Entenda a importância, os benefícios e como aplicar a sustentabilidade em compras

A sustentabilidade deixou de ser um tema nichado e ganhou a atenção do público em geral, cuja preocupação com questões sociais e ambientais apenas cresce.

Esse novo olhar impactou os processos dentro das empresas, que precisaram olhar para a sua cadeia de produção e as relações com os fornecedores para levar mais sustentabilidades às compras e atender às novas exigências dos seus respectivos públicos-alvo.

Mas o que exatamente significa sustentabilidade em compras e como implementá-la no setor de Procurement? Vamos descobrir!

O que significa sustentabilidade em compras?

Para entender a definição de sustentabilidade em compras, vamos olhar para a ISO (International Organization for Standardization), que possui uma norma específica para o que são compras sustentáveis – que também abordaremos nesse texto.

De acordo com a organização, uma compra sustentável é composta por uma série de decisões que “atendam às necessidades de uma organização para bens e serviços de uma forma que beneficie não só a organização, mas a sociedade como um todo, minimizando seu impacto no meio ambiente”.

Mas o que a compra sustentável não é, é apenas uma garantia de que ela terá um impacto reduzido no meio ambiente. A sustentabilidade vai além, se preocupando com as condições de trabalho dos produtores dos insumos e produtos, assim como questões socioeconômicas, como desigualdade e pobreza.

De modo geral, os produtos sustentáveis possuem características como: 

  • Uso reduzido de recursos naturais
  • Contração de materiais tóxicos
  • Menor consumo de energia elétrica ou água na produção
  • Menor geração de resíduos

Essa prática também tem conquistado fornecedores por ter uma demanda crescente, garantir uma melhor reputação e oferecer vantagem competitiva dentro de um mercado com cada vez mais adversários. 

A ideia por trás da sustentabilidade em compras, portanto, é que ela traga benefícios a todas as partes que estão implementadas em um processo de compras, desde a empresa que está por trás da fabricação do insumo até a comunidade em que ela está inserida.

Norma ISO 20400 e a sustentabilidade em compras

A compra sustentável se tornou foco tão grande das empresas que “ganhou” até mesmo uma norma ISO própria, a 20400. Com indicações das melhores práticas, a ISO garante que as compras tenham responsabilidade social e ambiental, além de transparência e ética.

Destinada a organizações públicas e privadas de todos os tamanho, ela influencia decisões que vão desde os materiais de escritório até fornecedores de energia. Mas mais que isso, ela é dirigida aos diretores e gestores de Procurement para que haja uma visão estratégica do processo de compras, criando na empresa uma cultura de sustentabilidade como um todo.

Criada com base na ISO 26000, que aborda responsabilidade social, suas diretrizes ajudam as equipes de Procurement a integrar os princípios da ISO 26000 no processo de compras. 

Quais as vantagens em investir na sustentabilidade em compras?

Após compreender o que significa aplicar a sustentabilidade em compras, vamos olhar para os benefícios dessa prática?

  • Reforço da reputação organizacional
  • Otimização de gastos com recursos e insumos
  • Redução no uso de água e energia elétrica
  • Estimula a inovação
  • Mais confiança pela comunidade em que a empresa está inserida
  • Menor impacto ao meio ambiente e à comunidade
  • Redução na emissão de gases de efeito estufa

Como aplicar a sustentabilidade nas compras?

Reavalie a sua cadeia de suprimentos

Você realmente sabe de quem está comprando seus insumos e matérias-primas? Muitas empresas possuem uma mentalidade de que “não se mexe em time que está ganhando”, mas se você deseja ter mais sustentabilidade nas compras, possivelmente terá que fazer mudanças que não lhe agradarão de início. 

Algumas das perguntas que sugerimos que a sua gestão faça nesse processo de agregação de sustentabilidade na cadeia de suprimentos são:

  • Qual o impacto social e ambiental de cada um dos meus fornecedores?
  • Quantos dos insumos e matérias-primas comprados são de fornecedores sustentáveis?
  • Quantos dos meus fornecedores oferecem alternativas ambientalmente positivas para os insumos e matérias-primas adquiridas?
  • Quantos dos meus fornecedores seguem a ISO 26000?
  • Qual o risco que estou assumindo por não trabalhar com fornecedores sustentáveis?

Podem parecer muitas perguntas, mas serão elas que guiarão a equipe de Procurement da sua organização a ter parcerias mais sustentáveis. Também vale dizer que existem tecnologias que podem ajudar nesse processo. 

Com o software da Linkana, por exemplo, é possível realizar uma série de consultas a informações públicas, desde listas de infrações ambientais do IBAMA, dados de autorizações para operação e funcionamento, bem como gerir documentos e informações relativos à sustentabilidade de maneira bem mais intuitiva e simplificada, com alertas de risco em caso de irregularidades, documentos vencidos e outros.

Leve a mentalidade sustentável à toda a empresa

De nada adianta o esforço feito pela equipe de Procurement em embarcar mais sustentabilidade ao negócio se a gerência, diretoria ou os acionistas não estão engajados nessa busca.

Portanto, assegure-se que toda a empresa está consciente sobre a necessidade dessa responsabilidade e das oportunidades que ela traz à organização. Também é válido avaliar a necessidade de capacitar a equipe por meio de treinamentos e palestras para levar o mesmo conhecimento a todos os colaboradores.

Matriz de materialidade

Esse pode ser um ponto altamente relevante à sua instituição, portanto, atenção. 

A matriz de materialidade é uma representação gráfica da importância dos temas de sustentabilidade de uma empresa, que possibilita identificar quais áreas a empresa causa o maior impacto e ajudar os gestores na tomada de decisões. 

Suponha que a sua empresa determine que, nesse momento, a aquisição de insumos sustentáveis é mais importante que a economia de água e energia. A matriz de materialidade deve mostrar isso e servir como guia à equipe de compras para futuras aquisições.

Quer saber mais sobre a matriz de materialidade? O vídeo abaixo, do canal Gestão Sustentável, lhe ajudará:

Sustentabilidade em compras é o futuro da sua empresa

Com uma empresa focada em capacitar a equipe de Procurement, reavaliar as relações com fornecedores e instaurar um relacionamento transparente com terceiros através de matrizes de materialidade e outros aspectos dentro da sustentabilidade só darão benefícios à sua empresa.

Leo Cavalcanti

Leo Cavalcanti

Advogado, especialista em Planejamento Tributário e Finanças, soma mais de 05 anos de experiência com rotinas de auditoria empresarial e tributária, além de conhecimento em controladoria e práticas de departamento jurídico corporativo. Atualmente é CEO e um dos co-fundadores da Linkana.