Resources

Governança

Governança

Governança

Governança corporativa: saiba o que é e por que transforma uma empresa

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

July 14, 2022

July 14, 2022

July 14, 2022

Governança corporativa é uma união de processos, leis e hábitos que simboliza como uma empresa deve ser conduzida. Na contramão do que muitos pensam, esse conceito  não se resume apenas em criar e registrar normas e procedimentos.

A sua ideia é preservar os princípios da gestão, do desenvolvimento econômico e da ética da companhia. Por essa razão, é importante criar um alinhamento estratégico para que todos os setores respeitem as  políticas de governança. 

Ficou curioso e quer saber mais? Ao longo deste conteúdo, você vai saber qual é o objetivo da governança corporativa, para que serve e como implementar da maneira certa. Acompanhe a leitura!

O que é governança corporativa? 

De acordo com o IBC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), governança corporativa é o sistema pelo qual as empresas e demais organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo os relacionamentos entre sócios, conselho de administração, diretoria, órgãos de fiscalização e controle e demais partes interessadas.

Em síntese, trata-se de um conjunto de atitudes que uma empresa faz para crescer e alinhar os interesses dos integrantes, como diretores, sócios, acionistas e outros stakeholders, aos dos órgãos de fiscalização e regulamentação.

Ela começa no momento em que a organização contrata pessoas para administrar funções cumprindo as regras do local. No entanto, nem sempre esses profissionais seguem à risca as normas impostas e acabam cometendo erros que prejudicam o ambiente.

Qual é a importância da governança corporativa?

Uma empresa que adota as boas práticas de governança corporativa entende por que o sistema realmente é importante para o dia a dia. Veja a seguir o valor da governança:

Concordância com a legislação

Quando este conceito está em vigor, a conformidade com as leis é facilmente desenvolvida. Isso porque ele conta com regras e políticas que possibilitam que uma instituição funcione corretamente, sem problemas jurídicos.

Redução de multas

Os gestores buscam reduzir ou eliminar multas desnecessárias, uma vez que as leis exigem o cumprimento e a disciplina do estabelecimento.

Fortalecimento de gestão

Essa prática também ajuda a melhorar a gestão das atividades com atitudes que promovem uma relação estável entre as equipes, contribuindo para um negócio de sucesso.

Possibilidade de negociações

Com uma boa prática de governança, aumenta-se a confiança dos acionistas e favorece a procura de novos investidores que avaliarão o capital das empresas-alvo.


Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

Para que serve a governança corporativa? 

Elimina conflitos internos

Não é de hoje que algumas instituições são condenadas por escândalos de corrupção e fraudes. A operação Lava Jato, que explodiu em 2014, foi uma das maiores iniciativas de combate à corrupção, desmantelando milhares de empresas, muitas proibidas de fazer ou renovar contratos com a Petrobras.

De fato, esses são problemas decorrentes da crise na governança corporativa, o que pontua o interesse individual acima do interesse da equipe.

Por essa razão que as políticas foram instituídas, isto é, para assegurar a manutenção das boas práticas de gestão.

Fortalece a imagem da empresa

Um local de trabalho envolvido em problemas deixa de ser confiável, ferindo a própria imagem diante de investidores, parceiros, fornecedores e do próprio consumidor.

Por sua vez, o sistema tem a incumbência de reverter esse quadro e garantir maior credibilidade perante seus stakeholders.

Aumenta o valor de mercado 

Por fim, a governança corporativa eleva o valor de mercado e de competitividade de uma organização.

Atrair novos investidores, evitar escândalos e valorizar a imagem são resultados de quem investe no mecanismo. Esses benefícios refletem no valor da marca e no balanço financeiro da empresa.


Princípios da governança corporativa 

Transparência 

Fundamental na relação entre a empresa e os acionistas, a transparência é o ponto-chave do mecanismo, pois é ela quem mostra os pontos positivos e negativos da organização, ao invés de divulgar somente o que é previsto por lei.

Isso atesta que a transparência não está relacionada somente com fatores econômicos e financeiros, mas com tudo o que é relevante no ambiente corporativo.

Equidade

O conceito de equidade é preservar uma relação igualitária entre a empresa e seus stakeholders. Isso significa que nenhuma parte interessada deve ser tratada com privilégios, enquanto outras são discriminadas.

Prestação de contas 

Para evitar que ocorra a quebra de confiança por parte dos sócios e diretores, seja por incompetência ou negligência, a prestação de contas impõe que os responsáveis por qualquer ato assumam suas consequências.

Responsabilidade corporativa 

Esse princípio preza por organizações que preservam o meio ambiente e respeitam as diferenças culturais em meio a ações sociais e ambientais.


Leia também: Saiba como colocar em prática os 8Ps da governança corporativa

Quais são os modelos de governança corporativa?

Conheça os cinco principais modelos diferentes de governança:

Anglo

Muito usado no Reino Unido e nos Estados Unidos, este modelo preza por representantes que assumam suas próprias responsabilidades, como os administradores de negócios e os acionistas.

Aqui as decisões são tomadas a partir das votações dos acionistas.

Japonês

Este é um modelo de governança corporativa em empresas familiares.

Vale ressaltar que o governo e os órgãos oficiais também têm participação especial. Sendo assim, funcionários públicos podem ser indicados para o conselho de administração.

Alemão

Similar ao modelo japonês, os bancos têm participação especial.

Aqui existe o conselho de administração, composto por executivos, enquanto o conselho de supervisão é formado por pessoas que não fazem parte da gestão direta da instituição.

Latino-americano

Neste caso, as empresas familiares são relevantes no mercado. Por outro lado, as privatizações de estatais antigas têm gerado companhias com capitais mais assertivos, o que favorece para uma governança mais efetiva.

Latino-europeu

Similar ao latino-americano, o patrimônio está concentrado nas corporações familiares. Em contrapartida, são empresas consorciadas que detém o patrimônio.

Assista ao vídeo e saiba mais sobre a importância da governança corporativa:

https://youtu.be/gqlSFdEVtvQ

Governança corporativa e compliance: qual a ligação?

Compliance e governança corporativa são termos que se complementam no mundo dos negócios, simbolicamente, representam a ética profissional.

Entendemos que compliance é quando uma empresa impõe normas para estar "em conformidade” com a lei, como considerar as normas trabalhistas ou Lei Anticorrupção, por exemplo. Sendo assim, o termo está relacionado diretamente à governança.

Na prática, a governança evita conflitos de interesse, enquanto o compliance visa assegurar o cumprimento das leis e normas da empresa.

Desse modo, é possível entender que compliance é um apoio da governança corporativa, ou seja, sem esse acompanhamento, ela não se sustenta.

Políticas de governança corporativa

Cada empresa utiliza suas próprias políticas para alinhar a equipe à legislação.

As políticas são documentadas e servem para o conhecimento dos integrantes. Veja as mais utilizadas por grandes companhias do País:

  • 1. Objetivo;

  • 2. Abrangência;

  • 3. Diretrizes (princípios, estrutura de governança corporativa, fiscalização e controle);

  • 4. Gestão de consequências;

  • 5. Responsabilidades;

  • 6. Conceitos e siglas


Como implantar a governança corporativa?

Após entender o que é governança corporativa e sua relevância no mundo dos negócios, está na hora de saber como implementá-la na sua empresa.

Lembre-se de que a prática atrai novos investidores, fornecedores e clientes, além de valorizar a imagem da organização, certo? 

Sendo assim, é essencial que você esteja sempre atento e atualize o código de conduta, fortaleça suas lideranças internas, estimule a transparência entre as equipes, e não se esqueça do propósito da sua empresa perante à sociedade.

Em caso de dúvida, para realizar a consulta de compliance e governança corporativa na qualificação de fornecedores, tenha a Linkana como sua parceira.

Nossa tecnologia de ponta garante uma consulta pública eficiente e livre de burocracia, favorecendo para que a equipe de compras tome decisões estratégicas mais concretas.

Preencha o formulário abaixo que, em breve, um de nossos especialistas entrará em contato para uma consultoria exclusiva.


Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market