Resources

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Gestão de Fornecedores

Como escolher bons fornecedores para escola? Descubra!

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

December 5, 2022

December 5, 2022

December 5, 2022

Como escolher bons fornecedores para escola? Essa é uma das maiores dúvidas que os gestores escolares possuem. Afinal, a boa escolha é crucial.

Até porque, isso representa a entrega de produtos em tempo hábil, a qualidade dos materiais que serão fornecidos aos alunos dentre outros pontos.

Por isso, a seleção de fornecedores na educação precisa ser bem criteriosa e considerar alguns pontos fundamentais antes de fechar um contrato.

Neste artigo separamos os principais critérios que devem ser adotados pela sua escola. Dá só uma conferida!

Como escolher bons fornecedores para escola?

1 - Estude o histórico do fornecedor

Um dos pontos que deve ser analisado antes da escolha do fornecedor é o seu histórico no mercado. Isso pode ser um bom indicativo da qualidade dos produtos.

Afinal, se uma empresa não oferece produtos de qualidade, não cumpre com o combinado, ela geralmente não dura muito tempo, e facilmente pode ser encontrado reclamações em sites e até mesmo nas redes sociais.

Claro que o tempo que uma companhia está no mercado não é um fator determinante. Mas é um dos pontos que se deve levar em consideração, pois, atesta que a empresa tem um certo grau de idoneidade.

Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

2 - Avalie o custo e benefício

Muita gente acredita que preço é sinônimo de qualidade. Ou seja, quanto mais caro alguém vende um produto, melhor ele será. Essa é uma meia verdade.

Produtos mais caros normalmente possuem matérias-primas melhores, mas isso não quer dizer que produtos mais em conta também não possam ter uma boa qualidade.

Ao realizar uma boa pesquisa, você poderá notar que existem boas empresas oferecendo produtos com preços mais competitivos no mercado. Por isso é preciso ponderar entre o custo e benefício.

Isso quer dizer que você tem que avaliar o quanto está pagando pelo serviço ou produto e o que está sendo oferecido, e fazer esse comparativo entre todos os fornecedores.

3 - Conheça a cultura organizacional

Hoje em dia muito se fala sobre a importância do alinhamento cultural entre a escola e seus fornecedores. Isso traz muito mais vantagem competitiva para o negócio.

Por exemplo, se o objetivo de crescimento, a missão, visão e valores tanto da escola quanto do fornecedor forem parecidos, há maiores chances do processo entrar em sinergia.

Esse é inclusive um dos critérios usados por escolas na hora de escolher parcerias com empresas que fornecem plataformas tecnológicas, como o Google for Education.

Uma escola que tem por princípio a segurança e ética, ao contratar um fornecedor com os mesmos princípios terá a garantia que ele vai zelar pela qualidade dos produtos para atender da melhor maneira os seus alunos.

Voltando ao exemplo do Google for Education, quando uma escola opta por usar esse recurso, ela avalia quais são suas ferramentas, como o Google Classroom, Google Meet para ter a certeza de que atenderá a sua demanda.

4 - Considere os prazos de entrega

O prazo de entrega é um dos pontos mais importantes na escolha de um parceiro comercial. Não deve ser o único fator a ser analisado, mas certamente um dos que terá mais peso.

Afinal, um atraso em produtos alimentícios pode comprometer o andamento da merenda ou cantina, e o mesmo vale em caso de apostilas que podem atrapalhar o cronograma das aulas.

Até porque, uma escola define o calendário anual com bastante antecedência, e por isso o fornecedor tem que cumprir precisamente esse calendário para não atrapalhar a escola.

O que muitas instituições fazem é priorizar parceiros mais próximos, pois assim é mais fácil de cobrá-los e haverá menos imprevistos logísticos.

5 - Procure por indicações para fazer a seleção de fornecedores na educação

A indicação ainda é um dos principais instrumentos no momento de escolher um parceiro comercial para sua escola. Portanto, converse com outros gestores escolares.

Eles podem atestar a qualidade do serviço de um fornecedor, ponderar sobre o cumprimento no prazo de entregas, bem como a capacidade de atender uma demanda imprevista.

Além disso, ao pedir uma indicação você pode saber se a empresa realmente tem solidez no mercado, se nunca deu problemas, dentre outros pontos importantes.

6 - Considere as garantias e diferenciais

Ao procurar um fornecedor verifique quais são as garantias e diferenciais competitivos que ele oferece. Por exemplo, se ele não entregar o produto dentro do prazo, qual a garantia que você tem de reparo por isso?

Geralmente uma organização que possui boas garantias tende a ter um comprometimento muito maior com os seus clientes, pois ele colocou uma garantia em jogo.

Os diferenciais competitivos também são importantes, pois, isso será usado como marketing para sua escola. Como por exemplo, uma apostila que traga os conhecimentos teóricos para o cotidiano dos alunos.

7 - Não firme contratos longos em um primeiro momento

Por mais conceituado que seja a companhia, a melhor forma de conhecê-la e saber do comprometimento que possui é somente no dia a dia.

Assim sendo, o ideal é não firmar contratos longos em um primeiro momento. Zele por contratos menores até que a parceria realmente se solidifique.

Somente depois de assegurar que o fornecedor cumpre prazos, entrega o produto com a qualidade apresentada e sem nenhuma falha, então você aumenta o prazo dos contratos com ele.

8 - Analise a cobertura que ele oferece

De nada adianta um parceiro comercial ser muito bom se ele não tem a capacidade de entregar o produto onde está a sede da sua escola. Por isso é tão importante analisar a cobertura que o fornecedor oferece.

Esse é um ponto fundamental até mesmo para compreender o custo do frete do produto até a sua escola. Pois, pode acontecer dele apresentar um valor e na verdade ocorrer um grande encarecimento por conta do frete.

9 - Considere o tempo da logística de entrega

A logística é um ponto fundamental para se analisar na escolha de um fornecedor. Quanto mais distante ele tiver da sua escola, maior será o tempo que o produto ficará em trânsito.

E isso aumenta os riscos, como o atraso na entrega por conta de um problema com o caminhão, o extravio da mercadoria, dentre outros fatores.

Caso não seja possível encontrar um parceiro comercial mais próximo, o melhor a se fazer é considerar os imprevistos do percurso e ter um prazo de folga entre a chegada da matéria-prima e o uso dela.

Agora que você já sabe como escolher bons fornecedores para a escola, é só adotar os critérios citados e fazer bons negócios.

Este post é de autoria da Safetec Educação, uma empresa com mais de 10 anos de mercado, obcecada em criar experiências na área educacional, através de soluções simples e colaborativas, que gerem resultados.

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market