Como verificar se os fornecedores têm um selo de sustentabilidade? Aprenda na prática

O respeito às normas ambientais e às  ações tomadas por uma empresa para diminuir o seu impacto no meio ambiente tem  se tornado cada vez mais fundamentais para se destacar no mercado, conquistar novos clientes e também para mostrar uma atuação firme pelo futuro do planeta. Diante disso, os selos de sustentabilidade são uma maneira eficaz de comprovar todas essas questões! 

Criados por instituições nacionais e internacionais, eles possuem critérios e processos rigorosos para ratificar que os negócios vão além do discurso e estão de fato colaborando com um mundo mais sustentável. 

A sua organização sabe como conseguir um selo de sustentabilidade? Indo além, ela conhece formas de verificar se os seus fornecedores são sustentáveis e se estão cumprindo com as normas ambientais vigentes. Aprenda tudo sobre o tema abaixo!

O que é um selo verde ou selo de sustentabilidade?

Os selos de sustentabilidade, também chamados de selos verdes, eco-selos ou certificações de sustentabilidade, são maneiras de confirmar que uma empresa possui uma gestão ambiental e preocupações com questões socioambientais. 

Cada selo tem um objetivo específico, mas a ideia geral é indicar para o público as medidas tomadas pelas marcas de diferentes áreas sobre o respeito a práticas sustentáveis.

Por conta disso, esses selos de sustentabilidade funcionam como uma garantia de que o empreendimento segue determinadas regras, padrões, medidas, diretrizes e procedimentos internos necessários para assegurar um excelente contexto socioambiental, tanto para si quanto para o planeta.

Além disso,  demonstram que a organização possui uma gestão ambiental fortalecida e que tem resultados efetivos na proteção ao meio ambiente.

Esses selos, criados por instituições respeitadas, são divididos em diversas categorias e as principais são:

  • eficiência energética;
  • gestão da água;
  • alimentos orgânicos e veganos;
  • manejo florestal;
  • gestão de resíduos;
  • biodiversidade;
  • uso de outros recursos naturais;
  • técnicas sustentáveis.

Quais são os tipos de selo verde que existem?

São mais de 700 tipos de selo verde no mundo e 30 dos mais respeitados estão no Brasil. Entre os principais estão os listados abaixo. 

ISO 14001

Essa é uma das normas mais requisitadas do mundo. Elaborada pela ISO (International Organization for Standardization), tem como objetivo mostrar que as empresas possuem um sistema de gestão ambiental, o que garante que a organização está agindo de fato para implementar práticas sustentáveis que tragam resultados.

Para isso, um conjunto de ações e controles devem ser adotados pela companhia para mitigar impactos negativos de sua atividade no meio ambiente, assim como a busca pelo uso racional de recursos naturais.

Procel 

Talvez você já tenha visto esse selo de sustentabilidade criado pela Eletrobrás, em 1993, em geladeiras ou aparelhos de ar-condicionado.

Não é à toa, já que o Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) é muito reconhecido no Brasil, certificando equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos, destacando aqueles que apresentam melhores níveis de eficiência energética.

Selo FSC

Em tempos de luta contra o desmatamento, o selo de sustentabilidade FSC é um dos mais relevantes, já que assegura que áreas e produtos florestais, como toras de madeira, móveis, lenha, papel, nozes e sementes foram produzidas por meio de reflorestamento ou de alguma outra forma sustentável.

Ele está conectado a toda cadeia produtiva e leva em consideração especialmente os modos de extração desses insumos.

Ecolmeia

Esse é um selo de sustentabilidade abrangente que envolve várias categorias e muitas delas avaliam parceiros e fornecedores das empresas examinadas.

Isso porque os processos são analisados como um todo pela Ecolmeia, desde a matéria-prima até o produto final.

Uma questão muito importante para conseguir esse selo é o reaproveitamento de materiais, o seu descarte e uso apropriado.

Green Dot

Essa é uma certificação europeia, que diz respeito ao reaproveitamento dos materiais de armazenamento de produtos. Apesar de ser internacional, ela leva em consideração o atendimento às legislações locais e as diretrizes adequadas para a mitigação do impacto de embalagens e resíduos no meio ambiente.

O Green Dot se destaca por avaliar toda a cadeia de reciclagem e compensação ambiental de embalagens utilizadas pelos produtos das empresas certificadas.

Como conseguir um selo verde?

Para conseguir um selo verde é preciso seguir as regras e os procedimentos da instituição que concede a certificação desejada. 

Cada organização tem suas normas específicas para outorgar um selo de sustentabilidade. Porém, em geral, elas solicitam e verificam:

  • laudos;
  • planos de ação;
  • metas;
  • mudanças inseridas na organização;
  • cumprimento da legislação ambiental;
  • atendimento aos demais requisitos colocados. 

A companhia que deseja obter esses selos pode investir em uma auditoria interna antes da avaliação externa das instituições que vão realizar a fiscalização para a concessão e renovação dessas certificações. 

Qual é a importância de ter um selo de sustentabilidade?

Acima de tudo, a principal importância de ter um selo de sustentabilidade é demonstrar na prática que a empresa colabora para um planeta mais sustentável, mitigando os seus impactos negativos sobre o meio ambiente. 

Outro ponto é que essas certificações corroboram que um empreendimento cumpre a legislação ambiental vigente. 

Internamente, ao efetivar as ações demandadas pelas certificações, em geral, as instituições reduzem seus custos, pois precisam diminuir o uso de recursos (como água e energia), o que acaba trazendo uma economia financeira. 

Além disso, o negócio ganha respeito e admiração perante o mercado em que atua e potencializa novas parcerias e transações, agregando valor à marca e atraindo novos consumidores.

Por fim, isso pode melhorar também o clima organizacional, já que os colaboradores passam a ter orgulho por trabalharem em um estabelecimento sustentável. 

Como verificar se os meus fornecedores têm um selo de sustentabilidade?

Além de conquistar um selo de sustentabilidade para a sua organização, é indispensável assegurar que toda a sua cadeia de suprimentos  seja certificada por instituições externas, validando as ações feitas para resolver os problemas socioambientais existentes. Inclusive, alguns selos como o da Ecolmeia analisam os fornecedores e parceiros comerciais. 

Então, além de apostar na certificação da sua empresa, é preciso ter uma compliance ambiental fortalecida e averiguar se os seus fornecedores seguem à risca a legislação referente a essa área.  

Claro que se elas possuírem algum selo de sustentabilidade é normal que exponham na hora de fazer negócios. Mas como garantir que elas cumprem os requisitos ambientais?

Nessa hora você pode contar com um software de e-procurement, como a Linkana!  Com ele, é possível consultar informações de bases públicas e privadas sobre os fornecedores, como a lista de infrações ambientais do IBAMA, a sua quantidade de ações trabalhistas e as suas mídias negativas, tudo por meio da busca via CNPJ. Também conseguimos centralizar a gestão destes selos em um sistema de gestão de documentos privados do fornecedor, garantindo aderência em toda cadeia.

Além disso, o nosso software de homologação de fornecedores e Compliance realiza um monitoramento constante dos fornecedores, com certidões, consultas e documentos renovadas automaticamente pelos nossos robôs. 

Quer ver como a Linkana pode ajudar a sua instituição na prática? Agende uma demonstração gratuita. 

Leo Cavalcanti

Leo Cavalcanti

Advogado, especialista em Planejamento Tributário e Finanças, soma mais de 05 anos de experiência com rotinas de auditoria empresarial e tributária, além de conhecimento em controladoria e práticas de departamento jurídico corporativo. Atualmente é CEO e um dos co-fundadores da Linkana.