF5637LHXH4v6P?si=RvPOtfCwSpGexOz4ZwhiIw

Como inovar na cadeia de fornecimento  com ajuda da Linkana?

A solução da Linkana ajuda a inovar na cadeia de suprimentos porque viabiliza a emissão e a análise de consultas públicas e de compliance de maneira rápida e fácil, mitigando os riscos para a sua empresa.

Somado a isso, somos a primeira fundação de dados de fornecedores compartilhada do Brasil. Nossa base de dados de perfis universais de fornecedores permite que compradores busquem, analisem e homologuem fornecedores em alguns cliques. 

Como resultado, aceleramos radicalmente processos de onboarding, de análise e de monitoramento de fornecedores — graças aos dados dos fornecedores já preenchidos por eles ou por outra empresa —, permitindo o uso de dados e insights compartilhados entre as maiores corporações do nosso país.

Os diferenciais do sistema da Linkana, em comparação a outros softwares disponíveis no mercado são:

  • PERFIL UNIVERSAL DO FORNECEDOR → Com os perfis de fornecedores compartilhados da Linkana, dados e documentos de fornecedores são reaproveitados em rede, compartilhando informações atualizadas entre múltiplos compradores e acelerando processos de forma automatizada e sem burocracia.

  • MELHORES INSIGHTS → Nossos scores, ratings e certificações proprietários são construídos e compartilhados com a inteligência das maiores corporações do Brasil, garantindo aderência às melhores práticas e exigências de mercado.

  • PLUG N' PLAY →  Conecte seu sistema legado, ERP ou e-procurement com nossa fundação de dados de fornecedores, tornando-a sua fonte única de verdade, dinâmica e 100% integrada em questão de minutos.

Não perca mais tempo! Inove sua cadeia de suprimentos com a ajuda da tecnologia da Linkana! Preencha o formulário abaixo agora mesmo e confira como isso é possível.

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market