Como calcular ponto de ressuprimento e estoque de segurança e a importância para o seu negócio

Não é difícil encontrar um relato de uma empresa que perdeu clientes pela falta de certos produtos prontos para entrega. Um estoque bem gerenciado é um dos pontos principais para que a empresa consiga manter seu nome no mercado e evitar problemas de distribuição e vendas.

Um dos pontos que mais podem ajudar é o cálculo do ponto de ressuprimento. Por meio dele, empresas conseguem descobrir qual o momento ideal de reabastecer o estoque e manter essa parte do negócio sob controle.

Entenda nesse artigo como calcular o ponto de ressuprimento e a importância que ele pode ter no seu negócio.

O que é ponto de ressuprimento?

Podemos definir como ponto de ressuprimento o momento em que a quantidade de insumos, matérias-primas e produtos no estoque da empresa chega a uma quantidade limite, precisando que seja feita uma reposição para que não prejudique o negócio.

Quando olhamos, por exemplo, para uma loja de sapatos, o reabastecimento do estoque pode ocorrer de forma diferente para cada um dos modelos disponíveis. Já para uma empresa que fabrica óculos de sol, as lentes escuras que eles usam também são ressupridas em diferentes quantidade.

Entendeu que cada empresa possui diferentes pontos de ressuprimento para diferentes mercadorias? Por isso, é essencial descobrir como calcular o ponto de ressuprimento para que se descubra o nível que cada mercadoria pode chegar no estoque antes de causar preocupação para as outras equipes da empresa.

Esse também é um ótimo indicador para que sua equipe de Procurement não realize pedidos antes da hora, causando um aumento em gastos como os de armazenagem desses produtos.

Já que nem todos os produtos devem ser comprados na mesma frequência, é trabalho da sua equipe analisar o histórico de consumo de cada insumo, matéria-prima e produtos prontos para que se tenha um número ideal. 

Não se esqueça que ao usar essa fórmula do ponto de ressuprimento, você deve levar em consideração variáveis como datas sazonais, onde certos produtos podem ter uma maior demanda, tempo de entrega do fornecedor, logística interna da empresa e outros processos que afetam esse ponto final.

Fonte: Silo Tips

Como calcular o ponto de ressuprimento?

Agora que você pode entender como o ponto de ressuprimento faz parte da rotina das empresas, vamos olhar para a fórmula do ponto de ressuprimento, que usa a demanda e o tempo como principais variáveis.

A demanda pode ser definida como a procura diária dessa mercadoria na produção ou venda. O tempo corresponde o período entre usos ou compras desse produto. Então você calculará o ponto de ressuprimento com:

PR = Dm x T + Es

E as variáveis dessa fórmula são:

PR: Ponto de ressuprimento (em quantidade de produtos)

Dm: Demanda média diária

T: Tempo entre compras ou usos

Es: Estoque de segurança (em quantidade de produtos)

A importância do estoque de segurança

“Estoque de segurança? Mas essa variável não foi abordada ao longo do texto”. Vamos conversar sobre isso agora.

O estoque de segurança na conta representa a quantidade de mercadorias que devem estar em estoque para que sua empresa não tenha problemas como os que citamos no início do texto.

Igualmente importante para a manutenção do equilíbrio de um estoque, ele ajudará a sua empresa a manter o estabelecimento sempre bem abastecido e com a certeza de que sua equipe sempre terá o que precisa para atender os clientes.

Outras vantagens em administrar corretamente o seu estoque de segurança são:

  • Redução de custos com armazenagem
  • Cumprir prazos de entrega, satisfazendo os clientes
  • Permite que recursos sejam liberados para investir em outras áreas da empresa
  • Fortalece a relação com fornecedores e consegue maior garantia de que os produtos serão entregues dentro do prazo e com a qualidade esperada
  • Dispensa mão-de-obra emergencial para solucionar problemas na distribuição de mercadorias

Leia também: Como fazer uma boa gestão de compras: 4 práticas indispensáveis para empresas de alto desempenho

Como calcular o estoque de segurança?

Para que você tenha o valor real do número de produtos que deve ter estocado, precisa antes coletar alguns dados.

  • Lead time: tempo entre o momento em que é feito um pedido e que essa remessa é entregue à sua empresa. Também pode ser chamado de tempo de entrega.
  • Previsão de demanda: esse número significa tanto o tempo de entrega das mercadorias para a sua empresa e também o tempo que elas ficam nas prateleiras antes de serem compradas.
  • Nível de serviço: atenção nesse ponto, pois ele é importante. Quando falamos do nível de serviço, estamos olhando para a relevância que essa mercadoria tem dentro do seu catálogo. De uma escala de 0 a 100, quão mais importante esse produto for para seus clientes, mais alto será sua avaliação.

Agora que você levantou todas as informações, o cálculo que deve ser feito é:

Estoque de segurança = Demanda média diária x tempo de entrega

Para exemplificar, imagine que sua companhia vende 50 cadernos de capa dura por dia e o tempo que o fornecedor demora para entregar novos produtos é de 5 dias, portanto o cálculo será:

50 x 5 = 250 

Nesse cálculo, você descobrirá que seu estoque de segurança de cadernos de capa dura deve conter, ao menos, 250 unidades.

Os fornecedores e o seu estoque

Nós falamos nesse texto sobre como calcular ponto de ressuprimento, qual a fórmula do ponto de ressuprimento e também do estoque de segurança. E você pode ter notado que, ao longo do texto, os fornecedores foram citados várias vezes.

Por que falar tanto sobre fornecedores se o texto aborda como calcular o ponto de ressuprimento? Porque os fornecedores são essenciais para o sucesso do seu negócio.

Sem parceiros de confiança, como você terá a certeza de que as mercadorias que precisa serão entregues a tempo para atender seus clientes? Por isso é importante aperfeiçoar o processo de qualificação de fornecedores e Procurement do seu negócio.

Com o uso de tecnologias como Machine Learning e RPA (Robotic Process Automation), é possível mitigar riscos e reduzir custos em análises e validação de documentos. Além disso, um monitoramento de fornecedores e Compliance permanente permite que certidões, consultas e documentos sejam automaticamente renovadas, tornando o processo mais rápido e simples.

Não meça os esforços relacionados aos fornecedores, pois é com eles que seus processos se tornam mais seguros e eficazes. E se você quer continuar aprendendo sobre logística, confira também o nosso artigo O que é código NCM e porque ele importa para a área de compras?.

Leo Cavalcanti

Leo Cavalcanti

Advogado, especialista em Planejamento Tributário e Finanças, soma mais de 05 anos de experiência com rotinas de auditoria empresarial e tributária, além de conhecimento em controladoria e práticas de departamento jurídico corporativo. Atualmente é CEO e um dos co-fundadores da Linkana.