Resources

Gestão de Dados

Gestão de Dados

Gestão de Dados

Supplier data: como o uso de dados de fornecedores pode transformar o procurement?

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

June 24, 2022

June 24, 2022

June 24, 2022

O supplier data, ou dados do fornecedor, é um artifício poderoso que ajuda a agregar valor a uma empresa, desde que seja usado corretamente.

Um dos principais motivos é que, quando se analisa adequadamente os dados que se tem acesso, a companhia tem a chance de se antecipar a possíveis problemas e, com isso, diminuir os riscos que podem afetar negativamente os seus processos.

Dados, portanto, podem (e devem) ser vistos como uma importante fonte de insights. Por se tratar de informações reais e concretas, as tomadas de decisão se tornam muito mais embasadas, o que aumenta as chances de obter resultados melhores e mais significativos para o negócio.

O supplier data, especificamente, traz diretrizes sobre a atuação dos fornecedores, seus comportamentos, qualidade dos serviços prestados, cumprimento de prazos, atendimento de cláusulas contratuais, risco de falência e muitas outras informações que são essenciais para a formação de uma cadeia de suprimentos realmente eficiente.

Nesse cenário, um bom supplier data management também é valioso para um procurement eficaz.

A ideia é usar essa base de dados como apoio para a criação de um processo estratégico de aquisições mais benéfico para a empresa.

E por quais outras razões isso é tão importante? Para ter essa resposta, continue a leitura deste artigo e confira o que é supplier data, a importância de um bom gerenciamento de dados de fornecedores e como isso pode ser alinhado ao procurement.

O que é supplier data?

Supplier data se refere a todos os dados gerados por um fornecedor e pela sua prestação de serviço. Quanto a isso estão incluídas desde as informações básicas, tais como nome, endereço e contato, até as mais complexas, a exemplo de:

  • informações financeiras de risco;

  • qualidade dos serviços prestados;

  • cumprimento ou não dos prazos estabelecidos;

  • atendimento ou potencial de quebra de cláusulas contratuais;

  • preços praticados e estimativa de aumento;

  • informações de diversidade e economia inclusiva.


Porém, é preciso ter em mente que os dados sozinhos nem sempre dão acesso direto a informações desse tipo. Na maioria das vezes, é preciso fazer a análise e a interpretação,  por meio de métodos como a análise preditiva e a análise prescritiva.

A análise preditiva, no caso, consiste em se abastecer de dados que ajudem a prever comportamentos e acontecimentos. Basicamente, são usados padrões passados, acrescidos de algumas variáveis, para fazer previsões e, com isso, antecipar-se a potenciais problemas.

Já a análise prescritiva usa a base de dados disponíveis para definir qual deve ser a conduta da empresa diante dos cenários apresentados. Ou seja, esse levantamento contribui para apontar os melhores caminhos a serem seguidos, a fim de evitar perdas e riscos que podem comprometer a saúde do negócio

Vale destacar também que existem outros tipos de análise, tais como a:

  • análise descritiva: usa os dados para descrever o cenário atual;

  • análise diagnóstica:  permite o diagnóstico de determinada situação por meio da análise dos dados disponíveis.


No artigo “Análise e interpretação de dados na gestão de empresas” você confere todos os detalhes sobre esse tema. Não deixe de ler!

O que é supplier data management?

O supplier data management, por sua vez, consiste no gerenciamento desses dados, mas indo muito além de apenas captar e armazenar essas informações.

O objetivo dessa gestão de fornecedores é utilizar os dados obtidos de uma forma estratégica e que realmente contribua para a formação de uma cadeia de suprimentos mais eficiente, com menos riscos, perdas e custos.

Com isso, diferentes vertentes podem ser aprimoradas, como no caso do procurement que, quando baseado em dados, tende a gerar resultados melhores para o negócio.

Dica extra! Baixe agora mesmo o e-book “Como fazer uma gestão de fornecedores inteligente e guiada a dados na sua empresa

Como o uso de dados de fornecedores pode transformar o procurement? 

Para explicarmos por quais motivos o supplier data pode transformar o procurement, é interessante, primeiro, relembrarmos o que engloba esse termo.

Procurement é um processo estratégico definido para determinar como devem ser as aquisições feitas por uma empresa. Entre os principais objetivos dessa abordagem estão:

  • criar estruturas de compras mais eficientes;

  • melhorar a qualidade dos produtos e serviços adquiridos pela companhia;

  • reduzir custos;

  • possibilitar tomadas de decisões de compra mais embasadas e com menos riscos.


Por conta disso, o procurement envolve diversas etapas, incluindo sourcing, onboarding, aquisição, pagamento, gestão e avaliação dos produtos e/ou serviços adquiridos.

Com esse conceito definido, fica mais fácil entender a relação entre ele e o supplier data. Ora, se estamos falando sobre dados do fornecedor e da criação de um processo estratégico de aquisição, nada mais plausível do que usar essas informações como meio de obter esse resultado.

Em outras palavras, significa usar o supplier data management como ferramenta para identificar todo o potencial que um possível fornecedor tem antes de fechar parceria com ele.

Alinhar essas duas práticas pode contribuir para:

  • encontrar fornecedores mais compatíveis;

  • estabelecer negociações mais precisas e proveitosas para ambos os lados;

  • garantir o atendimento de contratos, considerando o perfil de atuação do fornecedor.


Aqui, vale destacar também que uma das etapas do procurement consiste em selecionar o fornecedor e negociar o preço. Quanto a isso, nada mais adequado que analisar os dados que se tem acesso para chegar à definição de qual o fornecedor mais adequado para atender à demanda da companhia.


Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

Por que uma boa base de dados de fornecedores é tão importante?

Uma boa base de dados de fornecedores é importante por diversos motivos, sendo os mais relevantes a chance que a empresa tem de minimizar riscos e evitar desperdícios.

Relacionando isso a um processo de procurement, contribui para reduzir o impacto na margem de lucro da companhia, além de melhorar a qualidade do que está sendo adquirido e, com isso, elevar a satisfação dos clientes finais, ajudando a aumentar o volume de vendas e a receita do negócio.

Precisamos destacar ainda que, no que se refere à gestão de fornecedores, o procurement aborda também questões como homologação, performance, diversidade e desempenho. Ou seja, quanto mais dados puderem ser avaliados para essas finalidades, melhores serão as tomadas de decisão da empresa.

Entretanto, uma dificuldade que muitos gestores têm é encontrar uma ferramenta que centralize tudo isso. Se esse também é o seu caso, você precisa conhecer o software da Linkana.

Em um único ambiente você realiza análise de dados públicos e risco, gestão de base ativa, avaliação de performance, análise de gastos e muito mais.

Preencha o formulário abaixo, converse com um dos nossos especialistas e confira como essa solução pode ajudar o seu negócio!

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market