Resources

Fornecedores

Fornecedores

Fornecedores

Evolução do patrimônio líquido de fornecedores: por que apurar?

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

January 22, 2024

January 22, 2024

January 22, 2024

A evolução do patrimônio líquido consiste nas mudanças de valores que uma empresa sofreu de um ano para o outro, decorrente da diferença entre seus ativos e passivos. Isto é, ele aponta quanto uma companhia cresceu financeiramente e em quanto está seu patrimônio livre de dívidas e demais obrigações financeiras.

Conhecer e analisar o patrimônio líquido de um negócio é fundamental para entender como está sua saúde financeira. Isso porque o PL, como também pode ser representado, aponta a verdadeira riqueza de uma empresa, a partir dos números apresentados em seu balanço patrimonial.

Do ponto de vista da gestão de fornecedores, verificar a evolução do patrimônio líquido de empresas fornecedoras é essencial para mitigar riscos financeiros. Afinal, se o capital desses parceiros não está crescendo ao longo dos anos — ou pior, está diminuindo —, é um alerta de que algum ponto no gerenciamento financeiro deles não está correto.

Quando uma situação desse tipo acontece, há grandes chances de a sua empresa enfrentar problemas como perda da qualidade dos produtos/serviços contratados, desabastecimento, entre outros similares.

Certamente, não é esse o resultado que você espera de uma parceria comercial tão estratégica como essa, não é mesmo? 

Por isso, neste artigo trouxemos tudo sobre patrimônio líquido e quanto esse indicador pode afetar a gestão de fornecedores e de risco do seu negócio.

Então, continue a leitura e confira tudo agora mesmo!

O que é patrimônio líquido?

Patrimônio líquido é o nome dado ao indicador contábil que revela a verdadeira riqueza de uma empresa, a partir da diferença entre o valor dos ativos e passivos. Isto é, o PL é o resultado da subtração entre os bens e direitos e as obrigações financeiras de uma companhia. 

Explicando de outro modo, o PL deixa claro quanto, financeiramente falando, realmente pertence aos fundadores, sócios e acionistas do negócio, livre de qualquer despesa fixa ou variável que a empresa tenha.

Partindo desse princípio, fica mais fácil entender que a evolução do patrimônio líquido dos fornecedores mostra o crescimento da riqueza desses parceiros. 

Quando há progresso de um ano para o outro, é um sinal de que a empresa fornecedora é bem gerenciada, que busca meios de crescer e se destacar no mercado, e de obter cada vez mais rentabilidade e sucesso.

Por outro lado, quanto não há essa evolução, pode ser um indício de que o fornecedor passou por problemas financeiros no último ano — a exemplo de queda no volume de vendas —, ou ainda outra condição mais séria que precisa ser analisada.

Somente por meio da verificação pontual do patrimônio financeiro do fornecedor você saberá se a queda na riqueza pode, ou não, refletir negativamente no seu negócio.

Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

Como calcular o patrimônio líquido?

Basicamente, para calcular o patrimônio líquido de uma empresa, é preciso aplicar a seguinte fórmula:

Patrimônio Líquido = Ativos – Passivos

Ativos são todos os bens e direitos de uma companhia que já são ou podem ser revertidos em dinheiro em algum momento. Alguns exemplos são:

  • valores em caixa e nas contas bancárias;

  • estoques de matérias-primas ou produtos já finalizados;

  • equipamentos, maquinários e veículos;

  • entre outros.

Por passivos, entenda todas as contas, despesas, dívidas e obrigações financeiras que um negócio tem com terceiros, tais como:

Composição do patrimônio líquido

Essa seria a forma resumida, digamos assim, de entender como calcular o patrimônio líquido. Porém, é importante você saber que existem diversos outros itens que compõem esse indicador.

Segundo estabelecido na Lei 6404/76, as contas do PL são:

  • capital social: todos os valores e recursos que foram investidos pelos fundadores para a abertura da empresa;


  • ações em tesouraria: trata-se da recompra de ação do negócio, que ficam guardadas para serem canceladas ou reemitidas no futuro;


  • ajustes de avaliação patrimonial: consiste na revisão dos valores dos bens para adequá-los à atualidade e atribuir-lhes valores justos;

  • reservas de lucros e de capital: corresponde à parte retida dos lucros da companhia para serem utilizados para um objetivo específico posteriormente, a exemplo de plano de contingências;

  • patrimônio líquido negativo: quando os passivos são maiores que os ativos. Esse resultado afeta seriamente a saúde financeira da empresa e, dependendo da proporção, pode até mesmo levar à necessidade de um pedido de recuperação judicial.

Dica! Não deixe de ler este artigo: "Análise de estabilidade financeira de fornecedores: como realizar?"

Como analisar a evolução do patrimônio líquido de fornecedores?

Para analisar a evolução do patrimônio líquido de fornecedores, o primeiro passo é ter acesso ao balanço patrimonial desses parceiros.

O balanço patrimonial é um documento oficial que descreve a situação financeira de uma empresa em um período específico. É nesse relatório contábil que estão listados todos os bens, direitos, despesas, obrigações e o patrimônio líquido de uma companhia.

Existem diversas maneiras de consultar o balanço patrimonial de um negócio, tais como no site da própria empresa, do Banco Central ou no Diário Oficial. 

Além dessas fontes, você também pode solicitar a apresentação desse documento durante o processo de homologação de fornecedores.  

Lembre-se que cada balanço representa a situação da empresa em um determinado intervalo — geralmente, 12 meses. Por isso, para uma análise precisa da evolução do patrimônio líquido do fornecedor, é necessário comparar vários balanços.

A ideia, portanto, é verificar se houve crescimento ou não nos números apresentados em cada campo desse documento e, a partir daí, avaliar como está a saúde financeira da empresa fornecedora.

Leia também: "Análise financeira de fornecedores: qual a importância e como fazer?"

Qual a influência dessa avaliação no relacionamento com fornecedores e na gestão de riscos?

Como comentamos logo na abertura deste artigo, analisar a evolução do patrimônio líquido dos fornecedores é uma forma de mitigar riscos para sua empresa.

Ao conhecer um pouco mais sobre a riqueza dos parceiros que pretende trazer para sua cadeia de abastecimento, é possível saber que eles estão passando por problemas financeiros graves, se há ameaça de falência, entre outros pontos semelhantes.

Fornecedores que estão passando por problemas como esses acabam impactando o fluxo produtivo dos seus contratantes — a exemplo do risco iminente de desabastecimento. E o resultado para o seu negócio, você já imagina qual é, certo?

Por isso, é tão importante fazer a análise financeira dos fornecedores. E a melhor maneira de realizar esse processo, é contando com a ajuda da tecnologia.

Como a Linkana ajuda a analisar a saúde financeira dos fornecedores?

A Linkana é o SRM do futuro. Economize tempo na homologação de fornecedores automatizando e integrando aprovações de maneira simples e rápida.

Portais e sistemas legados de fornecedores tornam as suas decisões em compras ineficientes e inseguras. 

Substitua cadastros e dados obsoletos e conheça a solução moderna de SRM que está definido o novo padrão de qualidade para softwares de Procurement.

A Linkana já é utilizada pelos maiores compradores do Brasil, como Ambev, BASF, Nivea, Johnson & Johnson, Suzano, Nubank, XP e Mondelez.

Somos uma empresa Scale-up Endeavor e investida pela Y Combinator (W20), Latitud e Plug N Play. Também já fomos citados em rankings como o 100 Startups to Watch, 100 Open Startups e Top 500 Latka Fastest Growing SaaS Companies.

Que tal conhecer, na prática, como nosso sistema funciona? Então, preencha agora mesmo o formulário abaixo e fale com um dos nossos representantes!

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market