Resources

Compliance

Compliance

Compliance

Auditoria fiscal: como se preparar e, assim, evitar multas?

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

Written byLeo Cavalcanti

November 23, 2021

November 23, 2021

November 23, 2021

A auditoria fiscal é um processo no qual é verificado, de forma pontual e aprofundada, se uma empresa está em dia com as suas obrigações junto ao Fisco.

Para essa identificação são levantados todos os documentos relacionados a questões fiscais e tributárias, abordando as esferas municipal, estadual e federal. 

De forma prática, um auditor capacitado para esse serviço solicita aos gestores declarações, certificados, registros, e qualquer outro meio comprobatório da quitação de impostos que podem ser comparados com o apontado no controle de gestão financeira do negócio.

O principal objetivo de uma auditoria fiscal é identificar falhas nos processos, contradições, erros nos pagamentos, e outras situações que possam gerar problemas, muitos deles sérios, com os órgãos fiscalizadores.

Dessa forma, a companhia tem a chance de corrigir as contradições encontradas, e até mesmo, de se antecipar a possíveis enganos, o que ajuda muito a evitar uma autuação fiscal

Mas a dúvida que muitos gestores têm é como se preparar adequadamente para uma auditoria fiscal? Confira, neste artigo, 7 dicas de como fazer isso e diminua as chances de a sua empresa receber intimações e multas.

Como se preparar para uma auditoria fiscal? 7 dicas!

Como dito logo no início deste artigo, uma auditoria fiscal é um procedimento que visa identificar se uma empresa está cumprindo,ou não, as suas obrigações junto ao Fisco.

Nesse processo são solicitados todos os documentos que comprovem o pagamento de diferentes impostos, a exemplo do ICMS, ISS, IPI e outros, bem como a emissão de notas fiscais, como é feita a gestão tributária, o envio de informações e dados etc.

A ideia é identificar possíveis falhas e equívocos que podem levar o negócio a ser multado pelos órgãos fiscalizados, situação que gera uma série de transtornos, especialmente financeiros.

Para preparar corretamente a sua empresa para uma auditoria fiscal, nossas dicas são:

  1. Conheça os motivos pelos quais a sua empresa pode ser autuada

  2. Se atualize sobre as legislações

  3. Tenha um bom controle de notas fiscais

  4. Faça uma gestão fiscal eficiente

  5. Use a tecnologia a seu favor

  6. Conte com o suporte de um contador qualificado

  7. Contrate uma empresa de auditoria fiscal terceirizada


1. Conheça os motivos pelos quais a sua empresa pode ser autuada

Considerando que a auditoria fiscal visa verificar se a sua empresa está cumprindo as normas e determinações do Fisco, o primeiro passo para se preparar para ela é entender quais são os motivos pelos quais o seu negócio pode ser autuado.

De modo geral, as razões estão sempre relacionadas a algum tipo de irregularidade, sendo as mais comuns:

  • lançamentos fiscais não realizados;

  • ausência de emissão ou de guarda de nota fiscal;

  • contas jurídicas desorganizadas;

  • contradições entre as informações reais e as enviadas aos órgãos fiscalizadores.


Modernize your supplier management today

Fill out the form below and discover the most complete and integrated SRM platform in Brazil.

2. Se atualize sobre as legislações

Assim como é importante conhecer sobre risco fiscal e os motivos pelos quais a sua companhia pode ser autuada, também é essencial se atualizar sobre as legislações que precisam ser seguidas e respeitadas.

Não são raras as vezes que leis e normas sofrem modificações. Quando isso acontece, a sua gestão fiscal precisa ser ajustada, assim como as orientações e os direcionamentos dados aos funcionários envolvidos nesse processo.

3. Tenha um bom controle de notas fiscais

Não emitir nota fiscal é crime. Um dos motivos é que é por meio desse documento que a apuração e o recolhimento dos impostos referentes a uma transação comercial são feitos.

Além de registrar as transações realizadas por um negócio, a nota fiscal protege tanto quem vende quanto quem compra.

Por todas essas razões é que a apresentação de notas fiscais é solicitada durante as fiscalizações feitas pelos órgãos responsáveis.

Não ter o controle desse documento, deixar de emiti-lo, ou gerá-lo com informações inverídicas pode resultar à empresa acusação de sonegação de impostos, pagamento de multas e até pena de reclusão para os proprietários.

Radically optimize your supplier management

Sign up below and discover how to reduce supplier registration and approval time by up to 80%.

OTHER CONTENTS

Discover more news and trends in the procurement market