Resources

ESG

ESG

ESG

Certificação IBD (Instituto Biodinâmico): o que é e para que serve?

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

August 21, 2023

August 21, 2023

August 21, 2023

A certificação IBD (Instituto Biodinâmico) é direcionada para propriedades agrícolas e processos produtivos desse segmento, sendo emitida com uma importante comprovação de que os produtos gerados nesses locais são produzidos e/ou processados conforme normas orgânicas e biodinâmicas.

Em outras palavras, pode-se dizer que a certificação é atribuída apenas para produções orgânicas que são comprovadamente realizadas sem causar intoxicação do solo e usar adubos químicos ou agrotóxicos, entre outras práticas que afetam o meio ambiente e a saúde humana.

Emitida pelo IBD, a maior certificadora de produtos orgânicos da América Latina, essa certificação é, na verdade, um conjunto de diferentes certificados e selos reconhecidos no Brasil e no mundo.

Firmar parceria com empresas certificadas pelo IBD é ter a certeza de que esse negócio adota processos responsáveis que focam no cuidado e na preservação da natureza.

Trazendo isso para a gestão de fornecedores, por exemplo, é uma garantia de que o fornecedor contratado para compor a supply chain da sua companhia está alinhado com o conceito ESG (Environmental, Social and Corporate Governance), o que ajuda a mitigar uma série de riscos.

Mas em quais outros pontos a certificação IBD (Instituto Biodinâmico) impacta sua empresa? Por que é interessante considerá-la no gerenciamento de fornecedores? Siga a leitura deste artigo e confira, agora, essas e outras respostas sobre o certificado!

O que é a certificação IBD (Instituto Biodinâmico)?

A certificação IBD (Instituto Biodinâmico) é, na prática, um grupo de selos e certificados emitidos para produtores e empresas produtoras do setor agropecuário que cumprem critérios e diretrizes específicos para a realização de processos produtivos orgânicos e biodinâmicos.

Essas certificações são emitidas pelo IBD, entidade certificadora brasileira que atua em todos os estados nacionais e em mais de 20 países.

Além de ser a maior certificadora de produtos orgânicos da América Latina, ela é a única do Brasil nesse ramo e já conquistou renome mundial.

Tais certificados e selos são reconhecidos e aceitos mundialmente, incluindo:

  • certificação IFOAM (mercado internacional);

  • ISO / IEC 17065 (mercado europeu, por meio da regulamentação CE 834/2007);

  • DEMETER (mercado internacional);

  • USDA / NOP (mercado norte-americano);

  • SISORG (mercado brasileiro).

Somado a tudo isso, além dos protocolos de certificação orgânica, o IBD oferece os reconhecimentos voltados para sustentabilidade, que são:

  • Roundtable on Sustainable Palm Oil (RSPO);

  • Union for Ethical BioCommerce (UEBT);

  • IBD Fair Trade;

  • UTZ (café e cacau);

  • RFA (Rainforest Alliance);

  • 4C (café);

  • ISCC;

  • SAI Platform.

Aproveite e leia também este artigo: "Fornecedores sustentáveis: por que e como selecionar?"



Quais são as certificações e os selos do IBD?

Não existe apenas uma certificação IBD (Instituto Biodinâmico), mas, sim, um conjunto de certificações e selos conferidos para diversas frentes, que são:

  • selo Natrue Cosmetics: certificação de mercado global de cosméticos naturais e orgânicos;

  • selo Orgânico IBD: atende, ao mesmo tempo, quatro normas:

  • todas as certificações orgânicas IBD voltadas para o Brasil, devendo ser usado em conjunto com o selo de produtos orgânicos nacional;

  • atende a todas as certificações do mercado europeu, cumprindo as normas equivalentes;

  • todas as certificações do mercado norte-americano, com a adoção da norma USDA/NOP;

  • cumprimento das diretrizes e normas de IFOAM, Federação Internacional de Movimentos de Agricultura Orgânica, direcionada ao mercado de produtos orgânicos;

  • selo Canada Organic: para comercialização de produtos nos Estados Unidos e no Canadá;

  • DEMETER: identificador mundial de produtos biodinâmicos;

  • Ingredientes Naturais IBD: relacionada a produtos e processos ecologicamente corretos, com o mínimo impacto ambiental possível, sem a entrega de itens alergênicos aos consumidores, entre outras práticas produtivas relacionadas;

  • Ingredientes Veganos IBD: confirma o uso de matéria-prima natural, sem uso de substâncias provindas de animais de qualquer espécie, assim como a não realização de testes nesses seres;

  • Não OGM IBD: certificação que comprova a ausência de produtos e itens transgênicos (OGM - Organismo Geneticamente Modificado) nas produções agropecuárias;

  • Insumo aprovado IBD: avalia os insumos comerciais disponíveis, em conformidade com as principais diretrizes de produção orgânica, a exemplo da europeia, japonesa e canadense;

  • Qualidade certificada: comprovação independente e contínua de que a empresa verificada cumpre com os próprios critérios ESG que definiu para seus processos;

  • IBD Fair Trade: Programa Fair Trade, ou comércio justo, aplicável a produções agropecuárias nacionais que contribuem para o desenvolvimento humano, social e ambiental;

  • ROC - Regenerative Organic Certification: certificação atribuída a produções alimentícias, têxteis e ingredientes de cuidados naturais que cumprem altos padrões mundiais de bem-estar animal, justiça com o trabalhador rural e saúde do solo;

  • RSPO - Roundtable on Sustainable Palm Oil: certificação específica para companhias produtoras de frutos e óleos de palma, processadoras de óleos dessa planta e seus derivados;

  • UEBT: a União para BioComércio Ético é uma entidade sem fins lucrativos que fomenta a aquisição de matérias-primas vindas da biodiversidade;

  • ISCC: sistema de certificação global voltada para toda a cadeia de suprimentos, inclusive insumos e fontes renováveis, garantindo o cumprimento de elevados critérios de sustentabilidade social e ecológica;

  • FSA: a Farm Sustainability Assessment (ou avaliação de sustentabilidade agrícola) visa aprimorar a sustentabilidade das fazendas, abrangendo também toda a cadeia de valor dos alimentos.

Este artigo também pode ser interessante para você: "Certificação de fornecedores: por que é tão importante?"

Como conseguir o certificado IBD?

Para conseguir uma certificação IBD (Instituto Biodinâmico), a empresa interessada precisa acessar o site oficial da certificadora, escolher um ou mais certificados e selos e, então, seguir o determinado no fluxo de certificação.

Esse, por sua vez, difere conforme o grupo escolhido, podendo ser direcionado para produções orgânicas, veganas ou cosméticas.

Por exemplo, no fluxo de certificação orgânica, o passo a passo que precisa ser cumprido é:

  • solicitar a proposta de certificação junto ao IBD;

  • aceitar a proposta comercial feita pela certificadora;

  • matricular-se como cliente do IBD e iniciar o processo segundo o plano e orientações de inspeção fornecidas;

  • realizar a inspeção apontada e gerar os relatórios solicitados;

  • passar pela avaliação do relatório e decisão de certificação.

Sugestão de leitura: "ISO 9001: como saber quais empresas têm a certificação?"

Como consultar empresas que têm o certificado IBD?

A consulta para verificar se uma empresa tem ou não algum dos certificados IBD é bastante simples. Também no site da certificadora, basta ir ao campo "Consultas", que é dividido em: 

  • consulta de produtos certificados pelo IBD;

  • consulta de insumos aprovados para orgânicos.

Lá, é possível fazer a verificação por produto, país, estado, nome da companhia que está sendo pesquisada e outros critérios.


Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.


Por que se preocupar com os ratings de sustentabilidade na gestão do seu negócio?

Quando uma companhia é certificada pelo IBD, significa que é comprometida com processos agrícolas sustentáveis e livres de agrotóxicos, além do uso responsável de recursos naturais.

Se a cadeia produtiva do negócio abrange agentes deste setor, tal certificação é uma maneira de garantir a qualidade do que comercializa, bem como o respeito com o meio ambiente na extração e o uso das matérias-primas retiradas da natureza.

Pensando na realização de uma gestão de fornecedores alinhada com boas práticas ESG, a certificação IBD pode ser uma forma de confirmar que os fornecedores que pretende contratar para abastecer sua companhia já seguem esses princípios.

E, para além desses selos, há outros ratings de sustentabilidade que são importantes averiguar. Como fazer isso de forma dinâmica, rápida e precisa em uma cadeia de abastecimento robusta e com vários fornecedores?

O melhor caminho é lançar mão de bons recursos tecnológicos voltados para essa tarefa, como o Linkana ESG Rating, ferramenta de análise automática de riscos ESG que podem ser gerados por fornecedores.

Por meio da análise de dados e informações apresentados pelas próprias empresas fornecedoras, pode-se verificar quanto estão comprometidas com o conceito ESG e quais riscos o comportamento identificado pode trazer para sua empresa, caso proceda com a contratação.

Para entender mais sobre o Linkana ESG Rating, assista este vídeo com Leo Cavalcanti, CEO e cofundador da Linkana.

https://www.youtube.com/watch?v=T1DmQi-JmKQ

E, para levar essas e outras funcionalidades para seu negócio, preencha agora mesmo o formulário abaixo!


Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market