Resources

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Gestão de fornecedores x Gestão de contratos: 4 principais diferenças

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

December 13, 2022

December 13, 2022

December 13, 2022

Gestão de fornecedores e gestão de contratos são muito diferentes uma da outra. No entanto, ainda existe uma certa confusão quando falamos sobre elas.

Por isso, neste artigo você vai entender o que é gestão de fornecedores e gestão de contratos e quais as principais diferenças entre elas. 

O que é gestão de fornecedores?

Gestão de fornecedores é um conjunto de diretrizes de uma empresa para mitigar riscos e promover a qualidade e o funcionamento de uma cadeia de suprimentos. 

A gestão de fornecedores também é chamada de SRM (Supplier Relationship Management) e vai desde o estabelecimento de metas para fornecimento de matéria-prima e prazos  até o processo de homologação de fornecedores.

O principal objetivo da gestão de fornecedores é fazer com que as empresas encontrem fornecedores confiáveis e aptos para cumprir as demandas da empresa contratante. 

Além disso, ela também visa checar e garantir que os fornecedores não estejam envolvidos com más práticas trabalhistas como situações de trabalho análogas a escravidão, por exemplo.

Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

Como fazer uma gestão de fornecedores?

O primeiro passo para fazer uma gestão de fornecedores é ter em mente as diretrizes, valores e metas da empresa contratante. A partir daí, é necessário sempre seguir esses parâmetros na hora de decidir se um fornecedor pode ou não ser homologado.

Para fazer uma gestão de fornecedores completa, é preciso ter em mente 5 passos:

  • Planejamento estratégico: um bom planejamento estratégico irá ajudar a consolidar as necessidades, expectativas e parâmetros que devem ser seguidos pela empresa e, dessa forma, irá permitir uma projeção confiável do que virá a seguir.

  • Políticas internas: tem como objetivo indicar qual é a conduta aceitável durante as tratativas de fornecedores para garantir uma relação ética, respeitosa e honesta de ambas as partes.

  • Dados e informações necessárias: Para ajudar na sua tomada de decisão é necessário ter à sua disposição uma análise de dados completa e estruturada com todas as informações necessárias. Algumas delas são: regularidade fiscal e trabalhista; obrigações e passivos trabalhistas, compliance reputacional, etc.

  • Qualificação de fornecedores: Seu objetivo é verificar cada empresa considerada para uma parceria e garantir a seleção  apenas daquelas que são capazes de cumprir com as metas de distribuição e comprovar o cumprimento dos requisitos de Compliance.

  • Monitoramento e avaliação de fornecedores homologados: De maneira prática, ela finaliza a qualificação de fornecedores e permite que a empresa inicie as negociações com as empresas homologadas para a cadeia de suprimentos. No entanto, essa análise possui um tempo de validade e requer constante monitoramento.

Se você quer se aprofundar em todas essas etapas da realização da gestão de fornecedores, baixe agora o nosso e-book completo sobre o tema.

Agora que você já sabe o que é gestão de fornecedores, vamos entender melhor o que é gestão de contratos.

O que é gestão de contratos?

A gestão de contratos diz respeito a todo o processo de técnicas e funções que garantem o cumprimento, acompanhamento, gerenciamento e agilização de contratos de uma empresa. 

Uma boa gestão de contratos garante que nenhum acordo deixe de ser cumprido e permite que ambas partes envolvidas consigam agir da melhor forma em cada estágio das contratações, amplie as oportunidades de negócio e melhore o seu desempenho em vendas.

Além disso, também garante uma segurança jurídica para todas as partes envolvidas. 

Como fazer uma gestão de contrato?

Saber fazer uma boa gestão de contrato pode agilizar todo o processo contratual da sua empresa. Por isso, confira esses 5 passos que podem te ajudar a implementar essa gestão.

Analise seu fluxo de contratos

Essa etapa é importante para entender o ciclo de vida dos seus documentos. Ela serve para você ter uma noção de quantos documentos você tem e quais são as necessidades específicas de cada um deles, bem como o tempo que você levará para gerenciá-los. 

Pontue quais são os pontos críticos 

Após fazer uma análise do seu fluxo de contratos, você deve buscar entender quais são os pontos críticos da sua gestão de contratos.

Dependendo da empresa, o ciclo de vida do contrato pode ser mutável, o que pode acarretar em alguns problemas se os seus pontos críticos não forem identificados e você não agir em busca de uma solução para eles.

Alguns problemas que podem ser identificados, por exemplo, são:

  • Dificuldade no acompanhamento das datas de vencimento;

  • Falhas no prazo de pagamento aos fornecedores de acordo com a previsão contratual.

Padronize seus processos

Quando falamos de gestão de contratos é importante padronizar os processos e o que vai ser feito em cada estágio do ciclo de vida para que não ocorra erros.

Um gerenciamento padronizado deve contar com:

  • Um modelo pronto de contrato padrão;

  • Cronograma de revisão a aprovação;

  • Ferramentas de gestão;

  • Atenção à fase de encerramento e renovação.

Monitore prazos e cláusulas

O ciclo de vida de um contrato pode ser mutável, como falamos anteriormente, por isso, é necessário ter um sistema que monitore prazo e cláusulas de forma dinâmica, avisando e alertando quando for necessário fazer revisões e alterações.

Gestão de fornecedores X Gestão de contratos

Conforme mencionamos anteriormente, apesar de gestão de fornecedores e gestão de contratos serem confundidos como temas semelhantes, há muitas diferenças entre estes dois temas.

Porém, listamos abaixo algumas diferenças entre eles que vão te ajudar a entender melhor o porquê deles não terem nada a ver um com o outro.

  • Gestão de fornecedores: é a gestão de um prestador de serviço ou material que geralmente é um CNPJ. Aqui, é feita a gestão de documentos, questionários, práticas, auditorias in loco, entre outras práticas para acompanhar a saúde financeira, fiscal, regulatória, entre outros pontos do fornecedor.

  • Gestão de contratos: é a gestão que vai desde a padronização de um contrato com fornecedores, mudanças, datas e assinaturas, até a validade e renovação.

  • A gestão de fornecedores está preocupada com o fornecedor, já a gestão de contratos está preocupado com o contrato em si e questões burocráticas.

  • O fornecedor pode ter diversos contratos, enquanto faz a gestão de apenas um abastecedor. Esse é mais um ponto que os difere. 

Agora ficou muito mais fácil de entender qual é a diferença entre eles, certo? Se você não sabe como fazer uma boa gestão de fornecedores em sua empresa, a Linkana pode te ajudar.

Como a Linkana pode ajudar na minha gestão de fornecedores?

Na Linkana você terá uma plataforma com todos os dados necessários para uma melhor tomada de decisão estratégica.

Nela, você tem acesso a:

Está esperando o que para automatizar o seu processo de gestão de fornecedores? 

Preencha o formulário abaixo e conheça a Linkana.

Somos o #SRMDoFuturo, feito para o #CompradorDoFuturo.

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market