Resources

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Análise de risco de crédito de fornecedores: por que e como realizar?

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

July 21, 2023

July 21, 2023

July 21, 2023

A análise de risco de crédito é uma atividade que identifica a capacidade de uma empresa arcar com seus compromissos financeiros.

Trazendo esse conceito para a gestão de fornecedores, esse processo é fundamental para verificar se a empresa que pretende contratar para compor a sua cadeia de fornecimento da sua não corre risco de falência, por exemplo.

Quando situações como essa estão inerentes, seu negócio fica sob a ameaça de desabastecimento — e, conforme você já deve estar imaginando, isso resulta em uma série de outros transtornos que afetam a dinâmica e a lucratividade da sua companhia. 

Porém, a importância de realizar a análise de risco de crédito dos fornecedores não se resume a esse ponto. 

Isso porque essa verificação permite também identificar se a empresa fornecedora cumpre com os compromissos legais, como o pagamento correto do FGTS dos funcionários e de outros impostos obrigatórios para o funcionamento dentro da legalidade.

A capacidade de cumprir com essas responsabilidades mostra que o fornecedor é idôneo, característica que também ajuda a livrar sua companhia de ameaças financeiras, jurídicas, entre outras relacionadas.

Considerando todos esses fatores, confira agora, neste artigo, o que é e como fazer análise de crédito de fornecedores, quais tipos existem, que critérios considerar e qual ferramenta usar para otimizar esse processo.

O que é análise de risco de crédito?

Análise de risco de crédito é um processo que tem por objetivo verificar a capacidade que uma empresa tem de honrar com seus compromissos financeiros. Nesse cenário, são feitos diversos levantamentos e consultas, todos relacionados à saúde financeira do negócio.

Dependendo o motivo desse levantamento, e das respostas que se pretende obter, é possível considerar a verificação de documentos, como:

  • relatórios de faturamento;

  • relatórios contábeis;

  • balanço financeiro;

  • Imposto de Renda de Pessoa Jurídica;

  • taxa de retorno sobre investimento (ROI).

Dica! Aproveite e leia também: "Gestão de risco de crédito: conheça 4 boas práticas para levar mais segurança para sua empresa"

Quais são os tipos de risco de crédito para pessoa jurídica?

Existem alguns tipos de risco de crédito que merecem ser considerados para a realização de uma boa gestão de fornecedores. Entre os que merecem sua atenção estão:

  • riscos operacionais;

  • riscos de liquidez;

  • riscos legais.

Riscos operacionais

É comum que uma empresa que pretende contratar para sua cadeia de abastecimento também dependa de um fornecedor para cumprir o contrato firmado. 

Isso significa que ela deve realizar os pagamentos a esse parceiro em dia, a fim de não sofrer interrupção no fluxo de abastecimento.

Porém, quando isso não acontece, a empresa fornecedora que faz parte da sua supply chain sente impactos operacionais que refletem na sua. 

O mesmo princípio vale para o pagamento dos direitos dos trabalhadores que, se não tiverem seus salários e benefícios quitados, podem parar as atividades ou buscar outros empregadores, reduzindo a mão de obra e a capacidade produtiva do fornecedor. 

Riscos de liquidez

O risco de liquidez está diretamente relacionado a um baixo volume de vendas e a uma má gestão financeira.

Explicando de outro modo, consiste em uma ameaça proveniente da incapacidade de uma empresa de gerar faturamento com os produtos e/ou serviços e comercializa, ou de não saber administrar o capital obtido com esse processo.

Nessas situações, a companhia tende a enfrentar problemas para arcar com seus compromissos financeiros, visto contar com pouco dinheiro para isso.

Riscos legais

Os riscos legais são decorrentes de problemas judiciais, que podem gerar o pagamento de multas e, consequentemente, afetar o caixa do negócio.

Aqui, estamos nos referindo a, por exemplo, penalidades financeiras decorrentes do descumprimento de leis, aplicadas por órgãos fiscalizadores como os voltados para questões trabalhistas ou ambientais.

Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

Como fazer análise de risco de crédito de fornecedores?

Para fazer uma essa análise, é sugerido que você siga dois passos principais, que são:

1. defina os critérios para análise de risco de crédito de fornecedores;

2. escolha ferramentas que automatizem esse processo. 

1. Defina os critérios para análise de risco de crédito de fornecedores

Essa primeira etapa consiste em definir quais são os parâmetros de avaliação de riscos mais relevantes para o seu negócio, ou seja, aqueles que contribuem para levantar as informações necessárias.

É certo que cada empresa pode determinar os seus, mas, em linhas gerais, alguns dos critérios para esse tipo de análise de fornecedores costumam ser:

  • grau de endividamento;

  • faturamento dos últimos meses;

  • perspectiva de crescimento do negócio;

  • existência ou não de investidores;

  • garantias contratuais oferecidas;

  • histórico e reputação financeira junto ao mercado de atuação;

  • índice de liquidez e solvência.

2. Escolha ferramentas que automatizam esse processo 

O Serasa costuma ser a ferramenta mais popular quando o assunto é análise de crédito. Todavia, esse recurso não é específico para a gestão de fornecedores, por isso, não contempla outras funcionalidades que aprimoram esse gerenciamento.

Entre as alternativas ao Serasa para análise de risco de crédito, está o sistema da Linkana, que contempla diversas soluções criadas especialmente para melhorar a gestão de fornecedores do seu negócio, em especial o Linkana Financial Rating, pontuação exclusiva criada pela Linkana para classificar a saúde financeira de fornecedores no Brasil.

O que mais a Linkana oferece para sua empresa?

A Linkana é a primeira fundação de dados de fornecedores compartilhada do Brasil. Nossa base de dados de perfis universais de fornecedores permite que compradores busquem, analisem e homologuem fornecedores em alguns cliques. 

Com isso, aceleramos radicalmente processos de onboarding, de análise e de monitoramento de fornecedores — graças aos dados dos fornecedores já preenchidos por eles ou por outra empresa —, permitindo o uso de dados e insights compartilhados entre as maiores corporações do nosso país.

Além do Linkana Financial Rating, a Linkana também oferece o Linkana ESG Rating, classificação de de riscos dos indicadores ESG.

Por meio de pontuação atribuída aos documentos e informações apresentados pelos próprios fornecedores, você tem, automaticamente, o percentual de risco socioambiental e de governança que esses parceiros podem gerar para sua empresa.

Com base nesse dado, tem a chance de analisar, mais precisamente, se vale a pena assumir essa ameaça, ou se é mais prudente para o negócio buscar por outros fornecedores.

Extra! Confira o que Leo Cavalcanti, CEO e cofundador da Linkana tem a dizer sobre o Linkana ESG Rating!

https://www.youtube.com/watch?v=T1DmQi-JmKQ&t=30s

Quer mais detalhes sobre essa e outras soluções oferecidas pela Linkana? Então preencha agora mesmo o formulário abaixo para agendar uma demonstração do nosso sistema!

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market