Resources

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Como fazer a consulta de dados de fornecedores? 5 maneiras práticas que ajudam a evitar fraudes!

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

June 9, 2021

June 9, 2021

June 9, 2021

Saber como fazer a consulta de dados de fornecedores é essencial para que a sua empresa não seja vítima de golpes e fraudes que comprometam os seus processos e, consequentemente, a sua saúde financeira.

A procura por bons fornecedores requer uma série de cuidados, e uma delas é fazer uma análise criteriosa do CNPJ do potencial parceiro.

A ideia é garantir que o seu processo de qualificação de fornecedores seja realmente eficaz e que lhe traga a segurança necessária na hora de formar a sua cadeia de suprimentos.

Mas como você pode fazer a consulta de dados de fornecedores e evitar problemas futuros? As 5 melhores opções incluem consulta de CNPJ/CPF junto à:

  • Receita Federal; 

  • Aplicativo CNPJ; 

  • Cartório de Protestos; 

  • Portal do Empreendedor 

  • Soluções de pesquisas pagas.

Confira agora, em detalhes, cada uma dessas alternativas.

5 maneiras de realizar a consulta de dados de fornecedores

Como mencionado, a consulta de dados de fornecedores é essencial para que a sua empresa não seja vítima de fraudes quando estiver formando a sua cadeia de fornecedores.

As fraudes no setor de compras, por exemplo, incluem questões contábeis, de pagamento, de custos, entre outras.

No que diz respeito à qualificação de fornecedores, especificamente, podem acontecer alterações nos dados de uma empresa com o propósito de beneficiá-la na participação de licitações, por exemplo.

Além dos prejuízos financeiros, não realizar a consulta de dados de fornecedores pode afetar os seus processos, comprometendo o relacionamento que tem com os seus clientes e, por fim, a imagem da sua marca no seu mercado de atuação.

Por esses motivos, é tão importante realizar a qualificação adequada dos seus fornecedores.

Para consulta do CNPJ ou CPF, utilize uma das ferramentas que vamos descrever a seguir.

Portal da Receita Federal

Um dos primeiros recursos utilizados por quem precisa fazer a consulta de dados de fornecedores é o Portal da Receita Federal. A consulta é gratuita, rápida e pode ser feita diretamente no site da Receita Federal

Digitando o número do CNPJ do potencial fornecedor, é possível conferir a situação cadastral da empresa, ou seja, se essa está ativa ou não.

Além dessa informação, essa consulta também informa:

Aplicativo CNPJ da Receita Federal

Outra maneira de consultar o CNPJ de uma empresa, também disponibilizada pela Receita Federal, é o Aplicativo CNPJ.

O APP CNPJ, disponível para Android e iOS, é um recurso para ser utilizado em dispositivos móveis, tais como tablets e smartphones.

A ferramenta gera as mesmas informações da consulta de dados de fornecedores realizada diretamente no site da Receita Federal.

Um diferencial do aplicativo é que ele permite acompanhar os CNPJs, enviando notificações sempre que houver alguma alteração na situação cadastral da empresa que está sendo consultada.

Cartório de Protestos

A consulta de dados de fornecedores junto aos cartórios de protesto tem como finalidade verificar se a empresa em questão tem algum protesto contra o seu CNPJ.

Além disso, essa pesquisa também informa se há dívidas protestadas e/ou dívidas com autorização de cancelamento, o que pode acontecer quando é gerado algum acordo entre as partes.

Esse tipo de consulta deve ser realizada junto ao IEPTB (Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil), e cada estado conta com o seu próprio site para a prestação desse serviço.

Em São Paulo, por exemplo, é possível fazer a pesquisa de protestos neste link. A consulta contempla informações do próprio estado e de outras regiões do país.

Portal do Empreendedor

A consulta de dados de fornecedores via Portal do Empreendedor é direcionado para potenciais parceiros de negócio que são MEIs, Microempreendedores Individuais.

Acessando a página de serviços para MEI do portal, você pode clicar em “Emissão de Comprovante (CCMEI)” ou “Consulta de CNPJs Cancelados”.

Na Emissão de Comprovante (CCMEI), é gerado um certificado com, basicamente, as mesmas informações do site da Receita Federal. Vale destacar que para fazer esse tipo de consulta de dados de fornecedores é preciso ter o CPF do titular da empresa.

Já a Consulta de CNPJs Cancelados, informa se aquela empresa teve, ou não, a sua inscrição MEI cancelada. Essa informação é bem importante para evitar que CNPJs inativos sejam usados na formalização de negócios.

Soluções de pesquisas pagas

Para empresas que precisam realizar consultas de CNPJ mais detalhadas, a opção fica por conta do uso de soluções pagas.

O Serasa Experian, por exemplo, traz informações sobre dívidas, falências, ações judiciais, entre outras.

Outra boa opção é o Consulta.guru, uma iniciativa da NFE.io, empresa de sistema gerenciador de nota fiscal eletrônica.

Trata-se de uma suíte de consulta de dados que permite a realização de pesquisas sobre CNPJs e CPFs, diretamente do site da Receita Federal.

Por meio de APIs é possível integrar o Consulta.guru ao sistema que a sua empresa já utiliza, facilitando ainda mais o processo de consulta de dados de fornecedores.

Somadas a essas funcionalidades, a solução da NFE.io também oferece:

  • pesquisar endereços de maneira integrada ao sistema dos Correios;

  • consultar endereço de uma empresa através do seu CNPJ;

  • consultar quem são os sócios de uma empresa pelo seu CNPJ;

  • pesquisar a razão social de um negócio apenas com o CNPJ.

  • consultar notas fiscais diretamente da SEFAZ.

Dica extra: por que consultar notas fiscais?

Um dos principais motivos de fazer a consulta de NFe é verificar se notas frias foram emitidas contra a sua empresa.

Quando isso acontece, a sua empresa se posiciona como a tomadora de um produto e/ou serviço, ainda que aquela transação comercial não seja verdadeira.

Fazer a consulta de nota fiscal de tomador dá a sua empresa a chance de se manifestar junto ao Fisco, caso identifique alguma ação de má-fé.

Isso evita diversos problemas, tais como o pagamento de multas decorrentes de passivos tributários que não foram quitados pelo seu negócio.

Por esse motivo, é bem importante que, além de saber como fazer a consulta de dados de fornecedores, você também acompanhe de perto as notas fiscais emitidas contra a sua empresa.

Esses cuidados impactam diretamente na sua gestão financeira e fiscal, bem como nos resultados do seu negócio.

Este artigo foi escrito por Gabriel Marquez, empreendedor e fundador da NFE.io.

Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market