Resources

Compliance

Compliance

Compliance

O que é o acordo de leniência? Tudo sobre o assunto!

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

December 20, 2022

December 20, 2022

December 20, 2022

Você já ouviu falar, ou sabe o que é acordo de leniência? Acordo de leniência é um instrumento jurídico que busca facilitar e agilizar a investigação de crimes e fraudes de natureza civil e administrativa, com o objetivo de recuperar prejuízos aos cofres públicos

Utilizado por pessoas jurídicas, esse acordo permite que o agente admita a culpa e colabore com a investigação, em troca de benefícios, como diminuição da punição, extinção de embargos, redução de multa e outros.

O acordo de leniência ganhou importância no cenário brasileiro com o advento da Lei Anticorrupção (Lei 12846/13), que define sobre a responsabilização objetiva no âmbito administrativo e civil de pessoas jurídicas que cometem atos ilegais contra a administração pública.

Mas, de forma prática, quanto isso pode afetar a sua empresa, rotina, relacionamento com fornecedores, e outras vertentes que fazem parte do seu fluxo de trabalho?

Para ter essa resposta, siga a leitura deste artigo e confira o que é acordo de leniência, exemplos de casos nos quais esse instrumento jurídico foi utilizado, entre diversas outras informações sobre esse tema.

O que é o acordo de leniência?

O acordo de leniência é uma celebração feita pela justiça com pessoas jurídicas comprovadamente responsáveis por ações ilícitas e atos lesivos contra a administração pública

Previsto na Lei nº 12.846 de 1º de agosto de 2013, comumente chamada de Lei Anticorrupção, o objetivo do acordo de leniência é atenuar ou mesmo isentar, de acordo com a gravidade do ato, as sanções aplicadas à pessoa jurídica, desde que essa colabore efetivamente com as investigações e processo administrativo movido contra ela.

Para que você entenda melhor o que é o acordo de leniência, precisamos delimitar que esse tratado ocorre principalmente em investigações civis ou administrativas, nas quais o agente é uma pessoa jurídica. Desse modo, não há exemplos de acordo de leniência no âmbito penal.

Na prática, o acordo de leniência é feito entre a pessoa jurídica envolvida ou autora da infração e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), que representará a União. 

Assim, para explicarmos o que é acordo de leniência, é possível dizer que se trata do posicionamento do infrator de colaborar nas investigações, fornecendo evidências inéditas que comprovem os danos causados, outros envolvidos na infração e mecanismos utilizados.

Em troca de informações novas e realmente relevantes para a investigação, o agente pode dispor de benefícios como:

  • extinção da ação punitiva;

  • extinção de embargos, como proibições de acesso a auxílios, empréstimos e doações de órgãos públicos, inclusive bancos;

  • redução de pena determinada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE);

  • redução de multas em até ⅔ do valor total;

  • isenção ou redução da necessidade de obter declaração de idoneidade.

Vale ressaltar que acordos de leniência não podem ser utilizados para eximir o agente da infração de ressarcimento. Ou seja, prejuízos causados à administração pública precisam ser arcados de maneira integral.

Qual o propósito do acordo de leniência?

O propósito do acordo de leniência é permitir que a companhia envolvida no ato ilícito colabore efetivamente com as investigações e com o processo administrativo do qual é ré.

Em troca dessa colaboração é dada a extinção, a redução ou a isenção das punições, desde que a pessoa jurídica contribua com informações devidamente relevantes, que ajudem no avanço da solução do caso.

Ainda assim, é importante destacarmos que a empresa beneficiária do acordo de leniência não está livre do pagamento dos seus débitos e/ou da devolução de valores aos cofres públicos. Ou seja, ainda assim, precisa arcar financeiramente com os prejuízos monetários causados. 

Quem pode celebrar um acordo de leniência?

O agente que detém competência para celebrar esse acordo no âmbito do Poder Executivo Federal e nos casos de atos lesivos contra a Administração Pública Estrangeira é unicamente a Controladoria-Geral da União, CGU, conforme apontado no artigo 16, § 10, da Lei nº 12.846/2013

Essa informação vem da própria Controladoria-Geral da União, em sua página web sobre Lei Anticorrupção — Acordo de Leniência, o qual também destaca que a empresa alvo da investigação pode entrar com a proposta de acordo até a conclusão do relatório elaborado pela comissão responsável pela condução do processo administrativo.

Quanto ao prazo de conclusão do acordo de leniência, o limite é de 180 dias, tempo que pode ser prorrogado de acordo com identificação de necessidade por parte da Controladoria-Geral da União.

Quais critérios precisam ser atendidos para a celebração de um acordo de leniência?

Os critérios que precisam ser atendidos para a celebração de um acordo de leniência estão previstos no Decreto nº 11.129, de 11 de julho de 2022, que regulamenta a Lei nº 12.846, de 1º de agosto de 2013.

Esse decreto estabelece a responsabilização administrativa e civil de pessoas jurídicas pela prática de atos contra a administração pública, nacional ou estrangeira.

Em seu artigo 37 é determinado:

Art. 37.  A pessoa jurídica que pretenda celebrar acordo de leniência deverá:

I - ser a primeira a manifestar interesse em cooperar para a apuração de ato lesivo específico, quando tal circunstância for relevante;

II - ter cessado completamente seu envolvimento no ato lesivo a partir da data da propositura do acordo;

III - admitir sua responsabilidade objetiva quanto aos atos lesivos;

IV - cooperar plena e permanentemente com as investigações e o processo administrativo e comparecer, sob suas expensas e sempre que solicitada, aos atos processuais, até o seu encerramento;

V - fornecer informações, documentos e elementos que comprovem o ato ilícito;

VI - reparar integralmente a parcela incontroversa do dano causado; e

VII - perder, em favor do ente lesado ou da União, conforme o caso, os valores correspondentes ao acréscimo patrimonial indevido ou ao enriquecimento ilícito direta ou indiretamente obtido da infração, nos termos e nos montantes definidos na negociação.

Quais são os efeitos de um acordo de leniência?

Uma informação que complementa o que é acordo de leniência se refere aos seus efeitos.

Também de acordo com as diretrizes da CGU, os efeitos do acordo de leniência se estendem às companhias investigadas que fazem parte do mesmo grupo econômico de fato e de direito. 

Entretanto, essas empresas precisam, obrigatoriamente, terem firmado o acordo conjuntamente, e as condições previamente estabelecidas precisam ser adequadamente respeitadas.

Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

Qual a diferença entre acordo de leniência e delação premiada?

Agora que já ficou claro o que é o acordo de leniência, fica mais fácil compreender a diferença entre esse tipo de acordo e a delação premiada. 

Nesse caso, o acordo de leniência é utilizado principalmente para investigações administrativas e civis, focadas quando o agente é pessoa jurídica

A delação premiada, cujo termo correto seria colaboração premiada, pode ser aplicada em casos de crimes hediondos, contra o sistema financeiro ou até mesmo crimes contra o consumidor. 

Por sua vez, a delação premiada é comum para investigações criminais, na qual o agente que cometeu a infração é pessoa física.

diferença de uso do acordo de leniência e delação premiada

Fonte: AGU Explica / Advocacia-Geral da União.

Quando o acordo de leniência pode ser aplicado?

O acordo de leniência pode ser estabelecido quando o agente da infração é uma pessoa jurídica que cometeu algum tipo de fraude à administração pública, seja oferecendo vantagens indevidas, fraudando licitações ou prejudicando investigação e fiscalização por parte de órgãos regulamentadores.

A Controladoria Geral da União pode celebrar acordos de leniência para entender como se deu o ato ilícito e descobrir todos os envolvidos no esquema em questão. 

O objetivo desse instrumento é restaurar todos os prejuízos causados com o máximo de agilidade.

Conforme mencionado, o acordo de leniência é válido quando as informações fornecidas foram obtidas voluntariamente e tiveram um impacto relevante nas investigações.

Vantagens do acordo de leniência para investigações

Sabendo o que é acordo de leniência e o quanto podem ser complexos os esquemas de fraudes administrativas, vemos as principais vantagens que o método oferece para a investigação do Estado.

Em primeiro lugar, esse tipo de tratado permite descobrir a dimensão geral do ato ilícito, levantando outros infratores envolvidos na fraude e como eles funcionavam, algo extremamente difícil de se fazer sem acesso a todas essas informações internas.

Em seguida, temos o foco do acordo de leniência em recuperar o prejuízo sofrido pelos cofres públicos. Assim, o acordo obriga a pessoa jurídica infratora a devolver o dinheiro ilícito ao poder público.

Por meio do acordo de leniência, o agente infrator confessa as fraudes cometidas, se compromete a interromper a conduta irregular e fornece evidências para a investigação. 

Outras vantagens dessa prática estão na possibilidade de descobrir outros esquemas de corrupção e de otimizar os mecanismos que combatem tais práticas fraudulentas.

Exemplos de acordo de leniência na Operação Lava Jato

Entre os casos mais famosos temos os acordos de leniência com empresas investigadas na Operação Lava Jato, como os descritos na reportagem da Gazeta do Povo. A investigação realizada sobre esquemas de propina em contratos com instituições como a Petrobras envolvendo diversas empresas.

Um caso interessante envolve a empreiteira Andrade Gutierrez, que devolverá cerca de R$ 1 bilhão aos cofres da União por conta de propinas em obras para a Petrobras, estádios da Copa do Mundo de Futebol em 2014 e da Usina de Belo Monte.

Vale destacar que o acordo de leniência da empreiteira foi concluído em 2016, quando 11 pessoas físicas ligadas à empresa já haviam feito delação premiada, entre elas estava o então presidente da empreiteira.

Para se ter uma ideia, acordos de leniência entre a Andrade Gutierrez, SBM Offshore, MullenLowe/FCB Brasil e Bilfinger resultaram na devolução de um total de R$ 6,06 bilhões aos cofres públicos.

Lembramos que essas não são as únicas empresas envolvidas que firmaram acordos de leniência com o MPF e que as investigações da Lava Jato continuam acontecendo.

Como garantir a idoneidade de empresas fornecedoras?

Sabendo as implicações legais de envolver-se em um esquema de fraude, mesmo que este seja cometido por parceiros comerciais da cadeia de suprimentos, fica clara a importância de mitigar riscos ao garantir a idoneidade de fornecedores.

Para isso, a gestão de compras deve garantir o compliance e governança corporativa com o auxílio de ferramentas de e-procurement, como a Linkana!

Especialista na coleta automatizada de informações sobre fornecedores, a Linkana permite identificar possíveis falhas, histórico de fraudes e pendências com maior agilidade e eficiência, ideal para mitigar riscos e montar uma cadeia de suprimentos transparente e confiável, sem burocracia ou perda de tempo.

Conheça mais sobre a solução da Linkana!

Nossos diferenciais, em comparação a outros softwares de gestão de fornecedores disponíveis no mercado são:

  • PERFIS DE FORNECEDORES CERTIFICADOS → O Supplier Open Profile da Linkana padroniza a definição de dados relevantes de fornecedores de acordo com as melhores práticas de mercado, trazendo efeito de rede para o envio e análise de dados entre vários compradores, com informações ESG e de D&I.

  • BASE DE DADOS VIVA E UNIFICADA → Devolvemos o controle dos dados para os fornecedores de maneira inteligente, onde dados públicos são atualizados automaticamente ou enviados uma única vez, evitando informações incompletas, obsoletas ou duplicadas.

  • FUNDAÇÃO DE DADOS INTEGRADA → Impulsionamos o retorno do investimento (ROI) de ferramentas de e-procurement, centralizando dados de fornecedores em uma fonte única de verdade, dinâmica e 100% integrada com todos os sistemas de gestão.

A Linkana é o primeiro e maior software de gestão de fornecedores em rede. Nossa base de dados de perfis compartilhados permite que compradores analisem fornecedores ativos e novos em alguns cliques. 

Com isso, criamos e geramos valor com insights de informações comerciais, de risco, qualidade e diversidade, utilizados em processos de cadastro, onboarding, sourcing e análise de spend.

Somos o #SRMDoFuturo, feito para o #CompradorDoFuturo

Para conferir como ter todos esses recursos na sua empresa, preencha agora mesmo o formulário abaixo!

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market