Quais são os riscos de terceirizar serviços da empresa? + 12 dicas para evitá-los

A terceirização faz parte de uma estratégia interessante para deixar a operação de uma empresa mais enxuta ou aproveitar serviços mais variados, sem a necessidade de investir em especializações necessárias para o seu desenvolvimento interno.

Tudo isso permite reduzir custos, inovar a operação com maior agilidade e aumentar a qualidade do produto ou serviço final. Porém, nem só de vantagens ela é feita, também existem ameaças a serem enfrentadas. Então, você sabe quais são os riscos de se terceirizar um serviço da empresa?

Assim como qualquer decisão estratégica, existem riscos na terceirização, que vão desde as leis trabalhistas até fatores como segurança e proteção de dados. Conheça a seguir os principais tipos de ameaças envolvendo prestadores de serviço e confira 12 dicas de como mitigá-las. Boa leitura!

O que é a Lei da Terceirização?

A Lei 13.429, conhecida como Lei da Terceirização, foi sancionada em 2017, parte da Reforma Trabalhista, com o objetivo de regulamentar a exploração dessa força de trabalho. 

Os pontos de maior importância vieram com a possibilidade de terceirizar demandas ligadas à atividade principal de uma organização, o que não era permitido anteriormente, e a possibilidade de extensão de contratos de serviços temporários por até 180 dias consecutivos e prorrogação por mais 90 dias.

Para entender melhor os aspectos gerais da terceirização, confira o vídeo abaixo:

Para que serve a terceirização de serviços?

Primeiramente, vamos entender melhor o que está a favor da terceirização de serviços nos dias atuais. Essa prática envolve contratar uma outra empresa para executar uma tarefa específica, substituindo assim a necessidade de contratar e capacitar funcionários para desempenhar tal função.

Isso significa que a contratante não possui vínculo trabalhista com o prestador de serviço, já que ele faz parte do quadro de funcionários de uma outra organização contratada, e que portanto é responsável pelo regime de CLT desse trabalhador em questão.

A terceirização serve para reduzir custos e agilizar o atendimento de uma demanda para a contratante, permitindo inovar a operação e elevar a qualidade em menor tempo hábil. 

Como não há vínculo empregatício, não é necessário oferecer salário, férias, décimo terceiro ou recolher FGTS, o pagamento é feito para outro empreendimento, que fornece e mantém a mão de obra.

Normalmente, grandes empresas optam pelo serviço terceirizado em áreas que não são diretamente ligadas à sua atividade principal, como setores de limpeza, manutenção e vigilância.

Dessa forma, confira no quadro abaixo as principais vantagens em terceirizar um serviço da empresa:

  • garantia de demanda atendida: o contrato de terceirização idealmente garante a prestação do serviço na data combinada, evitando eventos como ausência de funcionários por motivo de saúde e férias, entre outros.
  • redução de custo: como não há custos com encargos trabalhistas, treinamento e equipamentos, é possível atender uma demanda com um orçamento mais enxuto;
  • agilidade para inovar setores: para trazer uma inovação para sua operação, é preciso investir em treinamentos, ferramentas, contratação e especialização em múltiplos níveis, o que é dispensado na terceirização, permitindo trazer novidades para seu negócio com maior rapidez e qualidade;
  • melhor uso de recursos disponíveis: o uso otimizado dos recursos de uma organização é um ideal almejado por muitos, seja uma startup com orçamento limitado ou uma corporação robusta com anos de mercado, colocando a terceirização como uma forma estratégica de explorar ao máximo o seu potencial;
  • aumento de valor agregado e qualidade final: contar com terceirizados especializados em uma função impactante possibilita agregar valor à marca e ao produto final da contratante, elevando a qualidade da operação sem a necessidade de investimento direto;
  • foco estratégico no seu negócio: sem a necessidade de investir recursos e tempo de gestão no treinamento e supervisão de trabalhadores em áreas terceirizadas, a empresa pode concentrar seus esforços no que realmente tem potencial para trazer retorno financeiro;
  • redução de processos trabalhistas: a responsabilidade em caso de processos trabalhistas de terceirizados, quando feito corretamente, é toda da empresa contratada, ou seja, essa estratégia pode diminuir a preocupação com esse tipo de causa.

Quais os riscos de terceirizar um serviço da empresa?

Agora é hora de conhecer o outro lado dessa história, conferindo quais os riscos de terceirizar um serviço da empresa. 

Essas desvantagens variam em sua origem, podendo ocorrer por motivos como falta de planejamento adequado, desconhecimento e descumprimento da legislação, prestadoras de serviço desonestas ou inaptas, conduta inadequada, entre outros.

Vamos conhecer os principais riscos na terceirização de serviços, mostrando o que uma empresa precisa ficar atenta na hora de adotar essa estratégia de negócios.

Riscos trabalhistas

Qualquer irregularidade na forma como é executado um contrato de serviço terceirizado pode provocar a incidência de riscos trabalhistas

A contratante não pode submeter o terceirizado à subordinação, supervisão direta, controle de ponto e outras normas atribuídas aos seus funcionários, sua relação deve ser mediada por um responsável apontado em contrato e a própria contratada.

É muito importante exigir uma conduta adequada pela contratada e fazer a sua parte, evitando situações que possam estabelecer um vínculo empregatício, resultando no risco de responsabilização em processos trabalhistas.

Também é necessário fiscalizar a prestadora de serviços quanto ao cumprimento de suas obrigações trabalhistas, como pagamento de salários, recolhimento de FGTS e outros encargos. 

Riscos financeiros

Muitos fatores podem ameaçar a economia esperada ao terceirizar uma atividade na sua empresa. 

O prestador de serviço pode entregar um padrão de qualidade muito baixo, pode ter uma política de preços acima do mercado ou agir sem conformidade com a legislação vigente, o que tem a possibilidade de impactar no fluxo operacional e até mesmo causar sanções para ambas as organizações.

Riscos de reputação

Colaboradores terceirizados também carregam a imagem da empresa contratante e devem zelar por ela. Uma prestadora de serviços com má reputação pode prejudicar a visão que o mercado tem da sua marca, o que deve ser evitado a todo custo.

Também é preciso ficar atento à conduta do trabalhador, comunicando falhas e incongruências para a contratada, solicitando sua substituição. Caso contrário, estará se sujeitando a violações que podem causar insatisfação ou danos aos clientes, ameaçando diretamente sua reputação.

Quer conhecer mais sobre o assunto? Confira nosso post com tudo que precisa saber sobre gestão de reputação: Gestão de reputação: o que é, qual sua importância e como aplicar

Falhas na segurança do trabalho

A conduta inapropriada da prestadora contratada volta a aparecer nos riscos da terceirização, dessa vez quando o assunto é a segurança do trabalho

O fornecimento de uniforme, equipamentos de proteção individual  e ferramentas adequados para a função é obrigação da terceirizada. No entanto, cabe à contratante fiscalizar se esses itens são disponibilizados e utilizados no desempenho das funções.

Acidentes envolvendo trabalhadores terceirizados podem impactar a operação de rotina e originar processos jurídicos em caso de inconformidade.

Ameaças à proteção de dados confidenciais

A interação de terceiros com dados de clientes está sujeita à regulamentação da Lei Geral de Proteção de Dados. É essencial limitar seu acesso e assegurar que ele ocorre de acordo com a legislação vigente, protegendo os direitos individuais do titular.

Falta de controle direto sobre prestadores de serviço

Um risco comum em terceirizar serviços da empresa está na perda do controle direto sobre o desempenho de uma determinada função. 

Como não é permitido monitorar a execução de uma tarefa ou dar ordens, é necessário tomar medidas preventivas para assegurar uma performance mínima e uma base de conduta aceitável prevista no contrato.

Resultados impressionantes através da automação de processos
Descubra como a Nivea, a Mitre e outras grandes empresas revolucionaram seus processos de gestão de fornecedores com a plataforma da Linkana.

12 dicas para mitigar riscos da terceirização de serviços

Em resumo, os riscos na terceirização de serviços ocorrem por custos ocultos, conduta inadequada de ambas as partes ou ainda falhas na redação do contrato de parceria. Para evitar essas ameaças, confira nossas dicas:

1. Desenvolva um projeto de terceirização

O projeto de terceirização envolve planejar a gestão de terceiros desde o início, com um levantamento das demandas a serem alocadas externamente, comparação do custo de contratação direta com a opção de terceiros, definição de diretrizes e equipe responsável.

2. Obtenha apoio jurídico especializado

O conhecimento sobre a lei da terceirização e demais normas trabalhistas é essencial, portanto, o setor jurídico da empresa deve ser consultado para elaborar o projeto de acordo com as boas práticas de compliance.

3. Conheça as demandas terceirizadas

Mesmo que as demandas não sejam executadas e supervisionadas diretamente, é recomendado obter um nível moderado de conhecimento sobre ela, até mesmo para poder exigir um padrão de qualidade do seu prestador de serviço.

4. Faça a qualificação de prestadoras de serviço terceirizado

É preciso verificar se uma empresa está apta a atender sua demanda e atua em conformidade com as leis específicas do mercado, por isso, é essencial iniciar o processo com a qualificação dos fornecedores de mão de obra terceirizada.

Nessa etapa, é importante obter informações e documentos que comprovem sua regularidade perante órgãos regulatórios, tanto na esfera fiscal quanto trabalhista.

5. Defina um perfil ideal de profissional a ser solicitado

Inclua no contrato os requisitos do profissional que receberá em sua empresa. É possível solicitar um conjunto de habilidades ou nível de especialização a fim de garantir a qualidade do serviço. Porém, não é permitido fazer qualquer exigência discriminatória, por isso tenha cuidado.

6. Defina um responsável por gerenciar o trabalhador terceirizado

A sua empresa deve estabelecer um responsável pelo monitoramento dos trabalhadores terceirizados, que irá comunicar diretamente à organização contratada sobre inconformidades, problemas de conduta ou outras medidas que demandem intervenção de um supervisor direto.

7. Elabore um contrato transparente e cuidadoso

O contrato de prestação de serviços deve ser elaborado com cuidado e transparência, dando respaldo para ambas as partes cumprirem suas responsabilidades previstas na lei.

De modo geral, ele deve conter citação de não-vínculo empregatício, definição de metas, indicadores de desempenho, diretrizes de execução, direitos, deveres e política institucional que deverá ser respeitada.

8. Desenvolva uma estratégia de alinhamento

É essencial capacitar seus colaboradores para a interação com trabalhadores terceirizados, sendo que todos os níveis hierárquicos devem respeitar as diretrizes desse modelo de serviço. Também é interessante alinhar um modelo de onboarding para facilitar a integração das atividades na operação diária.

10. Verifique o fornecimento de EPIs, uniforme e ferramentas

Fiscalizar o fornecimento de equipamentos de segurança, ferramentas e uniforme de trabalho é uma responsabilidade da contratante e também pode evitar a ocorrência de acidentes ou falhas capazes de impactar na sua operação.

11. Defina KPIs

Voltando a falar sobre performance, estabelecer Key Performance Indicators, os indicadores-chave de desempenho, é essencial para assegurar um padrão de qualidade recompensador para o serviço terceirizado, atendendo às expectativas do planejamento estratégico e garantindo o sucesso da parceria.

12. Monitore a conformidade da contratada

É muito importante monitorar o compliance dos prestadores de serviço homologados, garantindo que mesmo após a sua integração à base ativa de parcerias, eles se mantiveram adequados e em conformidade com a legislação vigente.

Encontre e gerencie terceiros com a Linkana

A Linkana oferece um software de gestão de fornecedores inteligente e eficaz, focado em diminuir a burocracia e o tempo perdido com a qualificação de parceiros para seu negócio. 

Quer encontrar prestadores de serviço em conformidade com as normas do mercado, realmente capazes de atender sua demanda e agregar valor à sua empresa? 

Então conheça nossa análise automatizada de bases públicas, que faz uma verificação prévia de compliance e permite filtrar os possíveis candidatos, antes mesmo de estabelecer qualquer contato, basta ter o CNPJ da candidata.

E mais, nosso sistema inteligente é perfeito para gestão de terceiros, com recursos para armazenamento de dados, ranqueamento, definição de alertas e notificação de fornecedores homologados, tudo para facilitar o monitoramento de toda a rede, com o mínimo de intervenção humana.

Seja mais eficiente com a Linkana, conheça nossos diferenciais e preencha o formulário para obter um diagnóstico gratuito:

Leo Cavalcanti

Leo Cavalcanti

Advogado, especialista em Planejamento Tributário e Finanças, soma mais de 05 anos de experiência com rotinas de auditoria empresarial e tributária, além de conhecimento em controladoria e práticas de departamento jurídico corporativo. Atualmente é CEO e um dos co-fundadores da Linkana.

Ebook

Diversidade de Fornecedores

Tenha acesso a um guia completo de como estruturar o seu programa de diversidade de fornecedores. Veja erros, acertos, cases de sucesso e boas práticas do mercado!

logo linkana

Podcast

Procurement Hero

Líderes e referências do mercado de procurement batem um papo sobre tecnologia, dados e tendências.

Teste
Descubra se você é um comprador do futuro!

Tenha acesso a um guia completo de como estruturar o seu programa de diversidade de fornecedores.Veja erros, acertos, cases de sucesso e boas práticas do mercado!

logo linkana

Ferramenta

Consulta de CNPJ

Encontre o CNPJ e mais 10 outros dados de fornecedores em segundos.

logo linkana

Ebook

Gestão de Fornecedores

Descubra como fazer um gestão de fornecedores inteligente e guiada por dados na sua empresa!